Autor Tópico: Fotojornalismo freela  (Lida 793 vezes)

lpachec

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 1
Online: 04 de Setembro de 2013, 11:10:07
Saudações colegas de lentes!
Me registrei aqui para postar o que aconteceu comigo e queria um feedback de vocês, pois a situação é bem bizarra. (não caiu a ficha aqui ainda).

Há quase 1 ano presto serviços de fotografia para um jornal da minha cidade. Começaram a me chamar para cobrir as folgas, férias e/ou quando havia conflito de horário das pautas. Primeiro me chamavam bem esporadicamente e logo as solicitações começaram a ser bem frequentes. Eu e o chefe da redação havíamos combinado que o preço seria de 100 reais por saída, achei razoável. Não fizemos contrato pois, como já mencionei, no começo era esporádico, coisa que me arrependo amargamente... Aliás, NUNCA façam isso! SEMPRE assinem um contrato para as duas partes com detalhes básicos da relação.
Enfim, o jornal passou por uma reestruturação, mudaram de endereço (para um lugar bem menor), começaram a atrasar alguns pagamentos, reduziram custos e mandaram muita gente embora, entre eles, 4 fotógrafos que trabalhavam fixos ali (ficou só 1) e eu continuei como freela e, obviamente a quantidade de serviços aumentou muito para mim. Acho que já dá pra ter noção da M que vai acontecer né?
Comecei a trabalhar bem mais e a tirar aproximadamente 2,400$ por mês, começaram a atrasar demais os pagamentos. Findo o mês de agosto, enviei a NF e a prestação de serviços e o editor surtou. Disse que estou em outra realidade, que não era isso que havia sido proposto (nada me foi proposto de novo além dos 100 reais nos longínquos 11 meses atrás)  e que ele iria conseguir pagar 90 reais por DIA trabalhado, independente do número de pautas, com isso o rendimento ficaria menos de 1/3 do que estava recebendo. |WTF!

Ai eu fui consultar a internet e me deparei com este site:
http://www.arfoc-sp.org.br/index.php/servicos/tabela

E percebi que eu já estava cobrando barato demais antes! No site diz que o serviço deve ser cobrado por FOTO (miolo 160, capa 599). E agora vem com essa proposta escrava.. Se é pra receber 90 reais por dia, viro jardineiro, diarista, segurança de bar e ainda ganho vale transporte e refeição!
Desconfio que estão querendo que eu simplesmente abandone, para dar um lugar para um sobrinho de alguém com uma rebel qualquer da vida... E, claro, sem me pagarem.

Questiono:
Quem aqui é do meio já vivenciou uma coisa bizarra dessa? Surtos repentinos do chefe para justificar o não pagamento?
O que faço?
Tenso ...

Agradeço desde já! Me perguntem caso houver algo que não ficou claro, aponte saídas, etc...


C. Ferrari

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.768
  • Sexo: Masculino
  • Em busca de conhecimento, sempre.
    • Trabalhos
Resposta #1 Online: 04 de Setembro de 2013, 13:52:07
Contrata um advogado.


Sobre a arfoc, os preços ali nõa são nem de perto o que é feito no mercado.

Eu vendi fotos pra capa de jornais aqui do RS e pra SP e o valor é o mesmo do miolo, gira em torno de 40-60 reais por foto... e como uma parte fica com a agencia, o que eu recebo gira em torno de 15-20.

Fotojornalismo não dá dinheiro.


Linn

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
Resposta #2 Online: 11 de Setembro de 2013, 17:13:29
Você não registrou esse acordo em nenhum lugar? (email, por ex.)
Porque acho que mesmo que você contrate um advogado, vai precisar de provas ou de alguma testemunha para comprovar o acordo de vocês.

O cara que fez o acordo é o mesmo que surtou contigo? Porque ele pode ter usado de má fé desde o princípio, sabendo que vocês não tinha feito qualquer registro de nada.


Mr. Hyde

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 16.575
  • Sexo: Masculino
    • Faceboock
Resposta #3 Online: 12 de Setembro de 2013, 13:26:31
Contrate um advogado e dê uma queixa trabalhista.
A conta vai ficar salgada e ele vai fazer um acordo com vc.

____________________
"Deus perdoe o Mal que habita em mim" M. Nova


Fabio Pedro

  • Trade Count: (10)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.941
  • Sexo: Masculino
  • Carioca na veia e fotógrafo no coração!
Resposta #4 Online: 12 de Setembro de 2013, 13:37:41
Como já foi dito, arranje um bom advogado trabalhista.

Outra coisa os arquivos digitais estão com você? tem alguns guardados ou todos?, pois eles são sua prova de trabalho para essa redação porque neles fica embutido o número de série da câmera e outras informações que autenticam que a imagem foi feita por você com seu equipamento, caracterizando assim um acordo de pelo menos venda. :ok:
Fábio Pedro.


affalcao

  • Trade Count: (5)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 938
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 13 de Setembro de 2013, 01:25:38
Contrata um advogado.


Sobre a arfoc, os preços ali nõa são nem de perto o que é feito no mercado.

Eu vendi fotos pra capa de jornais aqui do RS e pra SP e o valor é o mesmo do miolo, gira em torno de 40-60 reais por foto... e como uma parte fica com a agencia, o que eu recebo gira em torno de 15-20.

Fotojornalismo não dá dinheiro.

Putz,

Fiquei tão empolgado com a tabela de preços e agora vc me devolveu para a realidade  :D
Canon T3 (1100 D) + 10-18mm + 55-250mm
Nikon D3300 + 18-55 + 35mm 1.8


alexandre paulino

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 107
Resposta #6 Online: 18 de Setembro de 2013, 15:24:36
exatamente. arfoc nao conta. os preços variam de regiao pra regiao
Instagram:
@alexandre.alexandrefotografia


alissonwq

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 2
Resposta #7 Online: 25 de Setembro de 2013, 11:22:40
Um advogado acredito que conseguiria resolver alguma coisa, mas como você mesmo disse, o jornal passou por mudanças e reduziu de tamanho. Com isso a gente conclui que eles estejam com a grana curta. Difícil alguma decisão nesse momento, mas infelizmente na vida as vezes a gente precisa abrir mão de algumas coisas e perder para ganhar. Se estiver preparado proponha um contrato e cobre o justo, caso contrário agradeça a oportunidade e parta para outra. A vida segue...


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 25 de Setembro de 2013, 15:22:18
Nosso colega postou o caso e sumiu.  :assobi:
Não aparece desde 05 de setembro, um dia após abrir o tópico.
« Última modificação: 25 de Setembro de 2013, 15:23:03 por Portela 2011 »


spositom

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.455
Resposta #9 Online: 25 de Setembro de 2013, 16:50:55
Já que é pra dar uma "cutucada"  :fight:... tem uns que não sabem escrever "obrigado"  :no:


MCarpinetti

  • Trade Count: (5)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 315
  • Sexo: Masculino
    • http://www.carpinetti.com.br
Resposta #10 Online: 26 de Setembro de 2013, 00:52:01
Acho que ele não recebeu ainda, então não conseguiu pagar a conta da internet...
Sou totalmente contra a pirataria, eu nunca roubaria um navio.