Autor Tópico: Toda fotografia é encenada? François Soulanges, Barthes...  (Lida 1516 vezes)

Palmeida

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.552
Online: 08 de Novembro de 2013, 04:16:16
Barthes afirma que o noema da fotografia é o "isto foi", "isto aconteceu". O efeito da fotografia nele não é o de rememorar, mas o de atestar que aquilo (referente, q foi fotografado) existiu.
Por outro lado, François Soulanges desconstroi essa perspectiva de Barthes. Ao lançar mão da opinião de vários fotógrafos, diz que a fotografia não representa o "isso foi", mas o"isso foi encenado". Afirma a existência de uma "teatralização" presente em todas as fotos. Isso mesmo, todas!.

Gostaria de saber a opinião dos foristas. O q vc acha disso?
O que eu amo: Deus, família, amigos, trabalho,fotografia, contabilidade, estudar e tecnologia!


ferdu

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 688
Resposta #1 Online: 08 de Novembro de 2013, 07:12:20
Acho errado...se eu fotografar alguem sem a pessoa saber, por exemplo,  não há nenhuma encenação.

Fotos jornalisticas são outro exemplo. ..


spiderman

  • Trade Count: (4)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 13.410
Resposta #2 Online: 08 de Novembro de 2013, 07:29:13
Acho errado...se eu fotografar alguem sem a pessoa saber, por exemplo,  não há nenhuma encenação.

Fotos jornalisticas são outro exemplo. ..
Na opinião do Soulanges, mesmo no caso em que o retratado não sabe que foi fotografado, há uma encenação por parte de quem fotografa. Neste caso, a encenação se trata de pensar, elaborar, fotografar a sua propria realidade (fotógrafo). É como se a realidade de fato não existisse.

Li esse livro há algum tempo, mas me parece que é por aí.
« Última modificação: 08 de Novembro de 2013, 07:29:54 por spiderman »
Campanha de crowdfunding pra lançamento do livro - Retratos pra Yayá

Acesse e apoie: www.catarse.me/retratosprayaya


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.715
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #3 Online: 08 de Novembro de 2013, 08:08:05
Claro, é o olhar ou a "forma de ver" de cada um....
Essa é a grande "magia" da fotografia, senão tudo seria igual, sem personalização nos trabalhos.


Brupikk

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.420
  • Sexo: Masculino
    • Bruno Piccoli Fotografia
Resposta #4 Online: 08 de Novembro de 2013, 08:19:49






Bruno Piccoli
http://brunopiccoli.com
http://instagram.com/brunopiccoli.fotografia
https://www.facebook.com/BrunoPiccoliFotografia
Canon 6D + Canon 6D + Canon 6D + 24-105mm f/4 + 70-200mm f/4 + 50mm f/1.8 + 35mm f/2.0 + 40mm f2.8


Lúzio

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.601
Resposta #5 Online: 08 de Novembro de 2013, 09:03:50
No Canal "Arte 1" da TV fechada, passa uma série sobre fotógrafos famosos. Cerca d dois dias atrás passou um sobre um fotógrafo (q não sei o nome, pois quando comecei a ver já tinha começado e a sinopse não estava disponível) na a maioria das suas fotos eram todas com artistas contratados ou pessoas normais dirigidas, mesmo as q parecem ser de "Rua" ou flagrantes qualquer. Até cenas de guerra ele montou. Se me lembro, ele disse algo defendendo este estilo dele de fazer fotografia e até enaltecendo como algo de maior valor q fotografias feitas ao sabor das oportunidades casuais.
Alguem confirma se foi isso mesmo?
Já vi programas do tipo mostrando outros mestres da fotografia e (desde muito tempo) sei q não é esta coisa poética q muitos imaginam pelos fóruns.
Muita edição e elaboração ou sequencias d muitas fotos para depois, na mesa, de luz tentar encontrar algo bonito...
Não q eu ache q isso tenha valor menor, ao contrário. Apenas não tenho (e acho q nunca tive) está ideia de "Algo Puro".
Já falei e sempre causa confusão: Talento + Grana (para produção, logística, viagens etc...) + determinação. Se falta um desses, a coisa fica difícil. Se conseguir reunir as 3 (e mais algum marketing pessoal pontualmente) vc vira um grande fotógrafo.
Nova Nikon D300 + Nikon D70. Lentes 18-70 DX  e Tamron 18-50 f/2.8 XRDI.
Flash SB 600, tipés, filtros, mochilas, moto...

Rio de Janeiro


Versiano

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.338
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 08 de Novembro de 2013, 09:45:45
....Apenas não tenho (e acho q nunca tive) está ideia de "Algo Puro".
Já falei e sempre causa confusão: Talento + Grana (para produção, logística, viagens etc...) + determinação. Se falta um desses, a coisa fica difícil. Se conseguir reunir as 3 (e mais algum marketing pessoal pontualmente) vc vira um grande fotógrafo.

Concordo com o Lúzio

Penso que é extremamente difícil conseguir algo sem investimento.

Alguns podem achar radical, mas é verdade. Até pode-se conseguir bons excelentes resultados, mas se investigarmos o tempo, a dedicação, o acesso e estudo de material especializado, o preparo, o equipamento, a manutenção.... Tudo isso envolve "$"

Existem casos isolados. Mas "mais cedo ou mais tarde' o $ pode ser limitante na projeção do fotógrafo ou artista.

Gosto desse tipo de trabalho, com 'pitadas' artísticas, seja em maior ou menor grau. O fotógrafo que atinge tal nível sabe captar, enfatizar ou transformar aquilo que foge da nossa percepção comum e cotidiana.

''Equipamentos': o necessário para fazer 'boas fotos'...

Sempre me falta conhecimento e prática.


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.715
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #7 Online: 08 de Novembro de 2013, 09:47:38
Bem observado!

Quando olhamos as fotos do Sebastião Salgado, por exemplo, a gente fica fascinado pelos "registros" ( que realmente são incríveis, como todo o trabalho dele ) mas devemos lembrar-nos de que muitas das fotos são feitas em "ensaios" ( quando são pessoas ) e estas já tem quase que um vínculo que ele cria, justamente por saber da importância disso para o trabalho.

Claro que no caso dos animais e/ou a natureza não tem como, embora quando vc fica muito tempo em meio ao que vc vai fotografar as chances de se fazer algo muito bom aumentam consideravelmente, não menosprezando o trabalho dele e nem de ninguém, quem sou eu pra isso ( um nada ).


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.826
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #8 Online: 08 de Novembro de 2013, 09:53:14
Não acho que necessariamente toda fotografia seja "encenada". Mas há uma certa inocência em achar que a fotografia é sempre um retrato fiel da realidade, do que aconteceu. A "manipulação da realidade" já começa desde o momento em que decidimos o que incluir e o que não incluir no quadro. Passa pela escolha da objetiva, pela distância ao assunto, perspectiva, etc... Ou seja, muito antes de chegar ao laboratório, a fotografia já foi bastante "manipulada".
« Última modificação: 08 de Novembro de 2013, 09:53:31 por Humberto Teté »


Versiano

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.338
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 08 de Novembro de 2013, 11:08:43
Mas Humberto...

Essa manipulação não é uma encenação?

A escolha de uma lente, um filtro, uma composição, um tratamento personalizado no pós... são elementos que produzem resultados que fogem à percepção comum.

Isso tudo não constitui uma encenação?
''Equipamentos': o necessário para fazer 'boas fotos'...

Sempre me falta conhecimento e prática.


Formel

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.186
  • Sexo: Masculino
    • Formel Fotografia
Resposta #10 Online: 08 de Novembro de 2013, 11:28:23
Concordo com a opinião de Soulanges e acho o livro dele indispensável para quem quer pensar em fotografia de maneira menos rasa. Ele não fala de encenação para "montar a foto" ele fala da percepção de realidade do próprio fotógrafo alterando a realidade e muitas vezes o próprio fotógrafo não se dá conta disso. Um bom exemplo é Bresson que acreditava no momento decisivo como se ele próprio não influenciasse a foto. Bresson não compartilhava da opinião de Soulanges, mas basta olhar os trabalhos dele para entender que ele estava fazendo exatamente o que Soulanges afirmava.

Mesmo em fotojornalismo é assim.



Esse foi o prêmio Esso de fotografia de 2008 (minha memória é boa para essas coisas!). Ninguém ali está encenando nada, mas é uma encenação do fotógrafo que em segundos pensou em Jesus na Cruz e escolheu o ângulo e o momento mais apropriados para a "cena" que estava na sua mente. Pode-se argumentar que ele disparou dez fotos e aquela saiu assim, sem pensar. Mas e depois? A escolha da foto? E mesmo esse argumento não é válido, mesmo que seja o próprio fotógrafo a dizer isso. O simples fato de ter disparado a câmera já envolve intervenção na realidade do que é mostrado.



Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.164
  • Sexo: Masculino
Resposta #11 Online: 08 de Novembro de 2013, 11:58:39
Quando Barthes coloca que a fotografia é um cadáver do momento, é no sentido que aquilo aconteceu, que fisicamente existiu que os fótons que emanaram da cena sensibilizaram o filme (ou sensor) e aquele momento ficou registrado, congelado, morto e potencialmente eternizado. No livro a câmara clara ele segue depois com a questão da interpretação e os conceitos de studium e o punctun.

François Soulanges fala que “a fotografia não dá a realidade, mas que com contrapartida, a fotografia pode questionar a realidade". E o que é a realidade??? A realidade de uma fotografia seria uma questão de entendimento/percepção pessoal???

Assim como Flusser tbm explica, a realidade que se vê em uma fotografia é a uma mistura da imagem com o conhecimento do observador. (livro Filosofia da Caixa Preta).

Um texto muito interessante, que provocou a sociedade da época e antecedeu todos esses livros ai é "Equivalências" de Minor White (texto de 1963), que se acha fácil pela web.
Fotografando com a memória


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.826
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #12 Online: 08 de Novembro de 2013, 13:56:46
Mas Humberto...

Essa manipulação não é uma encenação?

A escolha de uma lente, um filtro, uma composição, um tratamento personalizado no pós... são elementos que produzem resultados que fogem à percepção comum.

Isso tudo não constitui uma encenação?

O que eu quis dizer é que não é uma "encenação" no sentido literal da palavra, de que as pessoas estão sendo dirigidas e atuando em uma cena. Mas sim, num sentido amplo, constitui sim.   ;)


ferdu

  • Trade Count: (6)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 688
Resposta #13 Online: 08 de Novembro de 2013, 14:09:06
O problema que eu vejo é no uso da palavra encenação. Talvez seja problema de tradução...

Pesquisei e cheguei nisso:
- Encenação: Simulação de comportamento ou de situação com vista a impressionar ou enganar alguém.
- Cena: Lugar onde se passa uma ação, cenário.


Ou seja a pergunta "Toda fotografia é encenada?" gera dúvidas...Se encenada quer dizer que ela é a representação de uma cena, eu acho que está correto!


No caso da foto abaixo, ela não é uma "Encenação", mas o fotografo escolheu muito bem a "Cena" que ele iria fotografar...




 :ok:


Lúzio

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.601
Resposta #14 Online: 08 de Novembro de 2013, 15:46:31
Ferdu, creio q a grande maioria da belas fotos são encenações. Em menor ou maior grau, mas encenações.
Salgado, Araquém e por aí vai...Muita encenação (no sentido de preparo da cena seja de forma radical ou suave).
Além, claro, da edição caprichada dos negativos (digitais ou pelíucula).
Coloco neste contexto até toda a logística cara e complexa para se fazer um determinado trabalho.
Sou péssimo para nomes de fotógrafos (até por não dar muita importância), vi num documentário sobre um fotógrafo fazendo fotos , creio q dos Massais, onde ele levava flahs com sombrinha e preparava tudo e dirigia os fotografados, tanto em roupas quanto em poses.. Aliás, já vi isso com a maioria dos grandes fotógrafos.
Mas volto a dizer: Não vejo problema nisso. Mesmo pq, se o cara não tiver talento nada de bom vai ser feito.
Nova Nikon D300 + Nikon D70. Lentes 18-70 DX  e Tamron 18-50 f/2.8 XRDI.
Flash SB 600, tipés, filtros, mochilas, moto...

Rio de Janeiro