Autor Tópico: Só para quem tem DSRL  (Lida 1023 vezes)

Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Online: 05 de Março de 2005, 22:08:32
Como fazer uma pinhole digital aqui.
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Marcelo Medeiros

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 80
    • http://
Resposta #1 Online: 06 de Março de 2005, 10:15:54
Tá parecendo um produto das Organizações Tabajara. Vou comprar uma 1DsMkII só pra isso!   :D
Brincadeiras à parte, achei a idéia bastante criativa. Muito interessante...
« Última modificação: 06 de Março de 2005, 10:17:16 por Marcelo Medeiros »


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #2 Online: 06 de Março de 2005, 11:06:20
Não consegui ver o que você quer mostrar. Clicando no link abres implesmente a sua página de fotos, sem nada que seja referente à pinhole.


Beto Eterovick

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.390
  • Sexo: Masculino
  • NOVO SITE: www.betoeterovick.fot.br
Resposta #3 Online: 06 de Março de 2005, 11:19:35
Ivan, vc deve ter clicado na página de fotos do Paulo. Clica em cima onde está escrito "aqui".

Eu abri o link e mostra a página relativa a Pinhole. Acredito que seja da mesma forma que se faz com uma lata, mas deve ser feito algumas adaptações no filtro que colocará no lugar da lente! Ou o que quiser colocar que tampe toda a abertura do encaixe da lente, deixando um furinho apenas. Use tripé para tirar a foto e fotografe na posição B.
Até,
 


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #4 Online: 06 de Março de 2005, 12:16:56
Para se ter o tipo de foto de pinhole nem é necessário tirar a lente. Já fiz isso muitas vezes com minha já vendida Canon A30. Basta cortar um cartão preto do tamanho de um filtro, fazer um furinho no meio e colocar na câmera usando um filtro UV ou Skylihgt para fixá-lo sobre (eu fixava com anel adaptador). Aí, por tentativa e erro, vai se chegando à velocidade de disparo adequada. Na antiga A30 com ISO 50 era algo da ordem dos segundos. A profundidade de campo fica enorme, pegando desde o dedal junto à câmera ao infinito. Vinheta um pouco. Não precisa focar. Basta botar a câmera num tripé. Essa metodologia mostrada é facilmente executável com uma dessas tampas de corpo. Também já fiz isso na minha extinta Zenit.