Autor Tópico: Pentax: ME-Super, MZ 50 ou K1000?  (Lida 5536 vezes)

Putardo

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 160
  • Sexo: Masculino
    • All Fotos
Online: 14 de Março de 2005, 10:15:41
Gostaria de saber quais as diferenças mais marcantes entre essas 3 cameras, porque os preços que encontrei pesquisando na net é bem razoável e próximos uns dos outros.

valeuz!


Zeiss

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 698
    • Melhor pra Deus
Resposta #1 Online: 15 de Março de 2005, 19:23:07
B) Oi, o pessoal aqui tá mais acostumado com digital, o que é irreversível, eu conheço apenas um pouco delas mas pode ajudar, mas vamos lá:
A ME-Super é das décadas de 70/80, uma câmera bem pequena e que na época não era topo de linha da Pentax, ou seja, havia algo de mais robusto como a Pentax MX que era toda mecânica. A K1000 teve seus anos de glória no início de sua vida pois os últimos modelos não são em metal, mas em plástico cromado acetinado. É toda mecânica e vale ver se a tela de focalização tem telêmetro partido ou é só "embaça/desembaça". Estas cameras são ótimas para se aprender a fotografia de forma correta, no manual, mas hoje sai caro usar filme tendo digital. A MZ já é da era eletrônica e com certeza mais frágil que as outras citadas apesar de ter facilidades nos modos automáticos. Na net vc encontra informações mais precisas mas dá pra ter uma noção. As cameras antigas de modo geral não possuem mais peças de reposição, vc vai ter que encontrar um técnico que tenha bom estoque de sucata ou microtorno pra fazer peças mecânicas, mas aí só compensa pra cameras caras como as Leica, o que não é o caso.
Já usei Pentax em eventos, inclusive K1000, ME e MX. As objetivas 28mm 3.5, 50mm 2.0 e 135mm 3.5 que usei sempre produziram ótimas imagens, o meu medo era quanto ao corpo quebrar ou as lâminas do diafragma colarem, pois na época estava acostuma a robustez da Nikon FM2 e F2 que tmb usava.
Mas hoje só vale a pena comprar se for por micharia pq daqui a pouco ninguém mais vai querer máquina de filme. Pra vc ter idéia tenho uma Nikon N90s que é excelente, tá novinha mas é difícil achar quem queira pagar por uma camera de filme profissional que custa um pouco mais na era da digital. Ganhei uma Nikon FEcom objetiva 50mm 1.8E e uma FM com objetiva 50mm 1.2 (que é uma objetiva cara e excelente) de uma irmã e um irmão que abriram mão da qualidade das Nikon de filme pela praticidade de cameras Sony digitais compactas. É IRREVERSÍVEL.
Bye
João Bosco
Sony Alpha A100+18-70+F56AM
Sony NEX F3 Black+18-55
Panasonic Lumix TZ10
boscovieira@hotmail.com-Fortaleza-CE


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #2 Online: 15 de Março de 2005, 20:54:01
Zeiss.

Tem, uma solução intermediária que é digitalizar filme.

Aqui perto de casa eu digitalizo um filme de 36 poses por 15 reais, incluindo revelação, em média definição, o que equivale a 6mp, mais ou menos. Por 20 reais em alta resolução, 26mp. Na verdade com 6mp é suficiente para filmes não extremamente finos e 28mp é mais do que se consegue com cromo.

Filme para mim significa hoje filme digitalizado.

Ivan


Mineiro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 109
    • http://
Resposta #3 Online: 15 de Março de 2005, 21:24:38
Onde vc manda fazer isso, Ivan?
A qualidade da digitalização é boa?


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #4 Online: 15 de Março de 2005, 22:04:31
Mineiro:

Mando fazer num lab chamado Black Digital que tem na Rua do Catete perto do Palácio da República, Catete, Rio de Janeiro.

Cobram-me 15 reais por revelação e escaneamento em 6mp e cobram-me 20 pelo mesmo serviço em 26mb, o máximo que fazem.

Para você ter uma idéia da qualidade, eis um cromo Ektachrome E100SW escaneado em 26mp.



e eis seu detalhe em 1:1 (26mb)



Como você pode ver no detalhe, o escaneamento supera a resolução do cromo e começa a mostrar os grãos como se detalhes fossem (a resolução se extingue quando os detalhes do substrato aparecem mais que a coisa retratada). Esse cromo estimo em não mais de 14mp de resolução equivalente.

Um filme ProImage ISO 100 tem resolução equivalente entre 6 e 7mp.

Um filme Kodak Portra 400 revelado ontem e escaneado tem no máximo 6mp, com favor. Empata com a resolução do escaneamento em média resolução.

Qual o meu critério comparativo? O seguinte (tem falhas, como qualquer critério de comparação, pois comparar é impossível): Vou reduzindo a foto em porcentagem até que não vejo mais o grão, ou o vejo muito leve. Multiplico por dois. Pronto, este é o tamanho de impressão em papel em que a cópia sai boa sem se mostrar granulada. Equivale a fazer a mesma coisa na imagem digital e deixar de ver o ruído (o grão é como um tipo de ruído). Por exemplo, no ProImage 100 Kodak tive de reduzir a 25% a foto para não ver grãos na tela. Isso quer dizer que a foto teria de ser reduzida a 50%. Bem, devemos lembrar que são 50% na altura e na largura, ou seja, dividir o tamanho por 4. Dividindo 26mp por 4 dá 6.5mp.

Na minha tabela empírica particular, um filme como o Portra 400 tem 5mp
Um filme como o ProImage 100 tem 6.5mp
Um cromo grosso como o Ektachrome E100SW tem 12/14mp
Esses eu experimentei e a avaliação segue o critério acima
Provavelmente um cromo fino tem 18mp e um filme fino negativo em cores tem 8mp.

 


Alex Biologo

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.803
  • Sexo: Masculino
    • Olhares Dispersos
Resposta #5 Online: 15 de Março de 2005, 22:15:14
Ivan, essa idéia de scanear os filmes muito me interessa, tenho uma mz-50 e não a abandonei totalmente.... poder ser uma boa inclusive pra não abandoná-la de vez, sabe de algum lugar que faça esse serviço em sampa?

Sobre as 3 câmeras citadas, já usei as 3 acho a K1000 bem legale boa pra se aprender (como uma Zenith), e tenho uma mz-50, o foco manual da mz é bem confiável e rápido, os comandos manuais são trabalhosos no início (mas mais fáceis que na digital...rs).

É uma câmera bem resistente, a minha já levou aguns tombos (coisas de trabalho) e resiste bem até hoje, só a beteria que acho cara, vão duas cr2 e com elas vc bate cerca de 10 a 12 filmes.

Espero ter ajudado

Alex
Alex Martins dos Santos - São Paulo/SP
Fuji S5100
Pentax MZ-50
Canon 10D e 300D + lente  28-135 is Canon + lente 70-300 TAmron


Mineiro

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 109
    • http://
Resposta #6 Online: 15 de Março de 2005, 22:20:36
poxa, vo experimentar pra ver como fica... o problema é pegar 2 onibus pra chegar até o catete... será q tem algum laboratório no centro q faça isso?


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #7 Online: 15 de Março de 2005, 22:32:26
O lab é em frente à estação do metrô Catete. No centro o pessoal me falou do AllPhoto na Santa Luzia 799 sobreloja, mas nunca fiz lá. Vou experimentar qualquer dia.  Telefone dessa AllPhoto 2262-5100

Esse do Catete funciona, mas você tem de perguntar o preço antes, pois tem variado prá caramba. Pode até dizer que fui eu quem recomendou (peça primeiro o preço e depois chore dizendo que eu recomendei e disse ser mais barato -risos) pois eles me conhecem.

O telefone de lá é:
2558-3533

O que você achou do escneamento que mostrei?

Ivan
« Última modificação: 15 de Março de 2005, 22:33:09 por Ivan de Almeida »


Zeiss

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 698
    • Melhor pra Deus
Resposta #8 Online: 16 de Março de 2005, 08:11:38
B) Bem Ivan aqui em Fortaleza já mandei escanear negativo na maior empresa do ramo a Aba Film, mas não gostei do resultado. Eles usam o minilab Noritsu para escanear, talvez não tenham feito com cuidado suficiente. Na época questionei que, quando mando fazer uma cópia digital a partir do negativo, fica melhor que convencional, mas o negativo escaneado ficou pior. Sugeri que se preparasse as imagens como se fosse imprimi-las e aí se gravasse no CD. O técnico engasgou e disse que não dava, que o caminho era diferente e não convenceu. Acho que é má vontade mesmo. Eles cobram 15 reais para deixar as fotos na dimensão certa para serem impressas 20X30cm. Ainda não conversei com outras empresas mas acho que se houver boa vontade de algum o resultado fique tão bom quanto as cópias digitais. Recebi agora o livro Adobe Photoshop para fotógrafos indicado aqui no fórum. Quando estiver com habilidade no programa vou cair em campo atrás de alguém que faça o serviço com qualidade.
Bye
João Bosco
Sony Alpha A100+18-70+F56AM
Sony NEX F3 Black+18-55
Panasonic Lumix TZ10
boscovieira@hotmail.com-Fortaleza-CE


Paulo Machado

  • Trade Count: (6)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.015
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 16 de Março de 2005, 08:21:40
O problema é que escanear é dependente do equipamento e do operador. E geralmente estes operadores temmá vontade em serviços que fogem ao convencional.
Ivan, qual o lab utilizado, quer dizer, qual o equipamento, dá para ver no EXIF.
Este lab fica logo depois da Correia Dutra? É Fuji?
When words become unclear, I shall focus with photographs. When images become inadequate, I shall be content with silent.  - Ansel Adams


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #10 Online: 16 de Março de 2005, 08:39:06
Paulo

O lab fica praticamente em frente à Rua Ferreira Viana, entre a Correa Dutra e a Silveira martins. É Noritsu. Sua resolução máxima é 26mp para fotogramas e para saída impressa.


marcelo.h

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 16
Resposta #11 Online: 16 de Março de 2005, 09:47:08
Voltando a pergunta inicial do Putardo, eu já tive uma K1000 e estava buscando uma ME Super até que apareceu as OM.

Acredito que a ME Super é um passo acima da K1000 e uma evolução para o fotógrafo que iniciou com a K1000 e quer algumas facilidades sem abrir mão da possibilidade de total controle manual. A série MZ pra mim só se for MZ-6 ou no mínimo a MZ-7.

ME Super sem dúvida.
Marcelo
Fpolis


Putardo

  • Trade Count: (1)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 160
  • Sexo: Masculino
    • All Fotos
Resposta #12 Online: 16 de Março de 2005, 13:16:25
Na B&W, da sete de abril, a ME Super tá R$400,00... é um preço razoável, não?

Será que vale a pena?

 


dantonvb

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 399
    • http://
Resposta #13 Online: 27 de Março de 2005, 23:40:05
As Pentax mêcanicas da série K (KX, KM e K1000) são ótimas. Basicamente tem a estrutura e as funções da antiga Pentax Spotmatic lançada em 1964, porém com lentes de baioneta K no lugar da rosca M42. Tenho em minha coleção as três e também a Spotmatic I e II. Posso dizer que duram a vida toda, com revisões periódicas para limpeza e lubrificação. Não têm os recursos modernos como autofocus, motor driver, mas são extremamente confiáveis. A Pentax KX é a mais sofisticada, e equivale a uma Nikon FM. Ela tem inclusive trava de espelho para reduzir a vibração em fotos com ultra-teleobjetivos, macro ou fotos noturnas. As mais difíceis de encontrar são as KX e KM. A Pentax K1000 é bastante comum e custa no Brasil entre R$ 500 e R$1000, no mercado de usados. A diferença é que ela não tem self-timer e botão de previsão de profundidade de campo.


Além das Pentax KX, KM e K1000 recomendo também a linha M (MX, ME e MEsuper).

A MX é totalmente mecânica, muito compacta (do tamanho de uma Olympus OM1/OM2) e usa pilhas apenas para o fotomêtro. Aceita winder, motor drive para 5 fps e vários acessórios. Era comercializada como profissional compacta, como a Olympus OM1.

A duas ME são eletrônicas, aceitam winder e tem apenas a velocidade de sincronismo de flash mecânica. São ainda mais compactas que a MX, talves as menores SLRs já fabricadas. A ME é totalmente automática (prioridade de abertura) e a MEsuper é também manual.

No catálogo da época em que eram comercializadas eram comparadas em tamanho com as Leicas M.

São um pouco mais difícil de encontrar no Brasil que as K1000, mas duram também a vida toda.

A linha MZ/ZX é totalmente eletrônica. A mais barata é a MZ-M, de foco manual. Tem multi-modo (Av,Tv,P,M), mas também é totalmente manual. O modo de funcionamento emula uma mecânica da década de 60/70. A abertura é selecionado na objetiva e a velocidade é selecionada num dial rotativo. Tem botão de previsão de profundidade de campo. A única coisa que falta nela é o foco automático e flash TTL. O visor é excelente, bem completo e bem claro. Imagine ser uma MZ-5n sem o autofocus. É bem leve, apenas a construção parece ser mais frágil.

Uma vantagem da pentax é que suas objetivas podem ser usadas nas SLR digitais *ist D e DS, com algumas restrições. Isso vale para todas as objetivas fabricadas desde 1952. Basicamente voce terá que fazer a medição em abertura real (escura) da mesma forma que na década de 1960. Isso é uma restrição pequena, para se aproveitar excelente objetivas, que tem um preço muito baixo no mercado de usados (em relação a outras marcas).

Se quizer conhecer melhor as Pentax que utilizam baioneta K veja o site em inglês abaixo, do qual sou um dos colaboradores.
http://www.bdimitrov.de/kmp

Esse site trata-se da bíblia sobre Pentax K (camaras com baioneta) e compreende desde as câmaras, objetivas até os mais específicos acessórios.
« Última modificação: 28 de Março de 2005, 00:01:45 por dantonvb »


Alex Biologo

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.803
  • Sexo: Masculino
    • Olhares Dispersos
Resposta #14 Online: 27 de Março de 2005, 23:50:56
Dantonvb ótimo site o que vc mostrou.... eu to querendo ir pra ist d justamente por ter uma mz-50 que adoro e realmente as lentes das pentax usadas são bem baratas de se conseguir, pelo menos em sampa.


Aliás acabei de ver no site um protótipo de mz digital, se realmente lançassem seria maravilhoso.
« Última modificação: 27 de Março de 2005, 23:53:23 por Alex Biologo »
Alex Martins dos Santos - São Paulo/SP
Fuji S5100
Pentax MZ-50
Canon 10D e 300D + lente  28-135 is Canon + lente 70-300 TAmron