Autor Tópico: Fotos em parques de BH agora só com autorização  (Lida 2295 vezes)

hugodanielf

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 538
  • Sexo: Masculino
    • Hugo Daniel Fotografia
Online: 25 de Setembro de 2013, 08:58:39
Alguem de BH já foi abordado?
Eu ainda não fui... eu acho que nem os guardas municipais sabem disso ainda....

http://www.napracinha.com.br/2013/08/novas-regras-para-se-fotografar-em.html?m=1


edilsonfb

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 196
    • Edilson Borges
Resposta #1 Online: 25 de Setembro de 2013, 15:31:27
Que coisa em?

Espero que a moda não pegue aqui em Goiânia, apesar dos parques estarem cheios de fotógrafos,
nunca tive problemas com nenhum deles para realizar meu serviço.

Importante recado. Obrigado.
Digital: Canon 5D mark III + Canon 6D + Canon T1i + Canon 24-70mm f/2.8L II + Canon 24-105mm f/4L + Sigma 35mm f/1.4 DG Art + Canon 85mm f/1.8 + Canon Fisheye 15mm f/2.8 + Canon 40mm f/2.8 Pancake + Filtros + Grip  + Time-Lapse + ETTL Flash Trigger YN622 + Inúmeros Gadgets.
Analógico: Nikon FM + Nikkor 55mm f/2.8 micro + Negativos ILFORD PAN400.
Meu perfil no 500px.
Canal no YouTube (Sobre Foto).


Hoogle

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 970
  • Sexo: Masculino
  • Hello. It's me.
    • Alexander Hugo - Fotografia
Resposta #2 Online: 25 de Setembro de 2013, 15:34:41
Lembro de ler em alguns fóruns gringos sobre isso. Creio que seja algo comum em cidades grandes.
O problema é se isso for válido até para turistas e pessoas de passagem...
« Última modificação: 25 de Setembro de 2013, 15:36:50 por Hoogle »


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 25 de Setembro de 2013, 15:42:13
Cara, pedir autorização não é problema, basta um telefonema ou um ida a secretaria. Se for tudo na boa sem burocracia,
ótimo. Ainda mais se o cidadão está fazendo um trabalho pago, não custa nada solicitar tal liberação. Quanto a ajuda ou doação de equipamentos e produtos para manutenção do parque, nada mais justo também. Se o cidadão está ganhando com isso.
O problema é se começarem a abusar. Aí ferra.  :ok:


Paulo Arruda

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.963
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 25 de Setembro de 2013, 15:51:19
Cara, pedir autorização não é problema, basta um telefonema ou um ida a secretaria. Se for tudo na boa sem burocracia,
ótimo. Ainda mais se o cidadão está fazendo um trabalho pago, não custa nada solicitar tal liberação. Quanto a ajuda ou doação de equipamentos e produtos para manutenção do parque, nada mais justo também. Se o cidadão está ganhando com isso.
O problema é se começarem a abusar. Aí ferra.  :ok:

2x

Tbém acho que pedir autorização não tem problema algum. Desde que concedam as autorizações... pq tem lugar que diz que vc tem que ter autorização só que vc nunca encontra o responsável para autorizar.
Quanto a pagar taxa, desde que seja realmente uma quantia "simbólica" ou pequena, sem ser abusiva, extorsiva ou que torne o orçamento inviável, também acho válido.
É uma maneira de todos respeitarem o espaço e mesmo que vc vá fotografar e encontrar outros fotógrafos, todos saberão que estão lá com o mesmo objetivo e não haverá prejuízo para ninguém.
Abs.


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.956
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 25 de Setembro de 2013, 16:47:20
Aqui em Maringá, tem um parque muito bonito, o Parque do Japão... É municipal, terreno e toda a infre-estrutura são da cidade e é administrado por um grupo particular.
Teve um tempo, que pra fotografar lá, você tinha que fazer a tal doação. Nas vezes que fiz foto lá eles pediram um galão de tinta. Eles escolhiam a cor, (beleza), tipo (beleza tbm), marca e até a loja onde comprar...

Aí o pessoal começou a ficar invocado, porque tinha ido um monte de $$ pra fazer o parque, agora pararam com essa palhaçada.


Só pedem pra agendar, pra eles saberem quantas pessoas vão, etc...

Agendamento eu não acho ruim, senão vira festa.


hugodanielf

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 538
  • Sexo: Masculino
    • Hugo Daniel Fotografia
Resposta #6 Online: 25 de Setembro de 2013, 17:51:49
Tbm acho que pedir autorização não custa nada.... o problema é que eu fiquei hoje o dia todo tentando falar com alguém e não consegui, e quem me atendeu não sabe de nada.... serviço publico é uma M@#$% mesmo!!!!


Portela 2011

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 8.542
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 25 de Setembro de 2013, 18:02:06
Tbm acho que pedir autorização não custa nada.... o problema é que eu fiquei hoje o dia todo tentando falar com alguém e não consegui, e quem me atendeu não sabe de nada.... serviço publico é uma M@#$% mesmo!!!!

Pois é... isso é que ferra quando o governo se dá para controlar as coisas. O que poderia ser uma forma de organizar legal se torna um estorvo.  :shock:

Aqui em Maringá, tem um parque muito bonito, o Parque do Japão... É municipal, terreno e toda a infre-estrutura são da cidade e é administrado por um grupo particular.
Teve um tempo, que pra fotografar lá, você tinha que fazer a tal doação. Nas vezes que fiz foto lá eles pediram um galão de tinta. Eles escolhiam a cor, (beleza), tipo (beleza tbm), marca e até a loja onde comprar...

Aí o pessoal começou a ficar invocado, porque tinha ido um monte de $$ pra fazer o parque, agora pararam com essa palhaçada.


Só pedem pra agendar, pra eles saberem quantas pessoas vão, etc...

Agendamento eu não acho ruim, senão vira festa.

Pois é Mike, aí vemos 3 situações distintas em um mesmo ponto.
1 - indicar local de compra passa do razoável, afinal aí o cara tá ganhando comissão da loja. Não faz o menos sentido prático tal exigência.
2 - se o parque tiver sido arrendado, deixa de ser público e a empresa passa a ter direito de restringir trabalhos com o espaço. Tava lendo sobre isso hoje. Em área particular, mesmo com acesso aberto, o dono ou quem tem concessão tem o direito de proibir a fotografia.
3 - Mas se for só para administrar, não sei como funciona. Se for como área pública, o governo tem o direito de vetar trabalho profissional mesmo, ou cobrar uma $$. Agora de não, as pessoas podem fotografar.
« Última modificação: 25 de Setembro de 2013, 18:02:35 por Portela 2011 »


Brupikk

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.422
  • Sexo: Masculino
    • Bruno Piccoli Fotografia
Resposta #8 Online: 26 de Setembro de 2013, 08:16:02
aqui em Porto Alegre estão cobrando 15 reais pra fazer ensaio no Jardim Botânico.

Bruno Piccoli
http://piccolifotografia.com
http://instagram.com/piccoli.fotografia
https://www.facebook.com/FotografiaPiccoli
Canon 6D + Canon 6D + Canon 6D + 24-105mm f/4 + 70-200mm f/4 + 50mm f/1.8 + 35mm f/2.0 + 40mm f2.8


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.956
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 26 de Setembro de 2013, 10:49:52

Pois é Mike, aí vemos 3 situações distintas em um mesmo ponto.
1 - indicar local de compra passa do razoável, afinal aí o cara tá ganhando comissão da loja. Não faz o menos sentido prático tal exigência.
2 - se o parque tiver sido arrendado, deixa de ser público e a empresa passa a ter direito de restringir trabalhos com o espaço. Tava lendo sobre isso hoje. Em área particular, mesmo com acesso aberto, o dono ou quem tem concessão tem o direito de proibir a fotografia.
3 - Mas se for só para administrar, não sei como funciona. Se for como área pública, o governo tem o direito de vetar trabalho profissional mesmo, ou cobrar uma $$. Agora de não, as pessoas podem fotografar.

Eu citei esse parque, porque é um dos mandos e desmandos da família política mais poderosa da região noroeste, os Barros...

http://www.parquedojapao.com.br/
http://angelorigon.com.br/2013/06/27/projeto-que-terceiriza-parque-do-japao-sai-de-pauta/
http://angelorigon.com.br/2013/05/15/prefeitura-vai-terceirizar-o-parque-do-japao/
http://angelorigon.com.br/2013/07/15/parque-do-japao/
http://angelorigon.com.br/2012/06/06/pupin-empresta-r-27-milhao-para-obras-no-parque-do-japao/
http://angelorigon.com.br/2012/04/24/parque-do-japao-prefeitura-licita-asfalto-centro-de-eventos-e-restaurante/
http://angelorigon.com.br/2011/03/18/e-o-parque-do-japao/
http://angelorigon.com.br/2012/10/07/em-tempos-de-parque-do-japao/
http://angelorigon.com.br/2011/08/30/parque-do-japao-tera-mais-dinheiro-publico/

Sobre o agendamento, não acho ruim, até porque assim eles conseguem evitar que encha de fotógrafo fazendo ensaio por lá.
Mas é que esse parque, especificamente, é meio que uma "maracutaia" pra acalentar o pessoal nipo-descendente, que ajuda os Barros nas campanhas...

Não quero tornar esse tópico político, é só pra te mostrar, hehehe

A questão das tintas e doações, etc, agora pararam, só estão pedindo agendamento...


Hamilton Sousa

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 700
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo Social
Resposta #10 Online: 26 de Setembro de 2013, 11:42:40
aqui em Porto Alegre estão cobrando 15 reais pra fazer ensaio no Jardim Botânico.
Tá aí um preço justo ;)
7d   /   sl1 /   18-50 2.8 sigma    / 7mm fisheye  vivitar  /  85mm f1.8 / 430ex ll


Sunriser

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.223
  • Sexo: Masculino
  • Deus seja louvado
    • Sunriser Photography Facebook
Resposta #11 Online: 26 de Setembro de 2013, 12:03:54
Eu já não concordo muito com isso não. Os parques e áreas verdes da cidade são públicos e já recebem verbas municipais para sua manutenção, e quem quiser fazer um ensaio fotográfico, além de pedir autorização, também tem que pagar? Todos nós já pagamos bastante impostos para as três esferas do governo, não acho justo.


Hamilton Sousa

  • Trade Count: (10)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 700
  • Sexo: Masculino
  • Fotógrafo Social
Resposta #12 Online: 26 de Setembro de 2013, 12:16:34
Eu já não concordo muito com isso não. Os parques e áreas verdes da cidade são públicos e já recebem verbas municipais para sua manutenção, e quem quiser fazer um ensaio fotográfico, além de pedir autorização, também tem que pagar? Todos nós já pagamos bastante impostos para as três esferas do governo, não acho justo.
:D Tenho que concordar contigo , achei justo em comparação ao outro amigo que dava um galão de  tinta que está na faixa de 35,00 a 40,00 reais toda vez que ia lá fazer fotos. Aqui onde moro tem um pequeno parque municipal que tem horário pra fazer as fotos, por várias vezes me deparei com o parque fechado outro dia estava fazendo umas fotos e sei que o horário é até as 17:00h mas o funcionário disse que tinha que fechar as 16:00h pois só tinha tirado uma hora de almoço. Infelizmente essa é a realidade de nosso país . Quem é que concorda em pagar ipva , pedágio, estacionamento etc... ou iptu, taxa de iluminação pública etc..  >:(
« Última modificação: 26 de Setembro de 2013, 12:17:49 por Hamilton Sousa »
7d   /   sl1 /   18-50 2.8 sigma    / 7mm fisheye  vivitar  /  85mm f1.8 / 430ex ll


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.251
Resposta #13 Online: 26 de Setembro de 2013, 13:17:32
Tem várias coisas diferentes aí, inclusive a própria definição de espaço público e logradouro público. Espaços públicos são aqueles espaços mantidos pelo governo e colocados a disposição da população. Só que existem aqueles que são colocados permanentemente a disposição da população como os parques abertos (Redenção, em Porto Alegre) e aqueles que tem finalidade específica, regras de funcionamento e acesso (Jardim Botânico),  e neste caso, podem existir restrições à fotografia ou então, cobrança de taxas para isso. Uma delegacia de  polícia é um espaço público, mas nem por isso consigo fazer um ensaio de noiva lá dentro :)

Já normalmente aqueles espaços públicos abertos, definidos também como logradouros públicos (aqueles destinados à livre circulação) não impõe nenhuma restrição. A Redenção, pelo menos até o momento, é um destes espaços.

Existe também outra corrente que diz que ninguém poderia usar uma parte de um espaço ou logradouro público de forma exclusiva. No momento que um fotógrafo coloca seus tripés, flash's e equipamentos no meio de um parque com a finalidade de fazer um book, impossibilitando a circulação de pessoas por ali, está fazendo uso privado e exclusivo (e com finalidade comercial) de um espaço que deveria ser público. Por isso alguns parques pedem autorização prévia e indicam quais locais podem ser utilizados para as fotos, de forma a minimizar o impacto sobre o restante dos usuários.

No final de tudo, o que deveria mesmo prevalecer é o bom senso de todos, autoridades e fotógrafos.



Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


ccelio

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 55
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 29 de Setembro de 2013, 09:38:06
Bom dia!!!!!

Prefeitura de Belo Horizonte agora exige autorização e cobra pra fotografar em parques municipais:

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2013/09/27/interna_gerais,453626/fotos-em-parques-de-bh-agora-so-com-autorizacao.shtml

O que acham disso?

Abraços

C.Celio