Autor Tópico: Freelancer, quanto cobrar a saída?  (Lida 7599 vezes)

Diego.H

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 120
Online: 09 de Agosto de 2013, 15:59:43
Pessoal, quanto vocês estão cobrando a saída para fazer umas fotos tipo freelancer?
As fotos seriam para festas infantis, casamento e moda.


sergiotucano

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.633
Resposta #1 Online: 09 de Agosto de 2013, 16:14:23
Bah! Muitas variáveis...

hora de serviço + deslocamento + valor do dvd + valor do album + depreciação dos equipamentos + alimentação + valor por hora de edição ... E vai colocando variáveis de acordo com sua necessidade :ok:
Panasonic Lumix G2  G-Vario14-42mm Flash Metz 36AF-5
http://www.flickr.com/photos/sergiotucano/


Diego.H

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 120
Resposta #2 Online: 09 de Agosto de 2013, 16:20:39
Ok Sérgio, mas para eu ter uma ideia vamos dizer seja apenas o trabalho no período da tarde, sem contar todas essas variáveis. Assim é só somar com os gastos. Quanto seria mais ou menos?



Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.119
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #3 Online: 09 de Agosto de 2013, 18:43:05
Bah! Muitas variáveis...

hora de serviço + deslocamento + valor do dvd + valor do album + depreciação dos equipamentos + alimentação + valor por hora de edição ... E vai colocando variáveis de acordo com sua necessidade :ok:

Quantas variáveis para um freela!!! Não sei não heim!!!

Diego, aqui em Sorocaba o teto é de R$250,00 para casamento, Equipamento bom e fotógrafo experiente.

Nego com Rebel e lente do kit anda fazendo freela aqui em troca de banana... e banana ainda é muito para alguns.




viniciustb

  • Trade Count: (9)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 710
    • http://vinibrandini.com.br
Resposta #4 Online: 09 de Agosto de 2013, 19:28:42

Diego, aqui em Sorocaba o teto é de R$250,00 para casamento, Equipamento bom e fotógrafo experiente.


Caramba, tá ruim o negócio aí hein?!

Eu pago no mínimo R$ 400 e ainda disponibilizo boa parte do equipamento, busco/levo a galera que mora mais perto. Se morar longe, deixa o carro na minha garagem e vamos só com o meu.

abs


sergiotucano

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.633
Resposta #5 Online: 09 de Agosto de 2013, 22:24:55
Quantas variáveis para um freela!!! Não sei não heim!!!

Diego, aqui em Sorocaba o teto é de R$250,00 para casamento, Equipamento bom e fotógrafo experiente.

Nego com Rebel e lente do kit anda fazendo freela aqui em troca de banana... e banana ainda é muito para alguns.

Mas é um frella que precisa mais dessas variáveis. :ok:

Se a pessoa trabalha para uma agência o dep. administrativo da empresa irá passar o valor para o cliente com todas essas variáveis já  calculadas.

Teoricamente, R$250,00 por um casamento é um valor muito baixo, principalmente se for colocar na ponta do lápis.
Mas cada um é cada um e cada região é diferente, custo de vida etc. E se o frella precisar da ajuda de outro fotógrafo? Os dois iriam receber 250,00? O segundo fotografo iria receber menos? Será que um colega aceita sair para fotografar casamento para receber R$150,00?

Profissionalmente falando não é um bom jogo cobrar muito menos e nem muito mais do que a média do mercado. Uma hora ou outra a casa cai.

Vamos pensar numa pessoa que esteja tentando sobreviver como freelancer. Digamos 5 casamentos mensais.
Cobrando R$250,00 então seriam R$1250,00 mensais, não sei se é um valor que possibilite a um fotografo sobreviver...

Imagina uma agência que cobre R$250,00 por casamento! Oque acontece? Dificilmente irá sobreviver mais do que uns 5 anos.

Panasonic Lumix G2  G-Vario14-42mm Flash Metz 36AF-5
http://www.flickr.com/photos/sergiotucano/


C. Ferrari

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.768
  • Sexo: Masculino
  • Em busca de conhecimento, sempre.
    • Trabalhos
Resposta #6 Online: 09 de Agosto de 2013, 22:45:21
no mínimo R$ 600,00 a diária. (6hrs) + alimentação/trasnporte


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.119
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #7 Online: 10 de Agosto de 2013, 00:17:55
Mas é um frella que precisa mais dessas variáveis. :ok:

Se a pessoa trabalha para uma agência o dep. administrativo da empresa irá passar o valor para o cliente com todas essas variáveis já  calculadas.

Teoricamente, R$250,00 por um casamento é um valor muito baixo, principalmente se for colocar na ponta do lápis.
Mas cada um é cada um e cada região é diferente, custo de vida etc. E se o frella precisar da ajuda de outro fotógrafo? Os dois iriam receber 250,00? O segundo fotografo iria receber menos? Será que um colega aceita sair para fotografar casamento para receber R$150,00?

Profissionalmente falando não é um bom jogo cobrar muito menos e nem muito mais do que a média do mercado. Uma hora ou outra a casa cai.

Vamos pensar numa pessoa que esteja tentando sobreviver como freelancer. Digamos 5 casamentos mensais.
Cobrando R$250,00 então seriam R$1250,00 mensais, não sei se é um valor que possibilite a um fotografo sobreviver...

Imagina uma agência que cobre R$250,00 por casamento! Oque acontece? Dificilmente irá sobreviver mais do que uns 5 anos.

Acho que nossa concepção de Freela ta diferente, um freela para mim, é o cara que vai no evento, faz o trabalho, ao final descarrega as fotos para seu contratante e fim. Tratamento, álbum, DVD, isso é com o contratante.

Sorocaba acho que é um dos mercados mais prostituídos de fotografia que eu conheço. Se eu adicionar um valor de R$450,00 no orçamento por um segundo fotografo, aqui, perco o contrato. R$600,00 então, nem em SP eu vi.

Não estou defendendo R$250,00 para Freela, eu mesmo não faço, prefiro ficar coçando o saco no sábado, a ir fotografar casamento a R$250,00, mas já fiz muito isso qdo tava começando e não me arrependo. Sou uma das raras exceções aqui que paga R$300,00 para um freela, gostaria de pagar mais, mas não tem como.


Diego.H

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 120
Resposta #8 Online: 10 de Agosto de 2013, 12:07:04
Fiz uma pesquisa aqui em Recife e a maioria da galera tá cobrando entre 600 e 700R$. Existe aqueles que cobram 300, 400 e eu vi um caso de uma pessoa que cobrava 48(acho que no peixe urbano) em Olinda. Uma amiga resolveu arriscar e fazer fotos com ela e eu nunca vi fotos mais feias entre os profissionais!!
Mas casamento por 250 ou 300 eu não faço, a responsabilidade é muita e o dinheiro não cobre isso. Talvez faça em um situação diferente onde eu veja que a pessoa realmente precise e não tem o dinheiro.

Cheguei a conclusão que pra mim isso depender de três coisas:
1) Se as fotos realmente vão fazer uma diferença no curriculum
a) neste caso acho que vale a penas a abrir uma exceção, se estiver começando.
2)Se precisa alugar equipamento
a) neste caso teremos que acrescentar o valor do aluguel e uma taxa para cobrir qualquer eventualidade
3) Se vou precisar de um assistente
a) Aí tem que separar o dinheiro do rapaz

Cada situação vai pedir uma determinada ação que vai refletir no bolso, mas cheguei a conclusão que em média, no meu caso, menos de 600R$ + alimentação+ transporte não vai pagar o meu dia e meu tempo.


sergiotucano

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.633
Resposta #9 Online: 10 de Agosto de 2013, 12:15:13
Acho que nossa concepção de Freela ta diferente, um freela para mim, é o cara que vai no evento, faz o trabalho, ao final descarrega as fotos para seu contratante e fim. Tratamento, álbum, DVD, isso é com o contratante.

Sorocaba acho que é um dos mercados mais prostituídos de fotografia que eu conheço. Se eu adicionar um valor de R$450,00 no orçamento por um segundo fotografo, aqui, perco o contrato. R$600,00 então, nem em SP eu vi.

Não estou defendendo R$250,00 para Freela, eu mesmo não faço, prefiro ficar coçando o saco no sábado, a ir fotografar casamento a R$250,00, mas já fiz muito isso qdo tava começando e não me arrependo. Sou uma das raras exceções aqui que paga R$300,00 para um freela, gostaria de pagar mais, mas não tem como.

Roberto, freelancer é aquele que faz trabalhos por conta própria.
O Contratante pode ser o cliente que esta se casando, pode ser o primeiro fotógrafo que precisou de mais um ou pode ser uma agência que esta sem plano de contingência e precisa de um fotógrafo extra urgente.

No seu caso, parece que já é um fotógrafo que em algumas ocasiões contrata um segundo fotógrafo para lhe ajudar.
No caso, se não for de uma agência, ou não for PJ, você é o freelance! :D
E se realmente o é, garanto que não cobra R$300,00 por uma noite fotografando.  :ok:
Panasonic Lumix G2  G-Vario14-42mm Flash Metz 36AF-5
http://www.flickr.com/photos/sergiotucano/


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.119
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #10 Online: 10 de Agosto de 2013, 12:54:00
Roberto, freelancer é aquele que faz trabalhos por conta própria.
O Contratante pode ser o cliente que esta se casando, pode ser o primeiro fotógrafo que precisou de mais um ou pode ser uma agência que esta sem plano de contingência e precisa de um fotógrafo extra urgente.

No seu caso, parece que já é um fotógrafo que em algumas ocasiões contrata um segundo fotógrafo para lhe ajudar.
No caso, se não for de uma agência, ou não for PJ, você é o freelance! :D
E se realmente o é, garanto que não cobra R$300,00 por uma noite fotografando.  :ok:

Sergio, você esta dizendo que, o que define o freelance é o CNPJ, nesta linha até entendo seus comentários e afirmo que por R$700,00 nem saio de casa.

Mas não vejo desta forma não, para mim e para 99,9 % dos fotógrafos que conheço, o freelance é o cara que fotografa para vc, em um evento cujo contrato é seu, a obrigação que ele tem é de entregar as fotos apenas. Essa definição, pode não ser a correta, mas é a prática aqui na região.

E se o Diego se refere a freelance como o cara que apenas não tem o CNPJ, então pode subir esses preços ai.
« Última modificação: 10 de Agosto de 2013, 12:56:20 por Roberto Dellano »


nildes

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 219
Resposta #11 Online: 10 de Agosto de 2013, 16:48:46
Hauhauhau... concordo com o Sérgio...
Todo o ser humano que não é cadastrado ou empregado é por definição, um freelancer.  :hysterical:
E no meu ponto de vista "ignorante" (de ignorar o mercado fotográfico, mesmo  :hysterical:) ainda existe algumas outras considerações:
- você vai ser um freelancer como primeiro fotógrafo ou irá como um "ajudante"? Como ajudante, você irá tratar as fotos ou não? Pode ser que queiram que as fotos já sejam entregues corrigidas, apesar de que acredito que isto deve acontecer muito pouco, uma vez que a linha de tratamento de um fotógrafo pode ser muito diferente do outro, principalmente se eles não tem o hábito de trabalhar juntos...
- você vai ser 2° fotógrafo de quem? Uma coisa é você se 2° fotografo de uma pessoa x, que está começando, outra coisa é você ser 2° fotógrafo do cára que é referencia na sua região em relação a fotografia... vale lembrar que, apesar de que você deve sempre fazer o melhor, pode ser (eu disse PODE SER e não É CERTO!) que o fotógrafo referencia seja mais exigente com o trabalho... apesar de que isso é balela... mas se o cara referencia cobra 13 mil pra um casamento, você como frellancer pode cobrar mil ou 2 mil se quiser...
Eu acho que, para quem tá começando, não tem portifolio, não tem coragem de pegar um evento inteiro sozinho e blá... blá... blá... talvez valha a pena pegar pela faixa de uns 250 a 300 dilmas pelo aprendizado... e eu acho tb desde que você possa tratar as fotos depois por si e usá-las no seu portifolio também... agora, pra um trabalho sozinho ou mais elaborado (tratado), com muitas fotos, com evento inteiro coberto, acho que você tem q cobrar pelo menos uns 1000 reais (pra ficar mto barato!) mais o valor do album... que pode variar mto...


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #12 Online: 10 de Agosto de 2013, 19:18:58
Freelancer, dentro do mercado de fotografia de casamento, é o fotógrafo que é contratado pelo fotógrafo principal e tem, exclusivamente, a obrigação de entregar ao final do evento as fotos obtidas. Não tem tratamento, não tem briefing, não tem trash the dress, não tem pre-wedding (que nomezinho feio), etc...

2º fotógrafo faz parte do staff permanente do fotógrafo principal. Geralmente nesse caso o 1º fotógrafo é pessoa jurídica. O 2º fotógrafo é um especie de assistente na empresa. Pode se responsabilizar inclusive pelo tratamento das imagens e participar do trash the dress, pre-wedding, etc...

Já em agências é diferente... Para elas freelancer é todo o fotógrafo que vende imagens avulsas para eles e não tem relação de emprego (carteira assinada) com a agência. A relação pode ser frequente (o cara que vende quase todo dia) ou ocasional (o passante que fez um flagrante com um celular e apresentou a uma agência de notícias).
Agências de publicidades usam muito fotógrafos freelancers. Mas nesse caso ACHO que 100% é pessoa jurídica.

Meus 2 centavos...
« Última modificação: 10 de Agosto de 2013, 19:19:19 por Mr. Hyde »

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Rafael.l

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.871
Resposta #13 Online: 10 de Agosto de 2013, 21:22:45
Citar
mas se o cara referencia cobra 13 mil pra um casamento, você como frellancer pode cobrar mil ou 2 mil se quiser...

e tem disso?

se eu fosse um fotografo de 1, 2k eu não sairia pra receber R$200,00,

Se eu fosse um de 13k não contrataria um de R$200, contrataria um de 1, 2 k


André Luis Jacob

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.309
  • Sexo: Masculino
    • Jacob Fotografia Criativa
Resposta #14 Online: 10 de Agosto de 2013, 21:48:43
acho que ta meio esquisito... tratamento, dvd, album, deslocamento... sei nao em... Eu chamo pra freela amigo meu que confio, sei que fotografa bem e tem equipamento bom(e nao trabalha exclusivamente com fotografia), se houver deslocamento, eu pago ou eu levo. Tratamento fica comigo, contato com cliente comigo, diagramaçao, tudo comigo, o cara faz a parte mais "fácil" que normalmente é fazer as fotos obrigatorias(no caso de um casamento) com familia, amigos, essas coisas e me dar os arquivos no fim para passar pro cliente escolher... eu fico com as fotos que sao tentar por meu estilo de olhar sem me preocupar com a parte facil mas que consome tempo. Normalmente o valor final da um total de 300 reais por freela, uns 30/50 reais a hora... Lógico que o dia que conseguir cobrar mais, vou pagar mais pro freela, é tudo questao do orçamento, se eu for cobrar 600 reais a mais pro freela eu nao fecho o contrato com o cliente... enquanto assistente sai na faixa de 100 reais mesmo, afinal de contas é dificil quem trabalhe exclusivamente com isso

Lógico que nao acho totalmente justo, queria eu poder pagar bem, mas foi como falaram, nao funciona assim...

E quanto a ter referencia pelo teu orçamento é complicado, o cara tem que ter o valor dele por hora ou por trabalho e pronto, nao pelo teu orçamento, meu orçamento inclui todo o job de atender cliente, mandar fotos, fotografar no dia, diagramar, entrar em contato com cliente de novo pra autorizar diagramaçao, entrar em contato com grafica pra imprimir, entregar trabalho, cobrar...Se o cara acha que o trampo dele que é ir la clicar e ir pra casa sem preocupaçao(e receber adiantado) vale 2 mil, beleza, mas eu nao tenho como pagar... seria o mesmo que eu me basear no orçamento pela aparencia ou pelo dinheiro que a pessoa possui, se for rico eu cobro 10 mil reais pelo job, se for pobre cobro 500... nao, tenho o meu preço e cobro o que acho que meu trabalho VALE em geral, nao naquela ocasiao em especifico, alem de sem noçao eh anti-ético, ja tenho que prestar conta pro governo agora vou prestar conta pro freelance tambem .-.?



P.S.: Nao estou desmerecendo os freelancers, mas acho que a galera aqui ta confundindo freelance com segundo fotografo, segundo fotografo participa de todo o processo, é um sócio(pode até nao ser no estudio, mas naquele trabalho em especifico ele é seu sócio), ai os lucros serao divididos e o trabalho também, o cara vai ficar acordado de madrugada ajudando e auxiliando na diagramaçao, vai correr atras do cliente se acontecer qualquer coisa, vai ter o nome no album também, vai ajudar na ediçao, se der merda ele vai responder junto com voce, no contrato ele vai assinar também... tudo igual.


my 2 cents