Autor Tópico: Inverso do Quadrado da Distancia nao vale para distancia camera x objeto?  (Lida 2051 vezes)

Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Prezados,

Como sabemos ao se elevar a distancia entre a fonte de luz e o objeto a se fotografar a quantidade de luz incidente sobre ele cai de forma exponencial (2 vezes a distancia, 1/4 vezes a luz. 3 vezes a distancia, 1/9 vezes a luz, e por ai vai). A explicação para isso é muito simples e uma rápida olhada nos esquemas disponíveis na internet ilustram por completo o entendimento, embora ja tenha ouvido fotógrafos que produzem bons resultados dizerem nao entender bem o porque (adianto logo, nada contra).

Outro ponto em fotografia é que o que se vê do objeto é, na verdade, a luz que reflete nele e atinge os nossos olhos ou, neste caso, o sensor da câmera.

Ai estou com uma duvida e com dificuldades de encontrar explicações consistentes de porque a lei do inverso da quadrado da distancia "nao vale" para a distancia entre o fotografo e o objeto iluminado. Melhor dizendo, se em ambos os casos estamos tratando do comportamento da luz, por que ao mudar a distancia da câmera ao objeto nao precisamos mudar a configuração da exposição (ISO, Diafragma ou Velocidade, este ultimo quando a luz nao for proveniente de flash)?

Alguém poderia me explicar, ou mesmo dar uma pista de onde encontrar a resposta?

Tenho a impressão de que li algo bem superficial sobre este assunto mais ja faz muito tempo e nao estou conseguindo encontrar mais detalhes, até acho que esta no primeiro livro que li sobre fotografia mas, embora a vontade exista ha alguns meses ainda nao consegui retornar para ele, mesmo com texto superficial (so neste ponto), pois tem outros ja comprados na fila de espera).

Acho que agora estou mais preparado para entender bem a questão.

Obrigado e desculpem os eventuais deslizes e se estiver "viajando".

Ps. para nao restar duvidas, aqui estou considerando a fonte de luz e a câmera totalmente desconectados um do outro (vai que aparece um dizendo que pensou na fonte de luz sobre a câmera :hysterical:).





 
D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


RSalles

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.266
  • Sexo: Masculino
    • Don't let the naysayers get to you. If naysayers stopped us from trying, we'd never get anywhere and humanity would still be wearing fig leaves picking berries of wild bushes.
Resposta #1 Online: 22 de Julho de 2013, 01:53:30
Soprani,

Quando vc se afasta de um objeto focado, o tamanho do quadro aumenta em relação ao tamanho do objeto e a quantidade de luz recebida no sensor tende a se manter constante. Se vc fizer a mesma experiência num studio todo escuro só com a cena iluminada, vai perceber que a lei se aplica perfeitamente, pois a quantidade de luz em torno da cena se mantém constante, ou perto de zero.
Esquece isso e vai fotografar,

 :D

[]s,

RSalles
Bodies: Sinar F2 :: Canon EOS 5D  MarkII :: Minolta XG-1 :: Minolta XG-M :: Contax RX
Lentes: Rodenstock S Sinaron f5.6/210mm MC :: Schneider Super Angulon 8/90 :: Staeble Ultragon 135, 150, 180, 210 e 240mm f9 :: Schneider Symmar 5.6/210 :: Leica-R Summicron 2.0/50 :: Carl Zeiss Jena Sonnar 3.5/135 :: Rollei QBM 1.8/50 HFT :: Jupiter 21M 4/200 :: Pentacon 3.5/30 :: Pentacon Prakticar MC 1.8/50 :: Industar 50-2 3.5/50 :: Zeiss Planar 1.4/50 C/Y


Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 22 de Julho de 2013, 08:12:40
RSalles,

Ja pensei nisso, mas como voce explica se afastar, ajustando a lente, por exemplo de 70mm para 200mm, de forma a manter o mesmo tamanho do quadro e nao ter que mudar a configuração de exposição?

Abraço
D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


sopa_ls

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 569
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 22 de Julho de 2013, 08:29:36
Se eu não me engano,  essa questão da intensidade da luz variar exatamente com o inverso do quadrado da Distancia é válida somente se considerarmos uma fonte puntiforme,  que espalhe a luz uniformemente. No caso da fotografia,  sempre a fonte de luz (no caso,  uma pessoa mais ambiente refletindo) tem tamanho significativo,  logo não deve ser considerado puntiforme.  Outro exemplo bom para ser observado é o laser, que  apesar de ser uma fonte considerada puntiforme,  como não espalha a luz uniformemente,  mão obedece a lei do inverso do quadrado
Gabriel Gomes
__________________________________
Canon 5Dc (2x) + Canon 1000D
50mm 1.8 + 18-55mm modificada para FF + 85mm 1.8 + 70-300mm
YN568EX + YN468


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.759
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #4 Online: 22 de Julho de 2013, 09:42:28
Muito legal a dúvida, Soprani, nunca tinha parado pra pensar nisso... Vou acompanhar o tópico!

Eu acho muito interessante saber a parte teórica da física por trás da fotografia. Certamente não vai me fazer um fotógrafo melhor, mas eu gosto de conhecer a fundo todos os detalhes que puder das coisas que eu gosto. Pra mim é a mesma coisa em relação ao violão e a música em geral. Penso que informação nunca é demais.  :ok:


Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 22 de Julho de 2013, 20:28:37
Valeu Humberto.

Sopa, embora ache que nao é exatamente isso, acho que você esta no caminho certo. Ao menos ao ler a sua explicação fiquei com uma impressão de que é por ai, embora nao concorde com tudo. Ainda nao entendi completamente mas acho que esta relacionado aa forma como a luz se espalha após incidir sobre o objeto.

Vamos ver se alguém apresenta uma teoria de forma simples. Até la vou procurando (sem estresse).

Abraço
D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


jjvgarcia

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.351
  • Sexo: Masculino
    • jjvg.me
Resposta #6 Online: 23 de Julho de 2013, 00:05:30
Não tive tempo de ler, mas aqui diz explicar o motivo:

http://www.scantips.com/lights/flashbasics1b.html



CoelhoRJ

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 197
Resposta #7 Online: 24 de Julho de 2013, 16:03:01
Acho o lance é saber que por conta da lei da física que a intensidade luminosa diminui com o quadrado da distância, sempre para se lembrar que um rebatedor ou um spot por exemplo colocado a X metros de um motivo, se o afastarmos para 2X metros a luz "diminui" 4 vezes. O contrário seria ao aproximarmos a fonte de luz na metade de uma distância inicial para o motivo, a Luz "aumenta" 4 vezes.

É isso? Falei mer%%%$#da?


Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 27 de Julho de 2013, 00:19:47
Coelho,


Obrigado pela contribuição.

Li e confesso que nao entendi o porque. Amanha vou ler novamente para ver se entendo, mas pelo visto a duvida nao é tao simples assim de se ter e de se responder.

Abraço.

D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


jjvgarcia

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.351
  • Sexo: Masculino
    • jjvg.me
Resposta #9 Online: 27 de Julho de 2013, 00:40:49
Não tive tempo de ler, mas aqui diz explicar o motivo:

http://www.scantips.com/lights/flashbasics1b.html


Dei uma lida rápida, e pelo que entendi a distância da câmera ao assunto altera a intensidade da luz, mas é compensada pela diminuição do tamanho do assunto, o que resulta na mesma exposição. Fisicamente falando, a quantidade de fótons que atingem o sensor é proporcional à área do assunto que vai ficando menor quando nos afastamos do assunto, ou maior quando nos aproximamos.


Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 27 de Julho de 2013, 17:17:39
jjvgarcia,

Beleza, mas como fica nos casos em que o camarada usa uma 6oo mm para encher a tela com o objeto a ser fotografado?

Sendo mais claro, imagine uma maça (ou uma melancia, caso se pretenda discutir a possibilidade de se fazer uma foto enchendo o quadro nos dois casos) bem iluminada pendurada em uma linha muito fina em um fundo totalmente escuro. Digamos que um camarada com uma 80mm faça uma foto em que a maça ocupe cerca de 1/2 da area da foto, e, claro, fique otima. Imagine isso em ISO 100, 5.6 e 1/100s. Ok. Esse camarada vai estar ha uns poucos centímetros da maça.

Agora imagine que o mesmo cara trocou a objetiva por uma 600mm, manteve os mesmos ISO 100, 5.6 e 1/100s para fazer a mesma composição. Vou imaginar que agora ele vai estar a uma distancia muito maior que a com a 80mm certo.

Ora, se nas duas fotos a maça vai ocupar a mesma area, ISO, diafragma e obturador estao na mesma configuração, como se explica a compensação que voce citou?

Vou além, se a questao esta em ocupar ou nao um determinado espaço no quadro, isso quer dizer que ao enquadrar mais ou menos, ficando na mesma distancia, a configuração de "f" deveria ser diferente?

Mais uma, entao qual seria a distancia exata, ou o percentual de enquadramento do objeto na foto, para se usar o fotômetro de mao, uma vez que depois de medido nunca vi a medida estar incorreta? (considerando tudo mais constante).

Nao ache que estou tentando discordar de você, por favor, so estou colocando em discussão questões que me fazem pensar sobre o assunto.

Sei que parece querer muito mas sou fa daquelas explicações em que a pessoa bate o olho e pensa na hora: credo, como nao pensei nisso? é tao obvio.

Foi assim com o Inverso do quadrado da distancia, quando vi os desenhos no google, e uma hora alguém vai aparecer com uma explicação tao simples que mais uma vez vou ter a mesma reação: credo, como nunca pensei nisso.

Abraço e obrigado por participar "dessa minha viagem".





 
D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


jjvgarcia

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.351
  • Sexo: Masculino
    • jjvg.me
Resposta #11 Online: 28 de Julho de 2013, 02:56:23
Soprani,

A minha resposta se baseia em uma lida rápida no texto. Eu aprendi a não me preocupar com a distância da máquina ao objeto e assim fotografo. Aliás fotografo muito menos do que gostaria.

No texto fala sobre o uso de objetivas:

Citar
Right, a focal length 2x longer (100mm vs 50mm) does make the image 2x larger, which is 4x more image area to be lighted. But f/stop is focal length / aperture diameter, so 2x more focal length is a 2x wider diameter for the same f/stop number, which is 4x more aperture area to let in light. This balances out exactly again, more light to balance the larger image area.

Resumindo, com o uso de objetivas diferentes a luz também é balanceada com a área da maior ou menor da imagem no sensor.

Não sei se eu entendi tua colocação. Se você está medindo a luz com um fotometro de mão, vai ter duas opções, medir a luz incidente lá no assunto, ou refletida no ponto onde está câmera. Me parece que a explicação é a mesma.

Não acho que está querendo discordar de mim, o fórum é para trocar ideias mesmo,  eu só não sei se eu seria a pessoa ideal para responder.  :(