Autor Tópico: Compras nos EUA !  (Lida 1247 vezes)

flammarion

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 26
Online: 31 de Julho de 2006, 16:05:14
Todos sabem q pra comprar qualquer coisa aqui no Brasil é brabo...é tudo caro.
Existe alguma seguranca em comprar fora do pais ?
Tipo...
Comprar através de alguem nos EUA e pedir pra despachar para o Brasil, será q chega ? :denken:
Através do site www.precomania.com.br, dá pra se ter uma ideia dos precos das cameras lá fora...tem muita coisa barata...o problema é chegar até no Brasil.
Tem tb o site www.froogle.com q tb faz buscas em lojas nos EUA.

Abraço


GMarigo

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 980
    • http://
Resposta #1 Online: 31 de Julho de 2006, 16:08:56
legalmente, ao entrar no pais, vc deverá pagar o imposto sobre importação que é de 60-70% sobre o valor do produto.

Existe uma possibilidade e risco da encomenda passar direto pela alfândega pq as vezes eles trabalham com o sistema de amostragem, mas isso não é nem um pouco garantido.
[[span style=\'color:gray\']gabrielmarigo[span style=\'color:red\']][/font][/span][/span]


Matheus

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.381
  • Sexo: Masculino
    • http://www.mundofotografico.com.br
Resposta #2 Online: 31 de Julho de 2006, 16:09:11
Flammarion, são varias fatores que envolvem esse encomenda que vc quer fazer. Uma coisa é vc mandar "importar" legalmente, esse sim chega na boa, pagando os impostos, etc.

Mas para sair barato como vc deseja, tem q arrumar algum jeito pra desviar o produto da Receita Federal, mas, esse sim, ninguem, mas ninguem mesmo pode te garantir que vai chegar.

T+


flammarion

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 26
Resposta #3 Online: 31 de Julho de 2006, 16:13:37
Acho q o melhor jeito é arrumar alguem q more lá pra trazer pra ficar livre desses impostos, pq se for pagar esses 60%-70%, é quase melhor comprar por aqui mesmo ! rsrs


GMarigo

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 980
    • http://
Resposta #4 Online: 31 de Julho de 2006, 16:34:02
Citar
Acho q o melhor jeito é arrumar alguem q more lá pra trazer pra ficar livre desses impostos, pq se for pagar esses 60%-70%, é quase melhor comprar por aqui mesmo ! rsrs
Não é bem assim, pq segundo um amigo meu q é policial federal, a pessoa q vem com um equipamento desses TEORICAMENTE tem que declarar, e na saída vão verificar se ele ainda está com o equipamento.
É claro que não é sempre que isso acontece e tem até como passar desapercebido, mas continua sendo outro risco.
[[span style=\'color:gray\']gabrielmarigo[span style=\'color:red\']][/font][/span][/span]


jesieltrevisan

  • Trade Count: (3)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.655
  • Sexo: Masculino
  • Harmonize-se
Resposta #5 Online: 01 de Agosto de 2006, 09:01:47
Não dá nada.
Os caras são fanáticos por Lap Top, param qualquer um.
Tudo o que não for Lap Top, passa numa boa, é dificil eles pararem.

Principalmente camera digital, que nos usa tem de 50 a 2000 dolares, eles não sabem os valores dos equipamentos.

Sempre a galera do projeto esta indo para clientes nos USA, e sempre voltam com varias coisas.

Qualquer hora, trago uma D50 + umas 2 lentes boas :)

E o melhor: Maide USA :)
Canon EOS 5D + BG-E4 + Canon EOS Kiss (300D) 
Canon EF 50mm f/1.8 mk I + Canon EF 100mm f/2 + Canon EF 28-70mm  f/3.5~4.5 II + Sigma 18-50mm f/2.8 DC EX  + 430EX II
--
Dúvida sobre as regras do fórum? --> REGRAS GERAIS
Dúvidas gerais? -->FAQ


helder84

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.187
Resposta #6 Online: 01 de Agosto de 2006, 09:21:16
Verdade Jesiel, ja me falaram isso também.
Não adianta mesmo pararem qualquer um. Eles tem que se preocupar com os grandes, e não com os pequenos que não vão levar a lugar algum  :thmbup:  
Helder Viana

"É um que sabe mais que o outro."


flammarion

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 26
Resposta #7 Online: 01 de Agosto de 2006, 12:57:37
Eu já ouvi dizer q no caso de Lap Top vc tem q provar q vc está entrando com um Lap Top, e na saida vc nao tem problema. Tipo assim vc arruma uma carcaça de um Lap Top velho, só pra declarar q vc está entrando com um, depois vc compra um outro declara o outro na saida.
Só nao sei se é tao facil assim..rsrs


Eduardo Proença

  • Trade Count: (9)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.292
    • http://www.olhares.com/edup90
Resposta #8 Online: 01 de Agosto de 2006, 13:23:15
Gente, não é fácil assim não.
Os fiscais da receita nào são ingênuos e sabem muito bem o que fazem.
Os caras tem um computador ligado na internet direto e sites com referencias de preço. E outra, hoje em dia quase todas as bagagens passam pelo raio X. E se o cara te escolher já era.
Quanto a levar a carcaça de um laptop velho, isso é lenda.
Hoje quando vc sai com um equipamento do Brasil tem que registrar na receita e no registro consta modelo e número de série.
A única solução garantida é ter um amigo por lá....  :laughing:
« Última modificação: 01 de Agosto de 2006, 13:23:44 por Eduardo Proença »
Eduardo Proença - Rio de Janeiro
Meu Flickr


cavasotti

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 664
    • http://www.flickr.com/photos/cavasotti
Resposta #9 Online: 01 de Agosto de 2006, 13:25:17
Pessoal.. vcs tao falando coisas que nao existem..
nao tem essa de declarar na entrada e tudo mais..

Voce pode declarar na saida do brasil, que esta saindo com um determinado bem, para na volta, nao ter problemas.. mas ai vc coloca serial modelo e tudo mais.. e o cara vai conferir na sua volta ao brasil se eh o mesmo material declarado...

Na entrada no brasil, teoricamente voce tera de declarar seus bem adquiridos na viagem. vc tem uma cota de U$500 para trazer e mais U$500 no Duty Free.. bom.. os impostos, na hora da declaracao, sao de 50% do que passar de U$500. Ou seja.. se vc comprar um laptop de $1000, 500 eh a sua cota, 500 eh o que passou. vc paga 50% de 500 = U$250.

As unicas pessoas que provavelmente terao alguma chance de passar com esse tipo de bem, sao as pessoas que moram la. Ai eh onde eu me enquadro.. e mesmo assim demorei 30 minutos pra convencer o cara da receita que o laptop era meu de trabalho e nao para vender aqui no brasil.. tive que mostrar toda a papelada da facu, e mostrar ainda meus documentos de trabalho dentro do laptop.. isso ai, tive que ligar o laptop e mostrar pro carinha.. o bom foi que ele ficou tao focado no meu laptop que esqueceu do equipamento fotografico.. ainda bem!!
hehe

Entao, eh isso que acontece..

Abraco


Eduardo Cavasotti - Florianopolis, SC. - New York, NY.


cavasotti

  • Trade Count: (1)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 664
    • http://www.flickr.com/photos/cavasotti
Resposta #10 Online: 01 de Agosto de 2006, 13:30:18
Citar
Gente, não é fácil assim não.
Os fiscais da receita nào são ingênuos e sabem muito bem o que fazem.
Os caras tem um computador ligado na internet direto e sites com referencias de preço. E outra, hoje em dia quase todas as bagagens passam pelo raio X. E se o cara te escolher já era.
Quanto a levar a carcaça de um laptop velho, isso é lenda.
Hoje quando vc sai com um equipamento do Brasil tem que registrar na receita e no registro consta modelo e número de série.
A única solução garantida é ter um amigo por lá....  :laughing:
estavamos escrevendo na mesma hora.. hehehe
eu acho engracado q o pessoal que nao conhece inventa cada papo..
mas eh isso ai.. oq a gente falou eh verdade...
quando eu vim com um laptop em 2000, nao morava la ainda..
o cara deixou ate eu procurar na internet se achava um preco menor que o da minha nota.. mas nao deu..

E a ultima vez q eu vim.. via Rio de janeiro (o pior lugar pra tentar passar com muamba.. SP eh muito mais tranquilo que o RIO) ele passaram as malas de TODOS os passageiros no raio X.. se tivesse qualquer coisa eletronica tinha q abrir e mostrar...
 


Eduardo Cavasotti - Florianopolis, SC. - New York, NY.


Eduardo Proença

  • Trade Count: (9)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.292
    • http://www.olhares.com/edup90
Resposta #11 Online: 01 de Agosto de 2006, 13:44:11
Ano passado eu trouxe um Personal in ear monitor no valor U$1.100 e um multi efeitos prá guitarra que custou U$399.
Coloquei um aparelho em cada mala e quando passou no raio X o fiscal na hora mandou eu abrir a mala que estava o multi efeitos por que é bem maior e cheio de botões e com um visor LCD.
O cara na hora já me disse que aquilo com certeza valia muito mais de U$500 e disse que nem adiantava mostrar nota. Eu por sorte tinha trazido a revista da loja constando as ofertas e que constava tb o multi efeitos.
Mostrei a revista pro fiscal e ele deu uma risadinha dizendo que eu  um cara experto.
Nesse caso ele cresceu o olho no equipamento maior e nem viu o outro que era bem menor e que estava na outra mala.
Enfim, a coisa pode ser meio absurda.
Se o fiscal estiver de mau humor, é capaz dele resolver taxar alguma coisa que vc tenha até comprado por menos de U$500.
É absurdo, mas é real. :nonono:  
Eduardo Proença - Rio de Janeiro
Meu Flickr


flammarion

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 26
Resposta #12 Online: 01 de Agosto de 2006, 14:24:49
É, nao tem jeito nao...o negocio nao é facil entao nao !
Se vc for trazer esse tipo de coisa pessoalmente é arriscado te pegarem, se vc optar pela loja mandar pra vc, como no caso da BH, vc tem q pagar uma taxa lá q sao bem salgadinhas.
Melhor comprar coisa pequena e arrumar alguém pra trazer.


Cesar Souto

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 604
Resposta #13 Online: 01 de Agosto de 2006, 18:40:35
A taxa de isenção de $500 é real, e antes existia um duty free pelos correios também, tudo que fosse mandando como presente e declarado abaixo de $50, mas tinha que ser de pessoa física, de loja não..
Mas até hoje tem esquemas pra não ser sobretaxado em 60%
Cesar Souto Jr.
Rio de Janeiro - RJ