Autor Tópico: Fotógrafos de natureza, CUIDADO!  (Lida 695 vezes)

fabio.labecca

  • Trade Count: (6)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 265
  • Sexo: Masculino
    • Fabio Labecca Fotografia
Online: 08 de Agosto de 2013, 10:57:56
Ae galera!
Deixo um alerta aqui para aqueles que, assim como eu, curtem andar no meio da mata pra fotografar (na minha opinião, melhor lugar não há!)... Um casal foi agredido e ameaçado por um caçador, em Santa Catarina. Essa não é a primeira vez que ouço relatos desse tipo, inclusive conheço algumas pessoas que passaram por isso, seja de caçadores ou palmiteiros:

http://www.apremavi.org.br/noticias/apremavi/794/cacador-agride-ambientalistas-com-arma-de-fogo

Nunca saiam sozinhos (eu inclusive já cometi esse erro inúmeras vezes), e dentro do possível sempre mantenham um meio de contato com a "civilização"... E sempre deixem outras pessoas avisadas sobre suas saídas!
Não é só com animais peçonhentos e acidentes que temos que nos preocupar no meio do mato...  :no:
Nikon D90 + Sigma 10-20mm f/4-5.6 + Tamron 17-50mm f/2.8 + Nikkor AF 50mm f/1.8 D + Nikkor AF-S 105mm f/2.8 G

http://fabiolabeccaphoto.wix.com/home


Sunriser

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.222
  • Sexo: Masculino
  • Deus seja louvado
    • Sunriser Photography Facebook
Resposta #1 Online: 08 de Agosto de 2013, 11:17:54
Que situação estranha... mas é muito improvável de acontecer algo assim.


fabio.labecca

  • Trade Count: (6)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 265
  • Sexo: Masculino
    • Fabio Labecca Fotografia
Resposta #2 Online: 08 de Agosto de 2013, 11:28:42
Que situação estranha... mas é muito improvável de acontecer algo assim.

Infelizmente, não é difícil de acontecer não  :no:... Aliás, é mais comum do que se pensa!
Até mesmo as Unidades de Conservação estão sendo cada vez mais invadidas por palmiteiros e caçadores. O problema é a falta de verba e estrutura para fiscalizar a entrada desse tipo de criminoso em áreas protegidas, sem contar, é claro, a alta demanda por carne de caça e palmito, que estão altamente valorizados no mercado!
Nikon D90 + Sigma 10-20mm f/4-5.6 + Tamron 17-50mm f/2.8 + Nikkor AF 50mm f/1.8 D + Nikkor AF-S 105mm f/2.8 G

http://fabiolabeccaphoto.wix.com/home


cquevedo

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.710
  • Sexo: Masculino
    • Todas as Minhas Fotos
Resposta #3 Online: 08 de Agosto de 2013, 11:59:38
"...O problema é a falta de verba e estrutura para fiscalizar a entrada desse tipo de criminoso em áreas protegidas, sem contar, é claro, a alta demanda por carne de caça e palmito, que estão altamente valorizados no mercado!"

Junte-se a isso a falta de vontade política em resolver o problema, uma vez que esse tipo de investimento não aparece para as massas. Aliás, conservação e proteção da natureza passa longe dos interesses governamentais atuais.
"O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem."


Patagonico

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.979
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 08 de Agosto de 2013, 12:05:17
Paíszinho vergonhoso, dentro da própria propriedade. Reluto e sempre relutarei em fotografar aqui dentro.


efilho

  • Trade Count: (23)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.804
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 08 de Agosto de 2013, 12:13:49
Cada país com o seu tipo de animal predador: nos EUA vc pode ser atacado por urso ou puma, e aqui por gente...  :(


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.302
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #6 Online: 08 de Agosto de 2013, 13:19:29
Hehe... não sei quem foi mais mole...

Caçador mané, com um rifle, encurtar distancia a ponto de permitir uma reação.

O fotógrafo parece já ter uma certa idade e fica complicado reagir,  mas depois de ter desviado a mira, largasse a câmera e enfiasse porrada no cara.


Fernandez

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.319
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 08 de Agosto de 2013, 14:34:30
Da leitura da noticia, deduzo duas coisas:
1) lamentável a situação
2) aposto que a máquina do pobre ambientalista não era uma 7D

Enviado de meu GT-I9300 usando o Tapatalk 2
Tecpix + motorola do guga


fabio.labecca

  • Trade Count: (6)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 265
  • Sexo: Masculino
    • Fabio Labecca Fotografia
Resposta #8 Online: 08 de Agosto de 2013, 14:38:54
Sem querer fazer sensacionalismo, mas para que fique claro que este tipo de acontecimento é (infelizmente) mais frequente do que imaginamos:
http://www.oeco.org.br/noticias/27455-biologo-que-denunciava-crimes-ambientais-e-encontrado-morto
Patagonico, confesso que muitas vezes penso duas, três, quatro ou até cinco vezes antes de sair pra fotografar, e não estou falando de fotografar dentro de cidades não...  :no:
Nikon D90 + Sigma 10-20mm f/4-5.6 + Tamron 17-50mm f/2.8 + Nikkor AF 50mm f/1.8 D + Nikkor AF-S 105mm f/2.8 G

http://fabiolabeccaphoto.wix.com/home


Paulo Arruda

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.963
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 08 de Agosto de 2013, 14:46:49
Porque cobriram o rosto do caçador com tarja preta nas imagens???
TEm que denunciar e prender esse vagabundo... ainda mais que era conhecido e continuou a agressão.


Fernandez

  • Trade Count: (8)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.319
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 08 de Agosto de 2013, 14:54:43
não sei se ele não é menor... talvez por isso
Tecpix + motorola do guga


fabio.labecca

  • Trade Count: (6)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 265
  • Sexo: Masculino
    • Fabio Labecca Fotografia
Resposta #11 Online: 08 de Agosto de 2013, 15:03:20
Nikon D90 + Sigma 10-20mm f/4-5.6 + Tamron 17-50mm f/2.8 + Nikkor AF 50mm f/1.8 D + Nikkor AF-S 105mm f/2.8 G

http://fabiolabeccaphoto.wix.com/home


Patagonico

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.979
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 08 de Agosto de 2013, 15:57:28
Sem querer fazer sensacionalismo, mas para que fique claro que este tipo de acontecimento é (infelizmente) mais frequente do que imaginamos:
http://www.oeco.org.br/noticias/27455-biologo-que-denunciava-crimes-ambientais-e-encontrado-morto
Patagonico, confesso que muitas vezes penso duas, três, quatro ou até cinco vezes antes de sair pra fotografar, e não estou falando de fotografar dentro de cidades não...  :no:
Reservas nacionais desse país são um fiasco, não há controle de nada. Os parques existem apenas com delimitação geográfica em mapas, quando alguém de fora me pergunta sobre fotografar nos parques nacionais brasileiros, eu faço questão de deixar bem conscientes do risco que podem correr. Há uns anos um amigo me comentou que um pessoal ( amigos dele ) o convidaram pra ir ao Jalapão, passando pelo Pantanal, todos 4x4, disse que se eu quisesse me juntar à turma não haveria problema. Na época estava com as minhas férias marcadas pra ir viajar e recusei, mesmo que tivesse disponibilidade não iria, eu agradeci e ainda brinquei, boa sorte e tomara que não voltem a pé ( já havia ficado sabendo de assaltos naquela região ). No Mato grosso foram roubados em um hotel/posto de combustível de beira de estrada ( no meio do nada ) 3 carros arrombados, equipamentos de rádio e px, estepes rodas e etc, um dos jipes deixaram sem as 5 rodas. Um preju daqueles. Ninguém viu nada! Fizeram BO na cidade mais próxima em vão, os policiais fizeram pouco caso. Resumo da ópera,  a turma fez uma vaquinha para ajudar o mais prejudicado com os pneus e rodas pra continuar, colocaram em um plataforma e foram até Campo Grande, colocaram rodas e pneus, mas no fim todos desistiram e acabaram indo para as prais de SC.
Fiz enduro de moto por 15 anos, em alguns fins de semana fazia umas trilhas/treino. O pessoal começou a alertar sobre assaltos na trilha ( meio do mato ), em Santa Tecla, Gravataí-RS, roubavam motos e equipamentos, estendiam arames, colocavam galhos e atiravam e alguns casos, o pessoal parava e os cara assaltavam. Não acreditei muito, num outro sábado passando por uns trilheiros que nos pararam e nos alertaram que tentaram assaltar eles com um arame espichado no meio da trilha, o primeiro caiu, mas rápido se levantou, chegaram a ser perseguidos por uns caras de facão, tiveram sorte.Nunca mais dei as horas por la, alguns começaram a andar armados, fiquei sabendo de um que quando desceu da moto a pistola disparou no chão rsrs.
Risco todos corremos quando saímos pra onde for que seja, mas eu dispenso esse fator de risco "plus". Quando planejo fazer uma coisa prazerosa, ferias ou lazer, analiso muito bem antes de sair, principalmente fotografar, sempre estamos muito expostos e relativamente distraídos.
Essa foi no campeche: http://ricmais.com.br/sc/seguranca/videos/fotografo-e-assaltado-na-praia-do-campeche-em-florianopolis/