Autor Tópico: E o Padre colocou os fotógrafos pra correr...  (Lida 2495 vezes)



Alexandre Ricci

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.070
    • Flickr Alexandre
Resposta #1 Online: 20 de Setembro de 2013, 19:34:15
"...Isso não é sobre fotografia, isso é à respeito de Deus..."

O cara ficou bravo  :shock:


Rafael Lima

  • Trade Count: (28)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.696
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo de natureza e observador de aves
Resposta #2 Online: 20 de Setembro de 2013, 19:50:10
Isso já aconteceu aqui onde moro, mas foi num batizado...
Ornitólogo e fotógrafo de natureza.
Canon 7D Mark II - EF 300mm f/4 L IS USM - TC 1.4x II
Meu WikiAves
Meu Flickr
Meu 500px


Palmeida

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.552
Resposta #3 Online: 20 de Setembro de 2013, 21:14:18
E os noivos?! Coitados, q constrangimento. Não precisava de tanto.
O que eu amo: Deus, família, amigos, trabalho,fotografia, contabilidade, estudar e tecnologia!


Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.440
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Resposta #4 Online: 20 de Setembro de 2013, 21:21:19
Padre folgado pra C..!!!!
Aposto que o $$$ dele ja estava embolsado a varios dias...

M Rezende


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.349
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #5 Online: 20 de Setembro de 2013, 23:12:05
Padre T**** de Sorocaba tá fazendo casamento nos EUA???


Alexandre Ricci

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.070
    • Flickr Alexandre
Resposta #6 Online: 20 de Setembro de 2013, 23:35:40
Padre T**** de Sorocaba tá fazendo casamento nos EUA???

Ele faz isso Dellano?  :shock:


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.349
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #7 Online: 20 de Setembro de 2013, 23:52:52
Ele faz isso Dellano?  :shock:

Faz, tem que ficar ligeiro , já soube de casos que ele interrompeu a cerimonia para dar "chamada" nos fotógrafos e cinegrafistas.


Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.440
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Resposta #8 Online: 21 de Setembro de 2013, 08:38:50
Falta de respeito total com os noivos! Se o padre nao gosta de fotografos, que informa antes ao casal, assim esses nem contratam um fotografo. O que nao pode é o cara (padre) parar tudo e causar esse mal "star"....
Eu ja não gosto de padres....esses ai entao  :aua:

Hj tudo é dinheiro! A igreja cobra um P grana para realizar um casamento...entao deixe o fotografo ganhar o dele, e o casal (cliente do fotografo e da IGREJA) obterem os registros do evento.

M Rezende
« Última modificação: 21 de Setembro de 2013, 08:42:25 por Rezende_SP »


vanbasten

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 363
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 21 de Setembro de 2013, 10:34:52
Falta de respeito total com os noivos! Se o padre nao gosta de fotografos, que informa antes ao casal, assim esses nem contratam um fotografo.
Ou não "contratam" o tal padre.


Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.440
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Resposta #10 Online: 21 de Setembro de 2013, 11:38:32
Ou não "contratam" o tal padre.
Perfeito... :ok:


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 21 de Setembro de 2013, 15:23:25
Bom vejo a coisa de vários ângulos. Mas.... vou dar uma de advogado do diabo.

1 - casamento religioso é por assim dizer, de fundo religioso, não social. se os noivos querem apenas um evento social, podem contratar um juiz de paz e fazer um evento festivo, como quiserem. Uma vez que querem o relogioso, estão aceitando as condições que o ente religioso exige (seja ela qual for). Dito isso:

2 - o ascerdote (padre, pastor, pai de santo ou seja lá quem for) pode ser mais ou menos liberal. Pode e deve ser na medida do possível (existem noivos e profissionais que são totalmente sem noção), porém, o rito é o mais importante e não deve ser atrapalhado (e tem gente que atrapalha.).

3 - não custa o casal de noivos conversar com o sacerdote, antes da cerimonia sobre o que pode e o que não pode. Evita contratempos.

4 - os profissionais que irão atuar no casamento também podem muito bem reunirem-se com o sacerdote um dia antes da cerimônia e acertar o que podem e onde podem executar seu trabalho, que afinal de contas, é seu ganha pão.

Exemplo, no meu casamento, o padre da paróquia de Oratório do Soldado, em Brasília, não permitia, na época, mais de 4 casais de padrinhos no casamento. Ele explicou que esta regra não existia, até que os casais começaram a colocar (pasmem), 10 casais CADA noivo... só a entrada demorava 30 minutos. O casamento atrazava, atrazava a missa e o segundo casamento. Resultado, proibiram. E por aí vai. Não sei o que estava acontecendo alí atrás, então, não emito opinião.

O problema é que cerimônia religiosa está tendo mais importância social do que religiosa, dáí os noivos resolvem montar um show na igreja (templo, terreiro, ou o que for) e o celebrante fica p... e solta os cachorros em cima de todo mundo... que acaba passando dos limites. Claro, existem pessoas sem mutia paciência, mas os noivos já conhecem o celebrante... se o cara tem pavio curto, vai lá e vê o que pode e o que não pode e evita constrangimentos.
« Última modificação: 21 de Setembro de 2013, 15:25:06 por Portela 2011 »


Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.440
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Resposta #12 Online: 21 de Setembro de 2013, 16:28:22

"1 - casamento religioso é por assim dizer, de fundo religioso, não social. se os noivos querem apenas um evento social, podem contratar um juiz de paz e fazer um evento festivo, como quiserem. Uma vez que querem o relogioso, estão aceitando as condições que o ente religioso exige (seja ela qual for)"


Portella,

Permita-me discordar do pensamento acima citado.
Se é fundo religioso, pq o padre cobra? Pq é comercial TB...alem de religioso, claro. É de fundo religioso, social e comercial.
Imaginem uma experiencia: Todos os proximo casamentos durante seis meses so com juiz de paz, fora da igreja. Meu...a igreja vai correr atras de noivos e fotografos com um faminto atras de um prato de comida.

Abraço!
M Rezende
« Última modificação: 21 de Setembro de 2013, 16:30:12 por Rezende_SP »


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 21 de Setembro de 2013, 19:49:33

"1 - casamento religioso é por assim dizer, de fundo religioso, não social. se os noivos querem apenas um evento social, podem contratar um juiz de paz e fazer um evento festivo, como quiserem. Uma vez que querem o relogioso, estão aceitando as condições que o ente religioso exige (seja ela qual for)"


Portella,

Permita-me discordar do pensamento acima citado.
Se é fundo religioso, pq o padre cobra? Pq é comercial TB...alem de religioso, claro. É de fundo religioso, social e comercial.
Imaginem uma experiencia: Todos os proximo casamentos durante seis meses so com juiz de paz, fora da igreja. Meu...a igreja vai correr atras de noivos e fotografos com um faminto atras de um prato de comida.

Abraço!
M Rezende

Resende, entendo seu ponto de vista. Como disse é a princípio. Claro que acaba partindo para uma forma social também. Quanto ao que é cobrado pela Igreja, cada uma cobra o que se propõe. É óbvio que os casais estão utilizando um espaço, a limpesa, os móveis etc. Tanto que, por exemplo, a Igreja de São Francisco na Pampulha em BH, há uns anos atrás...  :ponder: tá, muitos anos atrás, quando fui noivo de outra namorada e olhamos casamento, a taxa era mínima, mas havia uma série de restrições... até com relação ao $$ do vestido da noiva. porque a paróquia lá entende que S Francisco seguia a linha da pobreza e se vc queria se casar lá, não poderia cometer excessos nos gastos com o casamento (não que não podia usar nada de bonito, mas era bem restrito. E se você questionava, o padre simplesmente te respondia. "Quer pompa, case-se na paróquia de Lourdes que é a dos ricos. Lá você pode fazer como quiser."
Quanto à experiência, como disse acho que se os noivos não topam as regras de uma certa paróquia, procure outra... ou casa no civil com a festa. Se fosse assim SF na pampulha estaria fechada.

Como disse, é uma questão de conhecer as regras de cada paróquia e ver se topa. Quanto aos profissionais envolvidos, acho que é de bom tom, procurar o sacerdote e combinar as coisas. Foi feito assim em meu casamento.

No mais, é só minha opinião.  :D


Alexandre Ricci

  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.070
    • Flickr Alexandre
Resposta #14 Online: 21 de Setembro de 2013, 20:05:17
Ainda bem que eu não vou casar  :assobi: