Autor Tópico: DÚVIDA: Captando a hora mágica  (Lida 1503 vezes)

YFab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 81
Online: 08 de Outubro de 2013, 08:36:45
Bom dia.
Sou iniciante (nota-se pelas minhas perguntas), e estou tendo algumas dificuldades bem primitivas com os meus resultados.
A dúvida é a seguinte: para fotografar no pôr do sol, a abertura tem que estar necessariamente em um número f alto para que as cores saiam mais fieis?


fstoaldo

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 67
    • Flickr
Resposta #1 Online: 08 de Outubro de 2013, 08:47:21
Número f alto (f/16, f/22...) garantem maior profundidade de campo (mais coisas em foco). Para garantir cores fiéis, deve-se procurar o "Sweet Spot" da lente. NORMALMENTE são 2 ou 3 pontos acima da abertura mínima.

Por exemplo, a cinquentinha da Canon (50mm f/1.8), o ponto de maior nitidez e fidelidade de cores [e em f/4.

Lembrando que altos números f tendem a perder nitidez devido a difração. Via de regra, para manter uma boa qualidade de imagem, tente evitar os dois extremos de abertura.

Procure testes de benchmark da sua lente na internet que você encontrará informações do Sweet Spot dela.

Fique a vontade para tirar suas dúvidas.
Canon Rebel T2i / 18-135mm f/3.5-5.6 + 50mm f/1.8 II

"Those who know what's best for us/ Must rise and save us from ourselves"


YFab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 81
Resposta #2 Online: 08 de Outubro de 2013, 08:50:43
Número f alto (f/16, f/22...) garantem maior profundidade de campo (mais coisas em foco). Para garantir cores fiéis, deve-se procurar o "Sweet Spot" da lente. NORMALMENTE são 2 ou 3 pontos acima da abertura mínima.

Por exemplo, a cinquentinha da Canon (50mm f/1.8), o ponto de maior nitidez e fidelidade de cores [e em f/4.

Lembrando que altos números f tendem a perder nitidez devido a difração. Via de regra, para manter uma boa qualidade de imagem, tente evitar os dois extremos de abertura.

Procure testes de benchmark da sua lente na internet que você encontrará informações do Sweet Spot dela.

Fique a vontade para tirar suas dúvidas.

obrigada, esclareceu bastante. quando comecei a fotografar, o sol estava baixo, e estava lindo, mas fiquei totalmente frustrada por ficar com fotos estouradas, ou amarelo muito claro. Só consegui captar as cores fechando a abertura.
vou procurar pelo sweet spot da minha 3200.


Hoogle

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 970
  • Sexo: Masculino
  • Hello. It's me.
    • Alexander Hugo - Fotografia
Resposta #3 Online: 08 de Outubro de 2013, 09:12:51
Olá YFab. Tem certeza que isso não aconteceu simplesmente por que você diminuiu a exposição? A simples mudança de abertura não deveria deixar a foto "menos estouradas" se você manter a mesma exposição.


YFab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 81
Resposta #4 Online: 08 de Outubro de 2013, 09:21:44
Olá YFab. Tem certeza que isso não aconteceu simplesmente por que você diminuiu a exposição? A simples mudança de abertura não deveria deixar a foto "menos estouradas" se você manter a mesma exposição.

no momento não me lembro de ter alterado a exposição, mas é bem provável que eu tenha feito isso. Então, para captar as cores devo deixar a abertura longe dos extremos e diminuir a exposição, é isso?


fstoaldo

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 67
    • Flickr
Resposta #5 Online: 08 de Outubro de 2013, 09:25:00
Fique a vontade!

Concordando com o Hoogle...não adianta fechar a abertura e aumentar o ISO ou o tempo do obturador. Se a exposição é a mesma, não será resolvido o problema da foto sair estourada ou não.

Algumas dicas...

Em pôr do sol, tome cuidado no que fotometrar. O Sol ou céu, por mais escuro que esteja, ainda será muito mais claro que o solo (isso num pôr do sol). Faça uso de filtros ND também, para que você atenue a exposição do céu e mantenha no solo...assim você evitará estouros.

Você poderia também utilizar um flash para iluminar o plano frontal para dar um efeito mais interessante à cena.

Existem muitos tutoriais no Youtube desse tipo de fotografia. Lembre-se também de saber qual a hora de ouro do lugar que você irá fotografar. (Tem um tutorial aqui na sessão de Artigos do Fórum).

Também, para capturar cores, mesmo a foto tendo sido cliclada perfeitamente, tem a pós-produção, pois a foto em RAW sai da camera um tanto acinzentada.

No mais, apenas uma correção...procure o Sweet Spot da sua lente, não da sua câmera.

Att,
« Última modificação: 08 de Outubro de 2013, 09:29:24 por fstoaldo »
Canon Rebel T2i / 18-135mm f/3.5-5.6 + 50mm f/1.8 II

"Those who know what's best for us/ Must rise and save us from ourselves"


alcure

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 843
  • Sexo: Masculino
  • Madafaka
    • Portfolio
Resposta #6 Online: 08 de Outubro de 2013, 09:26:03
A fidelidade da cores não depende apenas da abertura, mas sim do fotômetro e do balanço de branco. Pesquise no youtube sobre como zerar o fotômetro. Aprendendo a zerar o fotômetro, depois você poderá brincando com as variações do mesmo.

E o "sweet spot" não é da câmera, mas sim da lente, e, como falaram, é outro fator que influencia na qualidade da foto. Pesquise sobre o mesmo usando as especificações de sua lente, mas resumindo, geralmente o sweetspot fica na metade da maior e menor distância focal, bem como na metade da abertura a abertura máxima e F/11.
« Última modificação: 08 de Outubro de 2013, 09:47:39 por alcure »
* Fuji X-T2 + XF 23mm 1.4 + XF 35mm 1.4 + XF 56mm 1.4
* Nikon D750 + Sigma 50mm 1.4 ART + Nikkor 85mm 1.4G + Nikkor 105mm 2.8 Micro VR
---------------------------------------------------
http://500px.com/Alcure e http://www.flickr.com/alcure85/


YFab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 81
Resposta #7 Online: 08 de Outubro de 2013, 09:45:12
Fique a vontade!

Concordando com o Hoogle...não adianta fechar a abertura e aumentar o ISO ou o tempo do obturador. Se a exposição é a mesma, não será resolvido o problema da foto sair estourada ou não.

Algumas dicas...

Em pôr do sol, tome cuidado no que fotometrar. O Sol ou céu, por mais escuro que esteja, ainda será muito mais claro que o solo (isso num pôr do sol). Faça uso de filtros ND também, para que você atenue a exposição do céu e mantenha no solo...assim você evitará estouros.

Você poderia também utilizar um flash para iluminar o plano frontal para dar um efeito mais interessante à cena.

Existem muitos tutoriais no Youtube desse tipo de fotografia. Lembre-se também de saber qual a hora de ouro do lugar que você irá fotografar. (Tem um tutorial aqui na sessão de Artigos do Fórum).

Também, para capturar cores, mesmo a foto tendo sido cliclada perfeitamente, tem a pós-produção, pois a foto em RAW sai da camera um tanto acinzentada.

No mais, apenas uma correção...procure o Sweet Spot da sua lente, não da sua câmera.

Att,

foi mais uma vez muito esclarecedor e atencioso na resposta, obrigada. assim que possível, assistirei alguns vídeos pra entender melhor como se dá isso na prática, mas com sua resposta já deu para ter uma boa noção do meu erro e de como consertá-lo.


YFab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 81
Resposta #8 Online: 08 de Outubro de 2013, 09:58:31
A fidelidade da cores não depende apenas da abertura, mas sim do fotômetro e do balanço de branco. Pesquise no youtube sobre como zerar o fotômetro. Aprendendo a zerar o fotômetro, depois você poderá brincando com as variações do mesmo.

Pesquisei sobre isso, e já dá pra ter uma ideia. Eu não conhecia o termo "zerar o fotômetro" até então, e o texto que encontrei me deu um norte sobre isso. obrigada pela dica.  ;)


fstoaldo

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 67
    • Flickr
Resposta #9 Online: 08 de Outubro de 2013, 10:03:15
Disponha. ;)

Só uma correção...são Filtros ND Graduais...ou seja, ele é escuro e vai clareando...assim vc diminui a exposição no céu e mantém no solo.

Canon Rebel T2i / 18-135mm f/3.5-5.6 + 50mm f/1.8 II

"Those who know what's best for us/ Must rise and save us from ourselves"


alcure

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 843
  • Sexo: Masculino
  • Madafaka
    • Portfolio
Resposta #10 Online: 08 de Outubro de 2013, 10:18:29
Pesquisei sobre isso, e já dá pra ter uma ideia. Eu não conhecia o termo "zerar o fotômetro" até então, e o texto que encontrei me deu um norte sobre isso. obrigada pela dica.  ;)

Zerar o fotômetro é relativamente simples: É colocar ele no ponto 0.

o fotometro na D3200 é descrito mais ou menos assim no visor (onde poe o olho):
       
|--i--u--i--|

u = 0.

Você tem que colocar a setinha em cima do U, mirando para o lugar em que deseja tirar a foto, para isso ser possível você tem de usar 03 funções distintas da câmera (no modo manual):

Velocidade do disparo
Abertura do diafragma
ISO

Para te ajudar a facilitar as coisas (lembrando que isso pode variar conforme o que deseja para a foto):
1) A primeira coisa que você tem de estabelecer é a velocidade do obturador para que a foto não fique muito tremida. Escolha uma velocidade em que você consiga fotografar perfeitamente (quando mais rápido escolher, mais ISO e/ou ABERTURA você irá precisar). Comece com 1/60 que com certeza dará para tirar fotos sem muitos problemas.
2) Depois regule a abertura do diafragma até o ponto em que sentir que capturará o sujeito que deseja. Como é um por do sol, recomendo aberturas não menores que 8, pois poderá desfocar muito o horizonte (geralmente f/11 é o ideal).
3) Depois aumente o ISO até que o fotômetro fique zerado. Quanto maior o ISO, mais ruído terá na foto, portanto tente sempre deixar o ISO o mais baixo possível. Adianto que na D3200 iso acima de 1600 começa a ficar com muito ruído, reduzindo em muito a qualidade da foto, mas em algumas situações, é justamente o ISO que dá o charme à foto! Então isso vai do gosto pessoal.

Tendo um tripé ou uma base de apoio, você poderá reduzir bastante a velocidade do obturador, fazendo fotos de maior exposição com diafragma mais fechado e iso mais baixo, assim você capturará muito mais detalhes da foto. Quanto mais tempo demorar o clique, mais cores e luz entra no sensor, gerando as tais "fotos incríveis".

Uma dica extremamente pessoal: Sempre deixe o balanço de branco em nublado. Ainda que as cores não fiquem fiéis, as fotos costumam ficar lindas por si só! Eu NUNCA tiro do nublado, é quase minha marca pessoal.

Outra dica: Tire as fotos em RAW (extensão .NEF na Nikon), assim ao editar a foto no programa Lightroom, você conseguirá regular melhor as sombras, pois a foto terá muito mais informações de luz e cor. As vezes uma foto que você tirou e que ficou ruim, com pouca regulagem ficará linda! Não tem nem como comparar com JPEG.
« Última modificação: 08 de Outubro de 2013, 10:23:44 por alcure »
* Fuji X-T2 + XF 23mm 1.4 + XF 35mm 1.4 + XF 56mm 1.4
* Nikon D750 + Sigma 50mm 1.4 ART + Nikkor 85mm 1.4G + Nikkor 105mm 2.8 Micro VR
---------------------------------------------------
http://500px.com/Alcure e http://www.flickr.com/alcure85/


YFab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 81
Resposta #11 Online: 08 de Outubro de 2013, 10:33:54
Zerar o fotômetro é relativamente simples: É colocar ele no ponto 0.

o fotometro na D3200 é descrito mais ou menos assim no visor (onde poe o olho):
       
|--i--u--i--|

u = 0.

Você tem que colocar a setinha em cima do U, mirando para o lugar em que deseja tirar a foto, para isso ser possível você tem de usar 03 funções distintas da câmera (no modo manual):

Velocidade do disparo
Abertura do diafragma
ISO

Para te ajudar a facilitar as coisas (lembrando que isso pode variar conforme o que deseja para a foto):
1) A primeira coisa que você tem de estabelecer é a velocidade do obturador para que a foto não fique muito tremida. Escolha uma velocidade em que você consiga fotografar perfeitamente (quando mais rápido escolher, mais ISO e/ou ABERTURA você irá precisar). Comece com 1/60 que com certeza dará para tirar fotos sem muitos problemas.
2) Depois regule a abertura do diafragma até o ponto em que sentir que capturará o sujeito que deseja. Como é um por do sol, recomendo aberturas não menores que 8, pois poderá desfocar muito o horizonte (geralmente f/11 é o ideal).
3) Depois aumente o ISO até que o fotômetro fique zerado. Quanto maior o ISO, mais ruído terá na foto, portanto tente sempre deixar o ISO o mais baixo possível. Adianto que na D3200 iso acima de 1600 começa a ficar com muito ruído, reduzindo em muito a qualidade da foto, mas em algumas situações, é justamente o ISO que dá o charme à foto! Então isso vai do gosto pessoal.

Tendo um tripé ou uma base de apoio, você poderá reduzir bastante a velocidade do obturador, fazendo fotos de maior exposição com diafragma mais fechado e iso mais baixo, assim você capturará muito mais detalhes da foto. Quanto mais tempo demorar o clique, mais cores e luz entra no sensor, gerando as tais "fotos incríveis".

Uma dica extremamente pessoal: Sempre deixe o balanço de branco em nublado. Ainda que as cores não fiquem fiéis, as fotos costumam ficar lindas por si só! Eu NUNCA tiro do nublado, é quase minha marca pessoal.

Outra dica: Tire as fotos em RAW (extensão .NEF na Nikon), assim ao editar a foto no programa Lightroom, você conseguirá regular melhor as sombras, pois a foto terá muito mais informações de luz e cor. As vezes uma foto que você tirou e que ficou ruim, com pouca regulagem ficará linda! Não tem nem como comparar com JPEG.

Gostei muito das dicas e da explicação, muito obrigada.  :D Especialmente a dica do balanço de branco em nublado, eu nunca ajusto o WB pois tenho medo de perder a foto caso faça algo errado, mas vou tentar esse aí.


Lúzio

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.601
Resposta #12 Online: 08 de Outubro de 2013, 10:34:41
Tripé e 2 exposições. Uma para o primeiro plano e terra (ou seja lá o q estiver abaixo do sol) e outra para o céu e sol. Depois mescla no PS.
Ou, se a cena permitir (um barco em primeiro plano relativamente perto ou uma pessoas, por exemplo), vc regula a cam para o céu e sol e usa usa o flash para iluminar o primeiro plano. Máquina no manual e flash vc controla a potência (ou por compensação ou por controle manual da potência) para q ele ilumine de forma SUAVE o primeiro plano . Uma diferença ou outra vc corrige na edição do RAW. O suave diz respeito a tentar não caracterizar o uso do flash o mais q possível. Na edição vc também corrige ou equilibra isso também.  Q fique claro q não é uma receita de bolo. As regulagens exatas (ou o mais próximo disso), vc vai tentando na hora de acordo com a cena. Assim, se o flash ficou muito forte, faça outra foto com a potência menor. O mesmo para a exposição do céu. A esmagadora maioria dos bons fotógrafos (para não dizer todos) fazem várias tomadas da mesma cena. Normal. Apesar de se ter conhecimento técnico, mesmo avançado, a coisa (regulagens) na prática funciona na base da intuição baseada no conhecimento técnico.

Outra coisa: Não se iluda com fotos maravilhosas e ache q foi direto na hora do clique. Fotos maravilhosa exigem um acabamento na Edição. Na edição é q vc vai conseguir concluir na foto o q vc viu na hora, ou pensa q viu ou sentiu...
Na edição é q vc dá o brilho especial, o acabamento..
« Última modificação: 08 de Outubro de 2013, 10:39:27 por Lúzio »
Nova Nikon D300 + Nikon D70. Lentes 18-70 DX  e Tamron 18-50 f/2.8 XRDI.
Flash SB 600, tipés, filtros, mochilas, moto...

Rio de Janeiro


alcure

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 843
  • Sexo: Masculino
  • Madafaka
    • Portfolio
Resposta #13 Online: 08 de Outubro de 2013, 10:48:20
Gostei muito das dicas e da explicação, muito obrigada.  :D Especialmente a dica do balanço de branco em nublado, eu nunca ajusto o WB pois tenho medo de perder a foto caso faça algo errado, mas vou tentar esse aí.

Tirando as fotos em RAW, o balanço de branco não influenciará tanto no final das contas, pois você a qualquer momento poderá regulá-lo sem perder nenhum detalhe que em JPEG você perderia. A vantagem de configurar previamente o WB é que você já adianta um passo na edição final e já tem mais ou menos a prévia do que deseja.
* Fuji X-T2 + XF 23mm 1.4 + XF 35mm 1.4 + XF 56mm 1.4
* Nikon D750 + Sigma 50mm 1.4 ART + Nikkor 85mm 1.4G + Nikkor 105mm 2.8 Micro VR
---------------------------------------------------
http://500px.com/Alcure e http://www.flickr.com/alcure85/


YFab

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 81
Resposta #14 Online: 08 de Outubro de 2013, 10:49:54
Tripé e 2 exposições. Uma para o primeiro plano e terra (ou seja lá o q estiver abaixo do sol) e outra para o céu e sol. Depois mescla no PS.
Ou, se a cena permitir (um barco em primeiro plano relativamente perto ou uma pessoas, por exemplo), vc regula a cam para o céu e sol e usa usa o flash para iluminar o primeiro plano. Máquina no manual e flash vc controla a potência (ou por compensação ou por controle manual da potência) para q ele ilumine de forma SUAVE o primeiro plano . Uma diferença ou outra vc corrige na edição do RAW. O suave diz respeito a tentar não caracterizar o uso do flash o mais q possível. Na edição vc também corrige ou equilibra isso também.  Q fique claro q não é uma receita de bolo. As regulagens exatas (ou o mais próximo disso), vc vai tentando na hora de acordo com a cena. Assim, se o flash ficou muito forte, faça outra foto com a potência menor. O mesmo para a exposição do céu. A esmagadora maioria dos bons fotógrafos (para não dizer todos) fazem várias tomadas da mesma cena. Normal. Apesar de se ter conhecimento técnico, mesmo avançado, a coisa (regulagens) na prática funciona na base da intuição baseada no conhecimento técnico.

Outra coisa: Não se iluda com fotos maravilhosas e ache q foi direto na hora do clique. Fotos maravilhosa exigem um acabamento na Edição. Na edição é q vc vai conseguir concluir na foto o q vc viu na hora, ou pensa q viu ou sentiu...
Na edição é q vc dá o brilho especial, o acabamento..

Como estou sem bons programas para edição (estou tentando conseguir o lightroom), não me confio em deixar para o "pós", apesar de que em jpeg consigo regular uma ou outra bobagem. Mas por enquanto, estou tendo que me virar no clique mesmo. Assim que tiver o programa, tentarei a mescla das exposições. Mas quanto ao flash, tenho uma dúvida. Tenho como regular a potência em flash pop-up? Ou o controle que se tem do flash é a exposição?