Autor Tópico: Adeus MFT: agora só de APS-C para cima...  (Lida 6322 vezes)

efilho

  • Trade Count: (23)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.804
  • Sexo: Masculino
Online: 07 de Julho de 2013, 22:08:57
Impressionado com a excelente qualidade do vídeo da Lumix GH-2, comprei ano passado nos EUA a GH-2, várias lentes Panasonic. Mantive o entusiasmo pela excelente qualidade do vídeo, e hackeei para o modo mais conservativo, satisfação total. Entretanto, a resolução e o ruído nas sombras das fotos incomodavam...

Já preparando para colocar à venda minha Canon T4i e a NEX C3, fiz mais umas fotos de "despedida", e percebi que eu já havia esquecido da qualidade da imagem dessas APS-C: era muito boa, e melhores que a GH-2. Uma tarde de sábado fiz alguns testes simples, mundo real (nada de parede ou estante...), e o sensor APS-C realmente desbundou minha GH-2... Depois que vi em um site que a qualidade da Olympus se devia ao tratamento agressivo para obter JPEG, e outros usuários sem problemas de fanboy, vi que não era para mim esse MFT:

http://www.ronmartblog.com/2012/09/review-olympus-om-d-e-m5-compared-with.html

Indo agora aos EUA de novo, quando planejava comprar a EP5, achei melhor não: mesmo com qualidade de sensor muito melhor que as Lumix antigas como a GH-2, decidi dar um upgrade na velha NEX para uso de rua e comprar uma 6D, vendendo a tralha toda MFT, Rebel e NEX na B&H para aliviar a paulada...

Impressionante como tem blog querendo comparar OMD com 6D, baseando em DXO Mark ou apenas na recusa em admitir uma má compra...

Abraço
« Última modificação: 08 de Julho de 2013, 08:55:12 por Helena Bsb »


sergiotucano

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.633
Resposta #1 Online: 07 de Julho de 2013, 23:52:44
O Sensor das MFT são um pouco menores que os sensores APS-C.

As MFT, desde o lançamento da Lumix G1, vêem evoluindo a passos largos.
Comparar a GH2 com a T4i ou Nex C3 não é muito justo. Talvez comparar a OM-D E-5, ou então a Lumix G6 seria mais honesto.

Agora todas as câmeras fazem um tratamento absurdo em cima do JPEG a grande sacada da Oly na OM-D E-5 foi tratar o Jpeg de forma tão boa para entregar a qualidade que entrega.

Bom, sem falar que, se a câmera não trata o Jpeg quem trata é o fotógrafo, não é?!

:ok:
Panasonic Lumix G2  G-Vario14-42mm Flash Metz 36AF-5
http://www.flickr.com/photos/sergiotucano/


Oliberal

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.623
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 08 de Julho de 2013, 02:05:49
Efilho.....isso é tão relativo....já vi tantos testes....e mundo real mesmo não DX0.....e falo sem o menor receio a qualidade da OM-d é equivalente a da geração dos APS-C da D7000 e até uma geração mais nova......ganha-se num ponto aqui, perde-se em outro ali....mas no fim se equivalem...a Gh2 era ótima pra filmagens...mas em fotos nunca se destacou....tinha realmente um desempenho bem abaixo do que os sensores APS-C entregavam....(A GH2 tem uma tecnologia de quase 4 anos atrás, parece pouco tempo, mas no universo das câmeras, em especial das MFT, isso é MUITO tempo)  mas as novas MFT á eliminaram essa distancia. Sensores são parte importante da foto e os 4/3 são um pouco menores que os APS-C....mas sensores são diferentes entre si...e processadores...idem...
Um sensor foveon sigma por exemplo...é do tamanho do APS-C....mas fornece uma nitidez que nenhum sensor maior....nem FF e nem mesmo as médio formatos conseguem oferecer (bate até Hasselblad em nitidez) ...mas isso em ISO 100, pois o foveon tem problemas sérios em ISO elevado...problemas sérios de consumo de bateria...entre outras limitações...mas  fato é que é um sensor menor que entrega mais  nitidez que qualquer outro maior.
Sensor não é tudo.....os artefatos que vc tinha  na GH2 agressivos em ISO baixo e  megaagressivos em ISOs elevados....nos novos sensores de 16mp da Oly, por exemplo, que estão na OM-D, na E-p5 na E-PL5 já não existem...pois fazem um trabalho MUITO melhor...tanto em Raw quanto em Jpeg. ISO elevado idem. Vejo sensores de todos os formatos.... evoluírem demais a cada nova geração....
« Última modificação: 08 de Julho de 2013, 02:07:47 por Oliberal »
Site:   http://www.flickr.com/photos/ulysalis/

Olympus OM-D E-M1  - Lentes digitais M4/3:   M. Zuiko 12-40mm F2.8  /  M.Zuiko 12-50mm  /  M.Zuiko 40-150mm  /  M.Zuiko 75-300mm  /  M.Zuiko 45mm F1.8  /  Panasonic/Leica Summilux 25mm F1.4  / Panasonic 14mm f/2.5  /  Sigma 19mm F/2.8   -  Lente analógica: OM Olympus 50mm f/1.8


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 11.908
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
    • http://www.instagram.com/soutonaamerica
Resposta #3 Online: 08 de Julho de 2013, 07:45:37
O grande mérito das MFT são as lentes construídas e otimizadas para o sensor de tamanho menor fazendo com que muitas vezes, a nitidez e cores obtidas sejam até superiores do que alguns conjuntos APS-C.

Essa é uma questão polêmica, igual a iOS vs Android, Canon vs Nikon, Católico vs Evangélico, etc...
D610 + AF-S 50 1.8 G + AF 24 2.8 D + YN685
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
www.flickr.com/photos/tsouto


Helena Bsb

  • Trade Count: (37)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.275
Resposta #4 Online: 08 de Julho de 2013, 08:08:23
O grande mérito das MFT são as lentes construídas e otimizadas para o sensor de tamanho menor fazendo com que muitas vezes, a nitidez e cores obtidas sejam até superiores do que alguns conjuntos APS-C.

Essa é uma questão polêmica, igual a iOS vs Android, Canon vs Nikon, Católico vs Evangélico, etc...

Polêmica ou não, acho que é ótimo qdo se pode testar os dois sistemas e tirar suas próprias conclusões, baseadas nos seus parâmetros e não em testes de internet e opiniões de terceiros. Tendo em mãos uma MFT (E-P3)e uma D90, eu não tive qualquer dúvida em dispensar a D90. Para mim, a qualidade da MFT foi absolutamente SATISFATÓRIA. Não sou (e não serei) profissa, a D90 com tudo o que a acompanhava pesava horrores, e com a MFT ainda mantive uma excelente qualidade de imagem com bem menos peso e volume. Para mim, valeu muito à pena a troca.
Isso é de cada um. O que conta é a experiência individual que cada um tem, e sorte de quem tem os dois sistemas lado a lado para testar! Eu tive esse privilégio e fiz minha opção.
« Última modificação: 08 de Julho de 2013, 08:09:50 por Helena Bsb »


MarioNeto

  • Trade Count: (16)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 699
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/mariofreitasneto/
Resposta #5 Online: 08 de Julho de 2013, 08:10:16
Se pensar direito, é natural que um sensor aps-c tenha melhor desempenho que um m4/3, caso tenham a mesma resolução e mesmo desenvolvimento tecnológico, é uma questão física, antes de tudo.

O m4/3 ganha em outros aspectos, como tamanho e oferta de lentes específicas do sistema, dado que a maioria das lentes em DSLR são projetadas para full frame, não aps-c.

A questão é pesar se os benefícios de um superam os do outro, pra você.


Helena Bsb

  • Trade Count: (37)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.275
Resposta #6 Online: 08 de Julho de 2013, 08:15:49
Se pensar direito, é natural que um sensor aps-c tenha melhor desempenho que um m4/3, caso tenham a mesma resolução e mesmo desenvolvimento tecnológico, é uma questão física, antes de tudo.

O m4/3 ganha em outros aspectos, como tamanho e oferta de lentes específicas do sistema, dado que a maioria das lentes em DSLR são projetadas para full frame, não aps-c.

A questão é pesar se os benefícios de um superam os do outro, pra você.

é bem por aí. A questão do APS-C e sensor 4/3 é  bem essa. coisa um tanto óbvia, a vantagem do aps-c dentro de condições semelhantes.
e sua última frase resume totalmente as razões que levam a se optar por uma ou por outra.


Claudio.fapereira

  • Trade Count: (21)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.664
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 08 de Julho de 2013, 08:22:50
Já escrevi antes em outro tópico. Tenho três sistemas considerados de ponta. D800, D7100 e E-PL5. Inclusive já comparei os três em tópico anterior. Encontro oportunidades para usar os três. São tamanhos e pesos muito diferentes e bons resultados podem ser alcançados com todos. A questão das lentes tb é importante. As três primes que tenho da E-PL5 são magnificas - 12, 25 e 75. Felizmente temos opções.
Sigma 35 1.4, Nikkor 85mm 1.8D, Nikkor 58mm 1.4, Zeiss 135mm 2.0, Sigma 50-150 2.8 + SB-900
E-M1 MkII + Oly 12 2.0, Pana 25 1.4, Pana 42.5mm 1.2, Oly 14-54 2.8-3.5 II, Oly 50-200 2.8-3.5 non SWD, Oly 50mm 2.0, TC 1.4X
Sony A7 RII + Sony 85mm f/1.4, Sony 50mm 1.4, Sony 24-70mm 2.8,  Zeiss 55mm 1.8, Rokkor 58mm 1.2, Sony 28mm 2.0, conversores para 21mm e 16mm, Sony 70-200 f/4, Leica R 50mm 2.0, Leica R 90mm 2.0, Nikkor 85mm 1.4 AIS
Sony RX1R MKII


Helena Bsb

  • Trade Count: (37)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.275
Resposta #8 Online: 08 de Julho de 2013, 08:26:27
Já escrevi antes em outro tópico. Tenho três sistemas considerados de ponta. D800, D7100 e E-PL5. Inclusive já comparei os três em tópico anterior. Encontro oportunidades para usar os três. São tamanhos e pesos muito diferentes e bons resultados podem ser alcançados com todos. A questão das lentes tb é importante. As três primes que tenho da E-PL5 são magnificas - 12, 25 e 75. Felizmente temos opções.

Sem contar a possibilidade de adaptação de lentes antigas maravilhosas ao sistema MFT. Uma possibilidade a mais de se obter excelente nitidez, usando-se lentes de óptica primorosa.


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.117
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #9 Online: 08 de Julho de 2013, 13:40:58
Acho que com o nível que a tecnologia atual alcançou, a diferença entre uma micro 4/3, APS-C e FF caiu demais, pelo menos em qualidade de imagem (nitidez, cores, latitude, etc). Claro que ainda há diferença, mas tem que ver se o seu uso justifica a diferença de preço e, principalmente, de tamanho e peso.

Acho que mais importante que qualidade de imagem, tem que se levar em conta outras diferenças que o tamanho do sensor causam. Como o ângulo de visão e perspectiva, e também o desfoque de fundo. Aliás, o desfoque de fundo foi um dos principais motivos de eu ter saído de APS-C para FF. Como "efeito colateral", eu acabei gostando bem mais da perspectiva de uma FF em relação à uma APS-C... Tem que ver se essas coisas são importantes pra você.


efilho

  • Trade Count: (23)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.804
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 08 de Julho de 2013, 22:49:27
A ideia aqui é só comentar minhas impressões estritamentes pessoais, justamente para talvez ajudar alguém nessas compras normalmente caras e cheias de controvérsias.

Confiar na Internet nunca foi possível, mas já há algum tempo blogs e sites respeitados estão ficando bem parciais nas comparações. Foi o caso de minha 12-35 f/2.8: em trocentos sites e blogs ela foi avaliada como excelente, mas outros poucos avaliaram como boa lente apenas, nada que valesse $1,2 k. Aí vamos no DxO e comparamos a lente do kit 18-55 da Canon com a Lumix 12-35: a do kit fechando a raia, a superduper Lumix com muito melhor avaliação, e importante: testada em uma GH-2. Vá confiar nisso...

A quantidade de blog e site descaradamente advogando equipamento está imensa, tornando difícil decidir qual o equipamento.

Em minha opinião, para um hobbista como eu, que gosta de fotografia há bastante tempo mas conformado com um talento artístico sofrível, comprar uma câmera razoável "por que o que interessa é o talento" não funciona, já que estou limitado pelo meu próprio "software": tenho prazer em ter um equipamento cujas características mostram que, se algum dia cair um raio sobre mim e eu acordar altamente talentoso, não estarei limitado pelo hardware... É como gostar de relógio...  :)

Abraços


Thales Souto

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (29)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 11.908
  • Sexo: Masculino
  • "Fotografia é um hobby viciante"
    • http://www.instagram.com/soutonaamerica
Resposta #11 Online: 08 de Julho de 2013, 22:56:35

Em minha opinião, para um hobbista como eu, que gosta de fotografia há bastante tempo mas conformado com um talento artístico sofrível, comprar uma câmera razoável "por que o que interessa é o talento" não funciona, já que estou limitado pelo meu próprio "software": tenho prazer em ter um equipamento cujas características mostram que, se algum dia cair um raio sobre mim e eu acordar altamente talentoso, não estarei limitado pelo hardware... É como gostar de relógio...  :)
Independente se concordo ou não com o seu ponto de vista, gostei muito da sua argumentação.
D610 + AF-S 50 1.8 G + AF 24 2.8 D + YN685
"Polímeros, aulas, família e fotografia. Não necessariamente nessa mesma ordem...."
Meu canal no YouTube sobre fotografia: http://www.youtube.com/channel/UCCS35q7G_BRE6aVdXXEOKNg
www.flickr.com/photos/tsouto


Lordakner

  • Trade Count: (14)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.518
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 08 de Julho de 2013, 23:03:39
Para mim o mais interessante é o Flickr. Lá estão fotos de usuários reais. Nas mais diversas situações.
Eu tenho uma OMD e tenho uma MKIII.
Não sou profissional, mas posso citar inúmeras  ocasiões onde é muito mais vantagem estar com uma OMD do que com a OMS. (Na rua, por exemplo)
E existem ocasiões em que a EOS é melhor sim.
Agora, eu acredito que um bom fotógrafo possa fazer trabalhos excelentes com a OMD.
Eu acabo usando mais a OMD porque as lentes podem variar mais e são bem mais leves.
 :ok:
Pentax k3 + Canon Mark III + Oly xz2 + Oly OMD EM5 + Oly e-510 & uma pancada de Oly's OM + Mamiya + Contax...
Sigma 70-200 f2.8 APO EX DG OS & Sigma 150-500mm & Sigma 24-70mm f2.8 & Sigma 12-24mm
Canon 70-300mm L + Canon 100mm + Canon  EF-S 10-20mm
Canon 50mm f1.4 & Canon 85mm f1.8 +Canon 135mm L
http://www.flickr.com/photos/lordakner/


efilho

  • Trade Count: (23)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.804
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 09 de Julho de 2013, 10:21:38
Obrigado, Souto...  :)

Acabei não comprando a 6D, pois na mão a falta da tela articulável + tamanho + ter que ter um flash pequeno no bolso para fill + U$$ quase 3k me incomodou (especialmente esses $3k)... Acho que a Canon e a Nikon breve colocarão sensor FF em câmeras com visor articulável: eu gosto muito do Live View, pois nunca atraio a atenção com a câmera fora do meu rosto. Ao contrário, é só subir a câmera para o rosto que sempre tem alguém olhando feio. Mundo muito desconfiado, esse de hoje, e isso me deixa bastante constrangido. Além disso, perspectivas baixas são normalmente interessantes, e a telinha articulável evita deitar ou agachar no chão. A telinha com essa facilidade permite só abaixar um pouco a câmera e vc passa de "sujeito estranho tirando minha foto" para um "sujeito qualquer olhando para um objeto na mão". Enquanto isso não chega, fiz um upgrade na minha NEX C3 e comprei a NEX-6...   :)

Abraço


andersonperon

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 314
  • Sexo: Masculino
    • Anderson Peron Fotografia de Arquitetura
Resposta #14 Online: 10 de Julho de 2013, 10:52:36
...Mundo muito desconfiado, esse de hoje, e isso me deixa bastante constrangido. Além disso, perspectivas baixas são normalmente interessantes, e a telinha articulável evita deitar ou agachar no chão. A telinha com essa facilidade permite só abaixar um pouco a câmera e vc passa de "sujeito estranho tirando minha foto" para um "sujeito qualquer olhando para um objeto na mão".

Abraço
[/quote]

Efilho... Só faço street e com uma OMD... Acontece isso mesmo e com frequência, mas não se intimide... Faça a foto e desconsidere os olhares acusadores.. Se alguém te abordar, mostre a foto é diga que, na verdade, ela acabou atrapalhando a foto que você queria fazer do objeto que estava no segundo plano, mas que você perdoa ela  :ok:
« Última modificação: 10 de Julho de 2013, 10:53:22 por andersonperon »