Autor Tópico: Quase desistindo...ou já desistindo...  (Lida 15473 vezes)

leandrooliveira

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
Online: 22 de Maio de 2013, 13:56:54
Pessoal, criei este tópico não no intuito de reclamar ou choramingar, mas sim de tentar entender...

Vamos aos fatos...


Estudei bastante sobre fotografia, fiz cursos, investi em equipamentos (dentro das minhas possibilidades..), fiz alguns trabalhos gratuitos em fotografia de alimentos, aniversários, até um casamento, como 1o. fotógrafo.

Durante este período, fiz a divulgação do meu trabalho via Facebook, com página e domínio próprio, fiz o cardápio de um restaurante, sendo que o verso tem uma propaganda  minha (está rodando no cliente a quase 1 ano), fiz um encarte de mercado com tiragem de 5000 cópias com propaganda no verso, fiz um flyer pequeno (1/2 A4) 5000 copias e distribuí em caixas de correio...

Resultado da campanha:

Nenhuma única ligação telefônica e 2 contatos pelo site que nunca deram retorno!!!

A questão é: O mercado está tão ruim assim? Ou eu que não soube direcionar a publicidade?

Porque depois disso, desisti de investir, e estou querendo vender tudo...!!!



Fabio Pedro

  • Trade Count: (10)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.941
  • Sexo: Masculino
  • Carioca na veia e fotógrafo no coração!
Resposta #1 Online: 22 de Maio de 2013, 14:21:21
Como circula ai pela internet: "Tá ruim pra todo mundo!". ;)

Bem verdade isso que você diz, eu mesmo gostaria de viver só de fotografia(gosto do glamour dela), porém sei que não é fácil se estabelecer no mercado, não adianta tanto estudo, tanto dinheiro gasto com equipamentos top de linha, ter feito um trabalho aqui e outro lá, ter até mesmo feito filantropia!

TUDO absolutamente na vida é perseverança e fé!

Se voce gosta se é o que você quer, esteja hoje preparado para saborear o doce e o amargo de uma nova profissão e saber que ela dá frutos cedo ou muito tarde(talvez nem frutifique)!

Mas isso faz parte da roda da vida, voce lança os dados aposta, faz sua parte e espera para ter bons resultados!

Eu Fábio, particularmente estou perseverando tanto na minha atual formação(Analista de Sistemas), quanto na nova que estou galgando(fotografia).

Tenho meu trabalho atual como certo(grana certa no fim de mês) e o da fotografia como Hobby/trabalhos esporádicos(pinta uma coisa ou outra, até filantropia).

Continua e acredita, só você sabe seus limites e vai saber na hora como superar eles, não desiste quando todos te dizem que você não pode, mostre que pode, mesmo que seja pouco mas que pelo menos pode.

Muitos dos mais renomados fotógrafos até um tempo atrás não tinha o renome que hoje tem e tudo, é fruto da perseverança e o amor pelo que fazem e sua dedicação. :ok:
« Última modificação: 22 de Maio de 2013, 14:21:56 por Fabio Pedro »
Fábio Pedro.


Douglas Soares

  • Trade Count: (24)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.256
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 22 de Maio de 2013, 14:49:55
Leandro se esse é o seu sonho não desista tão fácil. Eu comecei a pegar alguns trabalhos esse ano (alguns pagos e outros para formar portfólio), mas vou começar a divulgar somente ano que vêm, pois tenho que acabar a facul esse ano. O Tyto Neves http://tytoneves.com.br/site/ disse no seu livro http://www.altairhoppe.com.br/retratos-de-familia-fotografia-de-criancas-bebes-e-gestantes.html  que seu estúdio chegou a ficar 3 meses sem entrar nenhum cliente, e nem por isso ele desistiu e hoje faz muito sucesso. Crie um plano de ação com metas e corra atrás. :ok:


dondon

  • Trade Count: (5)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.287
  • Sexo: Masculino
    • Plínio Dondon
Resposta #3 Online: 22 de Maio de 2013, 15:30:55
Pessoal, criei este tópico não no intuito de reclamar ou choramingar, mas sim de tentar entender...

Vamos aos fatos...


Estudei bastante sobre fotografia, fiz cursos, investi em equipamentos (dentro das minhas possibilidades..), fiz alguns trabalhos gratuitos em fotografia de alimentos, aniversários, até um casamento, como 1o. fotógrafo.

Durante este período, fiz a divulgação do meu trabalho via Facebook, com página e domínio próprio, fiz o cardápio de um restaurante, sendo que o verso tem uma propaganda  minha (está rodando no cliente a quase 1 ano), fiz um encarte de mercado com tiragem de 5000 cópias com propaganda no verso, fiz um flyer pequeno (1/2 A4) 5000 copias e distribuí em caixas de correio...

Resultado da campanha:

Nenhuma única ligação telefônica e 2 contatos pelo site que nunca deram retorno!!!

A questão é: O mercado está tão ruim assim? Ou eu que não soube direcionar a publicidade?

Porque depois disso, desisti de investir, e estou querendo vender tudo...!!!

Olha, posso estar enganado, mas ao que me parece você investiu no marketing de maneira equivocada. Você precis atingir seu público alvo e não "todo mundo". Quem vê suas fotos no cardápio do restaurante não é seu cliente potencial, assim como no catálogo de mercado e nos flyers em caixa de correio.

Utilize as ferramentas virtuais do Google e Facebook para atingir seus potenciais clientes, me parece mais eficiente.

[]s


fernandoaas

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 499
  • Sexo: Masculino
    • Fernando Augusto Fotografia
Resposta #4 Online: 22 de Maio de 2013, 15:33:46
Olha, posso estar enganado, mas ao que me parece você investiu no marketing de maneira equivocada. Você precis atingir seu público alvo e não "todo mundo". Quem vê suas fotos no cardápio do restaurante não é seu cliente potencial, assim como no catálogo de mercado e nos flyers em caixa de correio.

Utilize as ferramentas virtuais do Google e Facebook para atingir seus potenciais clientes, me parece mais eficiente.

[]s


Concorda, as ferramentas de segmentação do ad sense (do google) e do facebook, são muito mais eficientes (e mais baratas) que a publicidade convencional.
Canon 5Dc + Canon 85mm. f/1.8 + Canon 24-105mm. f/4L + 580EX II

http://www.fernandoaugustofoto.com.br
https://www.facebook.com/fernandoaugustofoto


leandrooliveira

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 22 de Maio de 2013, 16:05:29
Obrigado pelas respostas pessoal!

Realmente  acredito que o meu maior erro seja mesmo no tipo de divulgação, mas que é desanimador o resultado, isso é...

A questão que mais me preocupa é a desvalorização e obsolescência do equipamento... Tanto se fala em cobrar um preço justo para poder ter algum lucro e ainda poder atualizar ou mesmo reparar o equipamento, mas sem renda alguma, fica difícil. Meu "melhor" equipamento é uma Canon 50D, a câmera está perfeita, e ainda dá um bom caldo, mas...

Creio que de situações parecidas é que começam a surgir os "desesperados", como já vi no Facebook, gente oferecendo ensaio a R$ 28,00 ( e não é clube de compras). Me nego a fazer isso, prefiro fazer "di gratis".



THUNDER

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 751
Resposta #6 Online: 22 de Maio de 2013, 16:22:13
Parou geral !!!

Sentí uma grande queda no movimento e amigos do ramo e outros de outros ramos também estão assustados.


Fabio Pedro

  • Trade Count: (10)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.941
  • Sexo: Masculino
  • Carioca na veia e fotógrafo no coração!
Resposta #7 Online: 22 de Maio de 2013, 16:27:24

Meu "melhor" equipamento é uma Canon 50D, a câmera está perfeita, e ainda dá um bom caldo, mas...

Bom equipamento e lentes de ponta realmente fazem falta dependendo da situação em que o conjunto vai se encaixar, mas contudo quem faz a foto ainda é o fotógrafo esse não pode ser trocado, mas somente aprimorado!

Vou citar alguns fotógrafos Brasileiros, que com certeza usavam câmeras mais antigas e rudimentares que a sua e mesmo assim conseguiram excelentes trabalhos.

-WALTER FIRMO
-SEBASTIÃO SALGADO
-CHRISTIAN CRAVO
-LUCIA GUANAES

Então não se prenda a isso somente e invista mais no conhecimento, estudo e aprimoramento de sua fotografia! :ok:
Fábio Pedro.


viniciustb

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 710
    • http://vinibrandini.com.br
Resposta #8 Online: 22 de Maio de 2013, 17:11:51
A maneira mais fácil e segura de começar é sendo assistente de outro fotógrafo.

Você pode trabalhar para outros fotógrafos durante um tempo. Nesse tempo você pode montar um portfolio, que vai ganhando consistencia com o passar do tempo. Nesse tempo você junta grana para investir em equipo e toda estrutura necessária. Nesse tempo você começa a fazer contatos. E na hora certa você começa a andar sozinho, se você quiser.

Tem gente que prospera trabalhando para os outros, e isso não é vergonha. Tem desvantagens (ganha menos $, por exemplo). Mas tem inúmeras vantagens: férias, salário, responsabilidade menor, já que o cliente é do "patrão" e assim vai...

É difícil sair andando sozinho "do nada" só com cursos e equipamentos.

Pense também em se especializar em uma área da fotografia. Não adianta atirar para todo lado...você será apenas mais um "fotógrafo genérico", como muitos por aí.

abs


dondon

  • Trade Count: (5)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.287
  • Sexo: Masculino
    • Plínio Dondon
Resposta #9 Online: 22 de Maio de 2013, 17:32:39
Obrigado pelas respostas pessoal!

Realmente  acredito que o meu maior erro seja mesmo no tipo de divulgação, mas que é desanimador o resultado, isso é...

A questão que mais me preocupa é a desvalorização e obsolescência do equipamento... Tanto se fala em cobrar um preço justo para poder ter algum lucro e ainda poder atualizar ou mesmo reparar o equipamento, mas sem renda alguma, fica difícil. Meu "melhor" equipamento é uma Canon 50D, a câmera está perfeita, e ainda dá um bom caldo, mas...

Creio que de situações parecidas é que começam a surgir os "desesperados", como já vi no Facebook, gente oferecendo ensaio a R$ 28,00 ( e não é clube de compras). Me nego a fazer isso, prefiro fazer "di gratis".

A 50D com certeza não é teu gargalo. Ela trabalha muito bem nos tempos atuais.  :ok:


jrfreire

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 24
  • Sexo: Masculino
    • JRFotos - A Vida Contada em Imagens...
Resposta #10 Online: 22 de Maio de 2013, 17:40:53
Leandro, como alguns amigos disseram, você precisa definir seu foco inicial.
Qual área da fotografia você mais deseja trabalhar neste momento? Still, Ensaios, Casamentos....?

Trabalho com TI, mas aos finais de semana costumo realizar meus trabalhos fotográficos.
A maioria são por indicação. Ao meu ver, não existe melhor marketing que esse.
Um cliente satisfeito, vai lhe indicar de primeira quando alguém em uma conversa comentar com ele que precisa de um fotógrafo.

Não vou dizer que esses "pacotes milagrosos", onde o ensaio custa R$ 19,90 não atrapalham um pouco o mercado de profissionais sérios, mas na maioria das vezes, os clientes acabam se arrependendo quando recebem as fotos.
Alguns podem dizer que clientes que buscam o serviço pelo valor baixo não são os clientes focos deles.
Dou razão em parte, pois todos nós procuramos preço quando queremos comprar alguma coisa, para depois alguns, vermos o benefício (custo x benefício).
Com essa loucura de preço baixos, as pessoas estão aprendendo analisar melhor o que vão comprar ou contratar, e digo por experiência nessa vida de concorrência, que tem muitos fotógrafos bons, fazendo por exemplo ensaio individual por apenas R$ 100,00.
Digo apenas, pois principalmente quem vive de fotografia, sabe bem os custos que temos, pois posso me incluir nisso devido a minha prestação de serviço aos finais de semana.
E são justamente esses ensaios que ai sim "roubam" os clientes de alguns fotógrafos.
Eu não baixo o meu preço, pois tenho a minha renda de TI, então tenho o privilégio de escolher os serviços.

Os conselhos que dou são:
- Não desista
- Foco no trabalho inicial
- Pesquisa de mercado (concorrência no bairro e na cidade, o que está atraindo os clientes para os concorrentes...)

Abs


leandrooliveira

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 22 de Maio de 2013, 17:50:51
Bom, não disse que a 50D seria ruim, até pq acho que ela ainda é muito boa, mesmo em comparação com as atuais...nem acho que o equipamento é tudo, mas claro que um equipamento de ponta faz diferença, mas isso seria em termos ideais, o que ainda é longe...

A preocupação não é com o equipamento em si, mas com a desvalorização do mesmo, e uma possível quebra...

Quanto a trabalhar para outros fotógrafos, é óbvio que não é vergonha, muito antes pelo contrário, seria ótimo, mas bastante difícil de se conseguir.

O boca a boca, pelo menos comigo não funcionou, pois, pela média, não me considero um péssimo fotógrafo, (claro que tenho muuuito o que aprender ainda), mas o que notei foi que as pessoas comentam muito as fotos e as pessoas envolvidas, nunca comentários sobre "quem" fez a foto.

Acho que deveria ter feito um curso de marketing, antes da fotografia... :aua:



agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.868
Resposta #12 Online: 22 de Maio de 2013, 20:13:57
Faz quantos anos que voce vive da fotografia????
E uma profissao como qualquer outra.
Tem sucedidos, tem fracassados,etc.
Se estiver começando, uma saida otima e ser
o tempo necesario Assistente de fotografo,produtora, etc
Agora atençao!!! a crise economica no pais e muito grande,
mesmo que a imprensa seja proibida de falar a verdade.
Nao desista, procura se aproximar de gente do ramo.
abs.


Sergio001

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 88
Resposta #13 Online: 22 de Maio de 2013, 20:23:44
cara, hoje todo mundo tem DSLR, muitas pessoas estão fazendo as próprias fotos, no youtube tem milhares de vídeos ensinando tudo,
compra uma máquina com lente por 1.500 e pronto, vira fotografo, tem também tem o amigo que tem uma câmera e faz as fotos só na zoação, pois ele não precisa disso, meninas de 15 anos já desfilam com dslr no shopping e parques, hoje em dia com a inclusão digital todos são fotografos, por isso fotografos antigos tem raiva dos novos, pois não estudam nada, mas tem pais ricos pra dar câmeras de 4.000 reais, o que os torna fotografos, e por isso o mercado tá dificil, se você não tiver uma ajuda ou fizer bastante divulgação com trabalhos, até de graça, vai ser dificil daqui a alguns anos mais pra frente.


leandrooliveira

  • Trade Count: (2)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 107
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 22 de Maio de 2013, 20:29:32
Faz quantos anos que voce vive da fotografia????


agalons, eu não vivo da fotografia, apenas tentei começar a viver dela, mas numa época, como disse o Sergio001, todo mundo tem DSLR...o pior é que o meu trabalho atual tbm está em profundo declínio. Trabalho com manutenção de hardware em notebooks, o que está virando material descartável.

Meu medo é que daqui a pouco o pessoal vai começar a cair na real e essa tonelada de máquinas que foi comprada no impulso, vai inundar o mercado, jogando o preço lá embaixo...