Autor Tópico: Casamento: espontaneidade X encenação  (Lida 9521 vezes)

Pris WerSo

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.698
  • Sexo: Feminino
Online: 26 de Novembro de 2013, 17:26:51
Oi amigos! Antes que me atirem pedras, não sou contra e nem a favor, muito pelo contrário. Entendo que é algo pedido e desejado pelos noivos, mas o que falarei foi o que percebi.

 Fui a um casamento há 1 semana, em uma igreja do século XVIII, com músicos e, como é habitual hoje em dia, vários casais de padrinhos, disputando espaço na nave com o padre e os noivos e... os fotógrafos! No total, 6 fotógrafos, cada um com seus apetrechos extras, monopés, lentes, luzes... passando de um lado para o outro, colocando lentes sobre o altar, imprensando os padrinhos contra a parede, ficando na frente daqueles que queriam assistir ao casamento: nós, os convidados. Eles não têm a ver com o acontecimento em si, não fazem parte emocional daquele momento e os senti como elementos dispersivos do que deveria ser um momento para os amigos e familiares. Pensei em algum momento: "eles estão de preto... não deveriam ser meio... invisíveis?" Não sei se pelo número de profissionais presentes em um espaço físico limitado, mas fiquei incomodada com aquela movimentação em volta da cerimônia. Junto a isso, percebo que perdeu-se a espontaneidade... um beijo não é mais o beijo da concretização, do pós troca de alianças e sim o beijo do "espera, vira um pouquinho... mais um... de novo... agora sim!" Aí, na hora da saída dos pais e padrinhos, como os fotógrafos estão na frente, preocupados com os noivos, aqueles têm que dar a volta, desviando do caminho, quase como intrusos daquele momento. Achei desconfortável.

Não tenho a menor ideia de como quem trabalha com isso lida com este acontecimento, se não se importam, se fazem diferente... sei que é um trabalho desejado pelos noivos e assim eles querem. Falo como convidada, que levei a câmera sim, mas para fotografar a igreja antes da cerimônia... rsrs... mas imediatamente passou pela minha cabeça: se fosse eu casar desta forma (só casei no civil, com um casal de padrinhos para cada um), colocaria provavelmente apenas 1 fotógrafo... ou faria como uma grande amiga que deu câmeras descartáveis para os amigos fotografarem o casamento.

Falem, malhem, concordem, discordem... juro que gostaria de saber como é com vocês, pois o que vi, não curti...


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #1 Online: 26 de Novembro de 2013, 17:40:14
O que vc viu, e uma "moda", dos ultimos anos.
Dependendo o padrao do evento vera mais ou menos "shows dos profissionais".
de modo geral, em igrejas catolicas se respeita muito menos a seriedade da cerimonia.
Em outras religioes isso nao acontece,nem a pau.
Existe a escola do "fotografo invisivel",conhecida por poucos
ja que o mesmo nao e participante-convidado de coisa nenhuma, logo entao nao deve aparecer.
Como voce bem disse isto poder criar diversas polemicas,
porque o padrao dos pro e amadores de um forum e variado.
mas cada um da su opiniao a traves do seu conhecimento.
nao fique constrangida por nao ter curtido, e para nao curtir , mesmo.
Nessa "moda", a igreja vira Estudio ou Set de filmagem,e o convidado que se fo........,  vai entender!!!???!!!
abs.
« Última modificação: 26 de Novembro de 2013, 17:42:19 por agalons »


Rafael.l

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.871
Resposta #2 Online: 26 de Novembro de 2013, 17:45:04
essse tópico me lembrou desse video http://www.youtube.com/watch?v=oReLN5nntKw


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.760
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #3 Online: 26 de Novembro de 2013, 18:31:36
Isso me lembra uma história que um fotógrafo (já falecido) me contou quando fiz um casamento com ele. Diz ele que na hora da troca de alianças e beijo, ele ficou ali, no melhor lugar possível do altar, pra pegar o melhor ângulo, e tudo o mais. Logo depois do beijo, quando ele baixou a câmera, a mãe da noiva disse algo assim: "você ficou na minha frente no momento mais importante da minha vida!". De doer o coração! Depois disso ele passou a fazer o máximo pra ficar "invisível" na cerimônia.

Pois bem, esse foi um dos primeiros casamentos que eu fiz, e isso ficou ressoando na minha cabeça. Essa é a postura que eu passei a adotar também, do fotógrafo invisível, de interferir o mínimo possível na cerimônia, de evitar ficar na frente das pessoas, etc. Por esse motivo também, que no orçamento que passo aos noivos, eu digo que trabalho no máximo em 3 fotógrafos, mas dou preferência a trabalhar em dupla.

Já vi vários casamentos onde os fotógrafos e cinegrafistas ficam em cima do casal no altar, cobrindo toda a visão de quem tá sentado, chega a ser irritante. Na hora da troca de alianças e na hora do beijo, tudo o que a gente vê são as costas dos caras, uma muralha preta, rsrs. Confesso que tem hora que é difícil, dependendo do tamanho da nave e da quantidade de padrinhos, mas tem que se fazer de tudo para não atrapalhar o evento.

Enfim, concordo com você, Pris!


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #4 Online: 26 de Novembro de 2013, 18:59:32
Isso me lembra uma história que um fotógrafo (já falecido) me contou quando fiz um casamento com ele. Diz ele que na hora da troca de alianças e beijo, ele ficou ali, no melhor lugar possível do altar, pra pegar o melhor ângulo, e tudo o mais. Logo depois do beijo, quando ele baixou a câmera, a mãe da noiva disse algo assim: "você ficou na minha frente no momento mais importante da minha vida!". De doer o coração! Depois disso ele passou a fazer o máximo pra ficar "invisível" na cerimônia.

Pois bem, esse foi um dos primeiros casamentos que eu fiz, e isso ficou ressoando na minha cabeça. Essa é a postura que eu passei a adotar também, do fotógrafo invisível, de interferir o mínimo possível na cerimônia, de evitar ficar na frente das pessoas, etc. Por esse motivo também, que no orçamento que passo aos noivos, eu digo que trabalho no máximo em 3 fotógrafos, mas dou preferência a trabalhar em dupla.

Já vi vários casamentos onde os fotógrafos e cinegrafistas ficam em cima do casal no altar, cobrindo toda a visão de quem tá sentado, chega a ser irritante. Na hora da troca de alianças e na hora do beijo, tudo o que a gente vê são as costas dos caras, uma muralha preta, rsrs. Confesso que tem hora que é difícil, dependendo do tamanho da nave e da quantidade de padrinhos, mas tem que se fazer de tudo para não atrapalhar o evento.

Enfim, concordo com você, Pris!

E ate ruim para trabalhar, se fizer cenas abertas, um monte de babacas, que nao sao da festa aparecem la,
a geraçao de cinegrafistas que gravam so com angular,( nao sabem trabalhar de outra forma),
os fotografos que so usam fixas curtas e querem fazer closes com elas.
Em fim , "ta na moda , ta usando"!!!
Eu aprendi a trabalhar sendo invisivel, e nao entendo outra forma de realizar minha profissao.
abs.
« Última modificação: 26 de Novembro de 2013, 18:59:58 por agalons »


Pris WerSo

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.698
  • Sexo: Feminino
Resposta #5 Online: 26 de Novembro de 2013, 19:04:23
Amigos, fico feliz com estes comentários, em saber que o que presenciei não é habitual e nem desejável...


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.760
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #6 Online: 26 de Novembro de 2013, 19:14:39
Eu aprendi a trabalhar sendo invisivel, e nao entendo outra forma de realizar minha profissao.
abs.


 :ok:


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #7 Online: 26 de Novembro de 2013, 19:52:56
Amigos, fico feliz com estes comentários, em saber que o que presenciei não é habitual e nem desejável...

E habitual, porem indesejavel, :eek:
abs.


Pope

  • SysOp
  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.196
  • Sexo: Masculino
    • Renato Pope
Resposta #8 Online: 26 de Novembro de 2013, 19:56:47
Eu ia falar sobre essa modinha ridícula de fotografar com fixas uma casamento e a lente mais longa que o sujeito usa é uma 85mm... Mas não precisou. hora do beijo comigo é 135mm para cima!
"If you wanted a cheap profession to get into you picked the wrong one."Zack Arias
Flickr


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.760
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #9 Online: 26 de Novembro de 2013, 20:04:05
Eu ia falar sobre essa modinha ridícula de fotografar com fixas uma casamento e a lente mais longa que o sujeito usa é uma 85mm... Mas não precisou. hora do beijo comigo é 135mm para cima!


Hein?! Tem um monte de excelentes fotógrafos por aí fazendo casamentos com 35 + 85mm. Dá pra se virar muito bem sem ter que enfiar a câmera na cara do casal. Eu uso uma 100mm, mas já usei 85mm e não tem muito problema não, fiz até um casamento recente com uma 28mm e uma 50mm. Só tem que saber se posicionar e saber o tipo de foto que você pode ou não fazer. O importante não é a objetiva que se usa, e sim saber que você não pode é enfiar a câmera na cara dos noivos. Seja com uma 85mm, seja com uma 135mm.


Falar que é "modinha ridícula" tá forçando a barra e ofendendo um monte de ótimos profissionais por aí. Pega leve!  ;)


sri_canesh

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 1.646
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 26 de Novembro de 2013, 20:07:34
Sem contar a barulheira horrível dos espelhos das DSLRs e o espocar de um zilhão de flashs. Parece mais cobertura jornalística em dia de anúncio de pacote econômico  :ponder:

Mas, não dá para culpar só os fotógrafos. Muitos casais querem exatamente isso. A cerimônia torna-se um fim em si mesmo.
Cássio R. Eskelsen - Blumenau/SC


Pope

  • SysOp
  • Trade Count: (31)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.196
  • Sexo: Masculino
    • Renato Pope
Resposta #11 Online: 26 de Novembro de 2013, 20:09:17
Falar que é "modinha ridícula" tá forçando a barra e ofendendo um monte de ótimos profissionais por aí. Pega leve!  ;)
É opinião pessoal, relaxa... Nenhum argumento vai mudar a minha opinião. Eu não contrataria, mas, isso não afeta esses montes de profissionais.
"If you wanted a cheap profession to get into you picked the wrong one."Zack Arias
Flickr


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.760
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #12 Online: 26 de Novembro de 2013, 20:13:30
É opinião pessoal, relaxa... Nenhum argumento vai mudar a minha opinião. Eu não contrataria, mas, isso não afeta esses montes de profissionais.


Tô relaxado, não quero mudar a sua opinião, só tô dizendo pra pegar leve com os termos.  :ok:


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #13 Online: 26 de Novembro de 2013, 21:10:21

Hein?! Tem um monte de excelentes fotógrafos por aí fazendo casamentos com 35 + 85mm. Dá pra se virar muito bem sem ter que enfiar a câmera na cara do casal. Eu uso uma 100mm, mas já usei 85mm e não tem muito problema não, fiz até um casamento recente com uma 28mm e uma 50mm. Só tem que saber se posicionar e saber o tipo de foto que você pode ou não fazer. O importante não é a objetiva que se usa, e sim saber que você não pode é enfiar a câmera na cara dos noivos. Seja com uma 85mm, seja com uma 135mm.


Falar que é "modinha ridícula" tá forçando a barra e ofendendo um monte de ótimos profissionais por aí. Pega leve!  ;)

Usar lentes fixas nao e ridiculo,
nao saber usar, e uma "modinha ridicula",
Se alguem se ofender por isto e patetico.
Eu ja fui vitima dos "modinha", me indicaram alguem para ser fotografo 2 comigo
em um casamento importante, o dia anterior me ligou dizendo se tudo bem ele usar 50mm em FF.
Eu achei interessante, ate que expulsei o cara no meio da cerimonia, fazendo closes com a 50.
ombro com ombro com o padre fazendo os noivos, :aua:
Podia ter feito um otimo trabalho, mais me virei sozinho, nao ficou ruim.
Vivendo e aprendendo,o aprendizado e eterno...
das 300 fotos escolhidas somente foram 10 do "modinha ridicula"!!!!!!!
« Última modificação: 26 de Novembro de 2013, 21:23:38 por agalons »


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.107
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #14 Online: 26 de Novembro de 2013, 21:53:14
Oi amigos! Antes que me atirem pedras, não sou contra e nem a favor, muito pelo contrário. Entendo que é algo pedido e desejado pelos noivos, mas o que falarei foi o que percebi.

 Fui a um casamento há 1 semana, em uma igreja do século XVIII, com músicos e, como é habitual hoje em dia, vários casais de padrinhos, disputando espaço na nave com o padre e os noivos e... os fotógrafos! No total, 6 fotógrafos, cada um com seus apetrechos extras, monopés, lentes, luzes... passando de um lado para o outro, colocando lentes sobre o altar, imprensando os padrinhos contra a parede, ficando na frente daqueles que queriam assistir ao casamento: nós, os convidados. Eles não têm a ver com o acontecimento em si, não fazem parte emocional daquele momento e os senti como elementos dispersivos do que deveria ser um momento para os amigos e familiares. Pensei em algum momento: "eles estão de preto... não deveriam ser meio... invisíveis?" Não sei se pelo número de profissionais presentes em um espaço físico limitado, mas fiquei incomodada com aquela movimentação em volta da cerimônia. Junto a isso, percebo que perdeu-se a espontaneidade... um beijo não é mais o beijo da concretização, do pós troca de alianças e sim o beijo do "espera, vira um pouquinho... mais um... de novo... agora sim!" Aí, na hora da saída dos pais e padrinhos, como os fotógrafos estão na frente, preocupados com os noivos, aqueles têm que dar a volta, desviando do caminho, quase como intrusos daquele momento. Achei desconfortável.

Não tenho a menor ideia de como quem trabalha com isso lida com este acontecimento, se não se importam, se fazem diferente... sei que é um trabalho desejado pelos noivos e assim eles querem. Falo como convidada, que levei a câmera sim, mas para fotografar a igreja antes da cerimônia... rsrs... mas imediatamente passou pela minha cabeça: se fosse eu casar desta forma (só casei no civil, com um casal de padrinhos para cada um), colocaria provavelmente apenas 1 fotógrafo... ou faria como uma grande amiga que deu câmeras descartáveis para os amigos fotografarem o casamento.

Falem, malhem, concordem, discordem... juro que gostaria de saber como é com vocês, pois o que vi, não curti...

Se o fotografo esta atrapalhando os convidados a assistir a cerimonia, pede licenca, entra na frente dele e tira uma foto para guardar de recordacao antes que o fotografo volte a atrapalhar.  :D

Estou brincando obviamente. Isso se chama falta de organizacao, falta de principios, etc. No final, tudo virou mero modismo. Fotos, cerimonia, etc. Muitos casais fazem a cerimonia para agradar a familia e contratam fotografos pq "casamento tem fotografos".

Essa eh a cultura do espetaculo.

Tambem tem muitosfotografos que gostam de chamar a atencao, os ditos "amadores profissionais". Eles acham que estao arrazando, que ele eh mais importante que convidados, que todo mundo gosta de ver ele trabalhar, etc. Muitos fotografos acreditam que essa eh a chance deles brilharem.  8-)
« Última modificação: 26 de Novembro de 2013, 22:04:16 por C R O I X »
http://www.marciofaustino.com/
https://www.instagram.com/marcio_faustino_photographer/

Regras sao para reproducao, e para criadores que nao ouvem ou confiam em sua voz interna [ainda]. Uma foto sincera eh a que tem sua propria voz e ritmo.