Autor Tópico: Preço fotos produtos / pratos  (Lida 935 vezes)

Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Online: 17 de Junho de 2013, 18:44:18
Senhores,

Fiz uma sessão de fotos para uma cliente, que é chefe de cozinha, de outro estado e esta iniciando uma fabrica de produtos alimentícios finos.

Ela me encaminhou as embalagens (prototipo) e eu fiz as fotos das embalagens e de dois pratos (tive que comprar os ingredientes que acompanham o prato, bolar os pratos e prepara-los). Na minha opinião, e na da cliente também (mandei em baixa resolução), as fotos ficaram ótimas.

Embora seja a area da fotografia que mais gosto, este foi meu primeiro cliente em fotos de pratos e embalagens de produtos, Gostaria de cobrar um valor justo, mas que a cliente pense que saiu ganhando, porque alem de cliente ela é minha amiga. Alguém indica um parâmetro?

Sao 5 embalagens, uma foto de cada, duas com todas juntas, e dois pratos, um com a mesa toda montada e a outra apenas com o prato, bem fechado.

Abraço.
D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.098
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 17 de Junho de 2013, 19:04:21
foto de embalagem qua vai pro mercado o valor é bem maior que fotos de cardapio. chuta 1200 por produto, não dá pra pedir muito mais pois pelo jeito ela é uma empresa nova. Mas uma Perdigão, Kraft, vc pode pedir mais.

tem as fotos do layout da embalagem e as finais pra mostrar como ficou?

assim fica mais facil de entender.
« Última modificação: 17 de Junho de 2013, 19:05:42 por Claudio Rombauer »


Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 17 de Junho de 2013, 19:39:03
Claudio,

Tenho as fotos sim, o que pega é que a cliente ainda nao combinou sequer o preço comigo, imagina autorização para publicar uma foto, especialmente de uma embalagem que ainda nao foi para o mercado.

De qualquer forma, ja da para eu ter uma ideia de preço no segmento. O que nao quero é cobrar mais que o mercado.

Abraço e valeu pela força.

D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


Paulo Arruda

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.963
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 17 de Junho de 2013, 19:48:37
Eu ia dizer algo em torno de R$ 1.400 / 1.500 por foto.
Como disse o Claudio, considerando que a empresa é pequena.
O grande erro foi não combinar o preço antes.
Para formar o preço, entre outras coisas o cliente precisa perceber que não está "comprando uma foto"... mas sim um instrumento que o auxiliará a aumentar suas vendas... imagem que venderá o produto dele no mercado.
Tente não baixar o valor... muito menos dar as fotos de graça... argumente esta questão de vendas e no máximo, parcele "ad eternum" o pagamento...rss (Brincadeira... faz o valor em 5 ou 6 parcelas e tudo bem para este deslize que vc cometeu de não combinar antes).
Abs e sucesso.


Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 17 de Junho de 2013, 22:06:58
Paulo,

Obrigado pela resposta. Dar as fotos nem passa pela minha cabeça. Nem de longe.

A minha expectativa era de que quando a cliente visse as fotos ficasse MUITO bem impressionada, e foi o que aconteceu.  Achei que seria mais fácil para mim poder pedir o valor justo com um bom "produto" aa vista para oferecer.

Agora é hora de conversar com ela sobre preço e acho que nao terei muita dificuldade para justificar o serviço.


D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.098
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 18 de Junho de 2013, 00:44:55
observe que, além dos 1200, 1500 por foto, ainda teremos o valor da produtora, que em alguns casos cobra quase o mesmo valor, então voce pode dividir seu orcamento em produção gastronômica, fotografia e pós.

o cliente precisa entender que existe todo um caminho para se chegar à prateleira.

mas é algo gratificante, não há um grande mercado no brasil que não tenha na prateleira pelo menos 15 fotos minhas, é realmente muito bom trabalhar nesta área.
« Última modificação: 18 de Junho de 2013, 00:46:08 por Claudio Rombauer »


Paulo Arruda

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.963
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 18 de Junho de 2013, 08:51:40
Paulo,

Obrigado pela resposta. Dar as fotos nem passa pela minha cabeça. Nem de longe.

A minha expectativa era de que quando a cliente visse as fotos ficasse MUITO bem impressionada, e foi o que aconteceu.  Achei que seria mais fácil para mim poder pedir o valor justo com um bom "produto" aa vista para oferecer.

Agora é hora de conversar com ela sobre preço e acho que nao terei muita dificuldade para justificar o serviço.

Maravilha Soprani.
A grande questão mesmo é o cliente perceber que não é "uma foto"... é "a foto" que auxiliará no processo e resultado de vendas.
É importante, como salientou o Claudio, que o cliente saiba que há todo um processo de produção... além de produção, as vezes (a maioria) pós-produção... no final da composição dos preços o "click" é um valor a ser considerado no âmbito geral.
Esta área é muito boa de se atuar... desde que se tenha muita qualidade em todas as etapas; pois a concorrência não é tãããão grande assim (em quantidade de fornecedores) mas é extremamente nivelada no alto em relação à qualidade das imagens.
Abs.


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.098
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 18 de Junho de 2013, 14:07:24
E verdade, é uma área muito boa.

Inclusive estamos mudando todo o perfil do estúdio para foto de embalagem e estamos fazendo apenas este tipo de foto.


Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 18 de Junho de 2013, 21:46:56
Senhores (Paulo/Claudio), estou adorando a troca de idéias.

é bom saber que o nível é bem alto, isto, de certa forma, me instiga e afasta os aventureiros, o que em economia chamamos de barreira de entrada. Assim pode-se trabalhar com mais afinco em um determinado trabalho, buscando o resultado máximo, no lugar de ficar disputando espaço com quem faz uma cobertura de aniversario por R$ 200,00.

D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


Palmeida

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.552
Resposta #9 Online: 19 de Junho de 2013, 07:44:23
acompanhando... :snack:
O que eu amo: Deus, família, amigos, trabalho,fotografia, contabilidade, estudar e tecnologia!