Autor Tópico: Seguro De Equipamento Trocado (sem nota fiscal)  (Lida 8927 vezes)

Cooler.M

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
Online: 11 de Dezembro de 2013, 10:07:54
Eu sei que o assunto já foi muito debatido no fórum, mas acabei de pegar essa informação e achei útil.
Tenho meu seguro com a Kertzmann (Fábio), que fez meu seguro ano passado (câmera com nota e a lente sem nota).

Fui adicionar alguns equipamentos que comprei e perguntei a ele justamente sobre o seguro sem nota fiscal.
Ele me disse que, desde que haja comprovação do pagamento tudo bem (dinheiro saiu da sua conta).

Como em caso de trocas de equipamento (que é bem comum aqui no fórum), não se gera nota fiscal ou pagamentos, como fica?
Segundo o Fábio, nesse caso ainda é possível fazer o seguro, porém é necessário uma carta assinada e reconhecida, da outra pessoa informando sobre a troca.
Algo como:

Eu FULANO,  troquei na data de DIA, com FULANO 02, os seguintes equipamentos:

Enviando:
 - Equipamento 01 - Marca, Modelo e Número de Série
Recebendo:
 - Equipamento 02 - Marca, Modelo e Número de Série


Segundo ele, dessa forma, é possível fazer o seguro do equipamento, mesmo sem nota, mesmo sem comprovante de pagamento.
Resolvi postar porque, pode ser uma boa informação para quem está trocando equipamentos no fórum.
[VENDO] WD MyBook Live 2TB - Solução em Backup (Nuvem Pessoal)
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=95559.0


jauvane

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 1.987
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 11 de Dezembro de 2013, 10:13:22
Não entendi o problema. A qualquer momento a pessoa pode acrescentar e excluir itens na apólice, i.e. Se venderes uma dterminada lente basta excluí-la de tua apólice. O comprador pode então incluí-la na apólice dele, se for o caso. Não existindo nota basta enviar foto mostrando o número de série da lente. Se o vendedor repassar a nota de compra da lente, basta incluir um "termo de doação" indicando que a lente passa a pertencer a outrém (esta opção permite que o seguro seja feito por corretoras que não tem o privilégio de fazer o seguro apenas com fotos).

O que quers dizer é que depois de excluída de uma apólice a lente não poderia entrar em outra apólice sem o documento que indicaste.
JVc.


Cooler.M

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
Resposta #2 Online: 11 de Dezembro de 2013, 10:26:30
Não entendi o problema. A qualquer momento a pessoa pode acrescentar e excluir itens na apólice, i.e. Se venderes uma dterminada lente basta excluí-la de tua apólice. O comprador pode então incluí-la na apólice dele, se for o caso. Não existindo nota basta enviar foto mostrando o número de série da lente. Se o vendedor repassar a nota de compra da lente, basta incluir um "termo de doação" indicando que a lente passa a pertencer a outrém (esta opção permite que o seguro seja feito por corretoras que não tem o privilégio de fazer o seguro apenas com fotos).

O que quers dizer é que depois de excluída de uma apólice a lente não poderia entrar em outra apólice sem o documento que indicaste.

Não, não quero dizer nada disso e nem estou relatando um problema.
Estava apenas postando uma informação, desculpe se pareceu um problema ou reclamação.

Claro que, se você troca um equipamento com alguém e essa outra pessoa tem a nota fiscal, o seguro é feito normalmente (como se tivesse nota fiscal).
O que eu estou relatando é a apenas a informação de que, se você trocar algum equipamento com alguém (que nenhum dos dois tenha nota fiscal), se você precisar fazer o seguro desse equipamento que você recebeu (da outra pessoa), você precisa de uma carta dela.

Uma carta que informe que você deu a lente X e recebeu a lente Y (por exemplo).
Só fui atrás da informação porque estou fazendo algumas trocas aqui no fórum e achei interessante.
Não estou relatando problemas e nem nada disso! =)

__________________________

Falei agora com o Leandro da liame.com.br, que faz seguro pela RSA.
Lá é possível fazer seguro sem a nota fiscal, sem comprovante de pagamento ou carta de troca.
Apenas com a foto do equipamento e o número de série.

Alguém já fez com eles ou com a RSA e teve algum sinistro, para dar a sua opinião?

Grato!
[VENDO] WD MyBook Live 2TB - Solução em Backup (Nuvem Pessoal)
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=95559.0


jauvane

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 1.987
  • Sexo: Masculino
Resposta #3 Online: 11 de Dezembro de 2013, 10:52:38
Não achei que estavas reclamando :). É que acabo de fazer seguro pela Kertzmann e, embora eu tenha nota de tudo o que tenho (exceto uma lente que comprei de uma amiga), como algumas notas não eram no meu nome, optamos por fazer o seguro usando apenas fotos. A Kertzmann faz seguro sem a necessidade das notas fiscais também, e depos do seguro feito é possível incluir e excluir itens na apólice a qualquer momento (no caso de uma troca bastaria um excluir da sua apólice e o outro incluir na outra, enviando fotos). O seguro lá pode ser pela RSA (Royal) ou Porto Seguros. Um amigo corretor aqui no Rio me confirmou que a RSA é uma emresa sólida e confiável (da Inglaterra). Com isso acabei optando pela RSA, já que o montante total do equipamento ficou surpreendentemente elevado (eu nunca tinha somado os valors, e olha que coisas que só uso em casa - de estúdio - eu não incluí na apólice) e o valor da apólice pela RSa era de cerca de metade da mesma apólice pela Porto Seguros.
« Última modificação: 11 de Dezembro de 2013, 10:57:11 por jauvane »
JVc.


Cooler.M

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
Resposta #4 Online: 11 de Dezembro de 2013, 10:58:51
Não achei que estavas reclamando :). É que acabo de fazer seguro pela Hertzmann e, embora eu tenha nota de tudo o que tenho (exceto uma lente que comprei de uma amiga), como algumas notas não eram no meu nome, optamos por fazer o seguro usando apenas fotos. A Kertzmann faz seguro sem a necessidade das notas fiscais também, e depos do seguro feito é possível incluir e excluir itens na apólice a qualquer momento (no caso de uma troca bastaria um excluir da sua apólice e o outro inpcuir na outra, enviando fotos). O seguro lá pode ser pela RSA (Royal) ou Porto Seguros. Im amigo corrtor aqui no Rio me confirmou que a RSA é uma emresa sólida e confiável (da Inglaterra). Com isso acabei optando pela RSa, já que o montante total do equipamento ficou surpreendentemente elevado (eu nunca tinha somado os valors, e olha que coisas que só uso em casa - de estúdio - eu não incluí na apólice)...

Que posso incluir e excluir eu sei, também tenho seguro pela Hertzmann, pela porto seguro.
Fiz o seguro de uma lente ano passado sem nota fiscal, apenas enviei as fotos.
Pensei que também seria possível fazer isso (enviar apenas as fotos) com produtos trocados (que não geram nota fiscal, recebido ou transações bancárias).

Mas ao que parece não é possível (ele me informou), apenas fazer isso pelas fotos.
Sem nota fiscal, eu preciso de no mínimo um recibo ou comprovante de compra.
Sem isso (por se tratar de uma troca), eu preciso da carta de troca, que citei na primeira postagem.

Falei com o Leandro que faz pela RSA, ele disse que lá tem como fazer só com as fotos.
Se tiver caixa (com número de série) melhor, se não tiver apenas as fotos (provando que o equipamento existe) será suficiente.
Mandei uma cotação para ele, porque tenho muitos equipamentos que ando levando e não tem seguro, vamos ver.

Eu também nunca tinha feito a soma de todos os valores.
Fiz agora e me assustei, está batendo R$ 14.000,00 de equipamento.
E pensar que hoje estou com seguro de apenas R$ 4.000,00 ... já me deu medo!
[VENDO] WD MyBook Live 2TB - Solução em Backup (Nuvem Pessoal)
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=95559.0


Mike Castro

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.956
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 11 de Dezembro de 2013, 14:14:11
Só fui atrás da informação porque estou fazendo algumas trocas aqui no fórum e achei interessante.
Não estou relatando problemas e nem nada disso! =)
A troca é comigo  :D
Cooler, por falar nisso, me passa o nº de série da sua lente, que eu faço uma carta dessas aqui, e te mando, beleza?
Com o número de série da minha lente, e reconheço firma no cartório pra vc.

Abraço.


Cooler.M

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 254
Resposta #6 Online: 11 de Dezembro de 2013, 16:41:10
A troca é comigo  :D
Cooler, por falar nisso, me passa o nº de série da sua lente, que eu faço uma carta dessas aqui, e te mando, beleza?
Com o número de série da minha lente, e reconheço firma no cartório pra vc.

Abraço.

E ai Mike!
Apesar de estar trocando com você, nem é o caso em específico  :D
Tenho muito equipamento aqui que acabo trocando e está hoje em dia sem seguro.

Só achei válido postar porque uma das minhas lentes que está segurada (desde o ano passado) com a Porto, foi feita sem nota fiscal.
Mas também foi uma troca, então só tinha e lente e a caixa da lente. Sem comprovantes, sem transferências bancárias.
A minha sorte é que nada aconteceu com ela, porque eu não sabia que teria que comprovar a compra dela (mesmo sem a nota).

Achei válido postar porque acredito, que muita gente tem equipamento que veio de uma troca.
E assim, acaba conseguindo fazer o seguro sem a nota fiscal e se acontecer alguma coisa e a Porto pedir um comprovante de pagamento, vai acabar ficando sem nada.

Quanto a nossa troca, nem sei mais o número ^^
A lente já seguiu pra você, deve chegar amanhã =)

Estou cotando com a RSA, que ali sim, só precisa de fotos do equipamento e nada mais!

Valeu Mike!
[VENDO] WD MyBook Live 2TB - Solução em Backup (Nuvem Pessoal)
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=95559.0


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.436
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #7 Online: 13 de Dezembro de 2013, 08:27:57
quando compro usado sempre tenho uma carta dessa, e com assinatura reconhecida em cartório.. se o vendedor não me concede esse documento não compro! É uma segurança pra eu ter certeza que não estou comprando fraude (equipamento roubado, fraudado no seguro, etc..). Afinal, espera-se que o vendedor não ia colocar o nome e reconhecer assinatura se tivesse culpa em cartório.

Uso pra dar entrada no seguro, e mesmo que não precisasse pro seguro eu teria.. é uma coisa simples e barata de fazer e que comprova a origem do produto..
« Última modificação: 13 de Dezembro de 2013, 08:32:44 por Luciano.Queiroz »
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado