Autor Tópico: TV brasileira  (Lida 1662 vezes)

spiderman

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.410
Online: 13 de Setembro de 2013, 12:44:32

Para TV inglesa, brasileiro só gosta de ver sexo e sangue
Apresentadora de TV britânica vem ao Brasil para falar da programação da nossa televisão, que ela considera a alma de uma nação, e fica chocada com o que vê

São Paulo - “Eu tenho a teoria de que a televisão é a janela para a alma de uma nação”. É assim que começa o episódio sobre o Brasil do programa de televisão britânico “The Greatest Shows on Earth” (Os melhores programas do mundo, em tradução livre).

Se a teoria da apresentadora Daisy Donavon estiver correta, a alma do Brasil é uma mistura perversa de sexo e morte. Ou pelo menos é essa a conclusão a que ela chega após passar uma temporada no Brasil, conhecendo alguns programas da TV aberta.

“A televisão aqui valoriza o teatro do extremo, da beleza do corpo das mulheres a programas que exploram casos de polícia”, explica no começo da reportagem.

Daisy busca exemplos extremos para comprovar sua teoria. A competição “Miss Bumbum”, exibida por um canal da TV aberta, é alvo de detalhada análise. “Estou exposta a um festival da carne”, impressiona-se a apresentadora enquanto assiste à cena de um programa de auditório em que um cirurgião plástico descreve um bumbum perfeito.

Ela chega a participar de uma pegadinha com uma das participantes para entender melhor o que motiva essas meninas a se exporem dessa forma. A conclusão: “no Brasil, o bumbum pode te levar a lugares”.

A própria concorrente endossa a visão da britânica: “no Brasil, para a gente entrar na TV e na mídia, muitas vezes a gente tem que entrar pela porta dos fundos. Temos que mostrar primeiro nossa beleza, pra depois mostrar o que temos por dentro e a capacidade intelectual”.

Essa “fixação questionável com as mulheres na televisão brasileira” parece não ter limites para a britânica. Daisy faz duras críticas a determinado programa em que mulheres de biquíni competem em jogos “espetacularmente sem propósito”.

“O que me parece ser um programa degradante e sadomasoquista é transmitido, incrivelmente, às 21h de um sábado para 10 milhões de espectadores”, explica, incrédula, ao seu público.

O questionamento que se segue, é desconcertante: “se a televisão brasileira está disposta a tratar as mulheres dessa forma em sua busca por espectadores, existe algum limite que ela não cruzaria?”.

A resposta vem banhada em sangue. A jornalista britânica vai ao norte do país para conhecer melhor o que considera uma forma inesperada de entretenimento: os sangrentos programas policiais. “É isso que as pessoas assistem para o entretenimento na hora do almoço?”

Daisy se impressiona com a proximidade com que o sexo e a morte convivem na mídia brasileira. Por aqui, ambos são mais visíveis do que em outros lugares e talvez por isso mesmo, parece que há entre os brasileiros uma sensação de “aproveite o momento”.

“Meu Deus, esse país não é para os de coração fraco”, conclui.

#Anonymous
Curta AnonymousBrasil
Acesse:
www.AnonymousBr4sil.Net

Vídeo do programa: http://www.youtube.com/watch?v=QM-Ujx7JET4

Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/para-tv-inglesa-tv-no-brasil-e-mistura-de-sexo-e-sangue
Campanha de crowdfunding pra lançamento do livro - Retratos pra Yayá

Acesse e apoie: www.catarse.me/retratosprayaya


Itallo Fernandes

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 292
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 13 de Setembro de 2013, 14:03:25
Essa é a TV brasileira vista de fora. O Brasil visto de fora tem coisas muito piores que isso aí, os de dentro não querem ver e quando alguém fala as verdades do Brasil, surgem milhões de patriotistas para apedrejar.
Desenhar com a luz.
Equipamento: Um dedo, um olhar, uma mente e um coração...


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 13 de Setembro de 2013, 19:06:03
Concordo em parte. Não ví a lista de programas e de canais que ela assistiu. A TV Americana e Britânica são basicamente a mesma coisa, com exceção das tvs públicas (veja bem disse pública, não estatal). Se pegarmos estes canais no Brasil, também temos programas alternativos.  :ok:

Concordo que o sexo e a violência estão muito presentes na TV Brasileira, assim como na de outros países. Não concordo com o espanto dela, a maior parte dos filmes são anglo saxonicos. Eles os veem também por lá. E a maioria dos realyties shows que vemos por aquí, são franquias de programas que ou são de lá, ou também os tem lá. Claro, temos alguns mais baixo nivel por aquí, como o Pânico, etc... mas por lá também existe. É uma questão de escolher canais/programas.


Palmeida

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.552
Resposta #3 Online: 13 de Setembro de 2013, 19:49:09
Concordo em parte. Não ví a lista de programas e de canais que ela assistiu. A TV Americana e Britânica são basicamente a mesma coisa, com exceção das tvs públicas (veja bem disse pública, não estatal). Se pegarmos estes canais no Brasil, também temos programas alternativos.  :ok:

Concordo que o sexo e a violência estão muito presentes na TV Brasileira, assim como na de outros países. Não concordo com o espanto dela, a maior parte dos filmes são anglo saxonicos. Eles os veem também por lá. E a maioria dos realyties shows que vemos por aquí, são franquias de programas que ou são de lá, ou também os tem lá. Claro, temos alguns mais baixo nivel por aquí, como o Pânico, etc... mas por lá também existe. É uma questão de escolher canais/programas.

Também acho.  Mulher pelada e violência são campeões de audiência em qq lugar. Infelizmente a censura é ridícula e crianças acabam sendo as mais prejudicadas. Uma certa vez vi um vídeo no FB em que tinham crianças dançando músicas horrivelmente sexuais. A TV INFLUENCIA muito quem não tem o discernimento completamente desenvolvido. A programação do BR é uma merda, a dos outros países não é tão melhor.
O que eu amo: Deus, família, amigos, trabalho,fotografia, contabilidade, estudar e tecnologia!


Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 13 de Setembro de 2013, 19:59:20
Ela fez o programa e/ou reportagem para ser veiculado onde:

Aqui?

Duvido que teria audiência.

Lá no país dela?

Então é tão ou mais sensacionalista quanto muitos programas que nós conhecemos aqui, e que existem em muitos outros países, inclusive no dela.

Não estou negando nem me escondendo ante ao fato de temos muita merda, mas entrar na casa dos outros, cuspir no chão e depois voltar falando mal do lugar onde esteve, bem, é uma prática um tanto quanto...
-22.352971,-48.775582


fernandoaas

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 499
  • Sexo: Masculino
    • Fernando Augusto Fotografia
Resposta #5 Online: 13 de Setembro de 2013, 20:42:05
Então, infelizmente ela está certa. A TV aberta brasileira, e a maioria dos programas brasileiros é desse nível msm, e atinge a maioria da população. Quem quer fugir disso, assiste TV a cabo, onde ele vai assistir o q?! Seriados, filmes e documentários, a maioria norte-americanos. O que me da esperanças é que tem surgido boas produções brasileiras, principalmente no Youtube, mas se for em questão de exposição na mídia e audiência, o lixo ganha e ganha fácil.
Canon 5Dc + Canon 85mm. f/1.8 + Canon 24-105mm. f/4L + 580EX II

http://www.fernandoaugustofoto.com.br
https://www.facebook.com/fernandoaugustofoto


Aria

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.545
  • Sexo: Feminino
Resposta #6 Online: 13 de Setembro de 2013, 20:55:42
Ela fez o programa e/ou reportagem para ser veiculado onde:

Aqui?

Duvido que teria audiência.

Lá no país dela?

Então é tão ou mais sensacionalista quanto muitos programas que nós conhecemos aqui, e que existem em muitos outros países, inclusive no dela.

Não estou negando nem me escondendo ante ao fato de temos muita merda, mas entrar na casa dos outros, cuspir no chão e depois voltar falando mal do lugar onde esteve, bem, é uma prática um tanto quanto...

2x

Tem muita coisa ruim mesmo na TV aberta brasileira, mas esse programa dela é bem tendencioso e se utiliza dos mesmos artifícios que ela parece criticar na TV brasileira. A impressão que tive foi que ela veio apenas com a intenção de confirmar uma ideia pré-concebida. A falta de imparcialidade compromete a teoria dela.
"Una persona puede cambiar de nombre, de calle, de cara…pero hay una cosa que no puede cambiar… no puede cambiar de pasión".

http://www.flickr.com/photos/ariasilva/

Instagram: @aria.bsilva


Lúzio

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.601
Resposta #7 Online: 13 de Setembro de 2013, 21:16:03
Já cansei de dizer para pessoas próximas: Se fizerem um programa mostrando as pessoas cagando, vai ter ótima audiência. Se junto reunirem "especialista" para discutirem sobre a merda feita e o modo como ela foi feita, a audiência dobra...
Isso é sério, para minha tristeza....
Nova Nikon D300 + Nikon D70. Lentes 18-70 DX  e Tamron 18-50 f/2.8 XRDI.
Flash SB 600, tipés, filtros, mochilas, moto...

Rio de Janeiro


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.409
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #8 Online: 13 de Setembro de 2013, 21:19:24
por mais tendenciosa que seja a proposta dela, confesso que me senti tão surpreso e de queixo caído quanto ela vendo os programas daqui... Assisto somente os telejornais da manhã na Globo de segunda à sexta, a manhã de domingo e outros programas esporádicos na TV cultura e quase nada a mais.. Nãoperdia o Chaves no SBT, mas parou de passar na minha região.. Nem sabia que existia um concurso televisionado de Miss Bumbum... que coisa ridícula....
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 13 de Setembro de 2013, 22:47:21
Esse miss bumbum, nem sei em que canal é. Mas você tem bons programas aquí, em canais como o bom canal Inglês BBC ou o alemão Deutchweller... aquí temos o Futura, a Tv Cultura e a Tv Brasil, esta última temos que cortar os telejornais, porque aí tem o dedinho do governo e é tendencioso, mas tem programas muito bons.

Será que ela viu o Sitio do Pica Pau Amarelo, o Castelo Ra ti bum...jornais, esportes, e outras coisas... como lá, programas bons e ruins. Violência e sexo são o cardápio cultural do mundo. 


spiderman

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.410
Resposta #10 Online: 13 de Setembro de 2013, 23:46:49
So vi os primeiros 5 minutos de video ainda, mas concordo com o Braga e com a Ária. Parece um programa meio bobo, mas isso não elimina a baixissima qualidade da TV aberta brasileira. Não conheço a programação americana pois nunca estive nos EUA, mas acompanhei a tv aberta em alguns países como França, Portugal, Espanha e Itália. Achei que na tv espanhola e principalmente na italiana rola muita "putaria". Talvez não seja algo tão bizarro quanto aqui mas possui o mesmo fundo machista. Já em relação à violencia, não vi nada nem de longe parecido com o que vemos aqui. Talvez porque isso faz parte do nosso dia-a-dia. Aí entramos naquela historia de quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha.
Campanha de crowdfunding pra lançamento do livro - Retratos pra Yayá

Acesse e apoie: www.catarse.me/retratosprayaya


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 13 de Setembro de 2013, 23:53:02
So vi os primeiros 5 minutos de video ainda, mas concordo com o Braga e com a Ária. Parece um programa meio bobo, mas isso não elimina a baixissima qualidade da TV aberta brasileira. Não conheço a programação americana pois nunca estive nos EUA, mas acompanhei a tv aberta em alguns países como França, Portugal, Espanha e Itália. Achei que na tv espanhola e principalmente na italiana rola muita "putaria". Talvez não seja algo tão bizarro quanto aqui mas possui o mesmo fundo machista. Já em relação à violencia, não vi nada nem de longe parecido com o que vemos aqui. Talvez porque isso faz parte do nosso dia-a-dia. Aí entramos naquela historia de quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha.

Peter, como disse, concordo parcialmente com a dona... e é justamente o que você disse. As  teves de outros paíse também tem porcaria... ponto.
Mas isso não exclui a baixa qualidade da TV brasileira. Acho que isso é um padrão que vem se espalhando pelo mundo afora...  :(


spiderman

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.410
Resposta #12 Online: 13 de Setembro de 2013, 23:53:51
Esse miss bumbum, nem sei em que canal é. Mas você tem bons programas aquí, em canais como o bom canal Inglês BBC ou o alemão Deutchweller... aquí temos o Futura, a Tv Cultura e a Tv Brasil, esta última temos que cortar os telejornais, porque aí tem o dedinho do governo e é tendencioso, mas tem programas muito bons.

Será que ela viu o Sitio do Pica Pau Amarelo, o Castelo Ra ti bum...jornais, esportes, e outras coisas... como lá, programas bons e ruins. Violência e sexo são o cardápio cultural do mundo.
Pois é. Eu gosto muito da programação da tv brasil. É uma pena que a qualidade do sinal seja tão ruim. Sem contar que parecem ser canais de pouco recurso e pouco rentáveis. Lembro que na França há 4 canais principais (TF1, france2, france3 e M6). Desses 4, 2 são canais do estado (france2 e france3). São canais rentáveis e de alto nível. Eles variam entre programação de entretenimento e programação cult. Acho que esse é um bom caminho pra trazer aqueles que não se interessam por cultura. E mesmo os programas mais cult não são de compreensão dificil para o publico "medio" francês. Além disso, há um outro canal franco-alemão chamado "arte", com uma programação mais densa.
Campanha de crowdfunding pra lançamento do livro - Retratos pra Yayá

Acesse e apoie: www.catarse.me/retratosprayaya


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 13 de Setembro de 2013, 23:57:36
Pois é. Eu gosto muito da programação da tv brasil. É uma pena que a qualidade do sinal seja tão ruim. Sem contar que parecem ser canais de pouco recurso e pouco rentáveis. Lembro que na França há 4 canais principais (TF1, france2, france3 e M6). Desses 4, 2 são canais do estado (france2 e france3). São canais rentáveis e de alto nível. Eles variam entre programação de entretenimento e programação cult. Acho que esse é um bom caminho pra trazer aqueles que não se interessam por cultura. E mesmo os programas mais cult não são de compreensão dificil para o publico "medio" francês. Além disso, há um outro canal franco-alemão chamado "arte", com uma programação mais densa.

Peter, a TV Cultura foi encampada pela EBC - Empresa Brasil de Comunicação... antiga Radiobrás. Com isso, embora o $$ tenha melhorado, a politica envolvida também aumentou. Aquí chamam de a tv que ninguém escuta, tamanha a queda de audiência. Vamos ver o que o futuro a reserva.  :ponder:


spiderman

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.410
Resposta #14 Online: 13 de Setembro de 2013, 23:59:11
Peter, como disse, concordo parcialmente com a dona... e é justamente o que você disse. As  teves de outros paíse também tem porcaria... ponto.
Mas isso não exclui a baixa qualidade da TV brasileira. Acho que isso é um padrão que vem se espalhando pelo mundo afora...  :(
Acho que a tv brasileira passa do limite do aceitável muitas vezes. Esse programa panico aí é um exemplo de falta de respeito com as pessoas. Sem contar o tal de ratinho, superpop, joão kleber, dança gatinho. Já tive o desprazer de ver, uma vez cada um, desse programas por inteiro pra ter uma opinião formada sobre a coisa. É de uma "bizarrice"absurda. Eu não acredito que o esteriotipo do cidadão brasileiro comum seja pense e haja dessa forma. Eu fiquei boquiaberto com o que eu vi. Sei lá, sou a favor da liberdade de imprensa mas isso aí deveria ser banido da tv brasileira. São programas que não fazem sentido algum, não acrescentam absolutamente nada. É uma falta de respeito ao cidadão. Me deu vontade de entrar na justiça contra esse tipo de programa. Aff!
Campanha de crowdfunding pra lançamento do livro - Retratos pra Yayá

Acesse e apoie: www.catarse.me/retratosprayaya