Autor Tópico: Como limpar filmes antigos  (Lida 5013 vezes)

Zyk

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 341
Online: 19 de Agosto de 2006, 16:28:05
Estou digitalizando todos os filmes do meu acervo. Ao analizar as imagens após o escaneamento, notei que muitos filmes estao arranhados ou com poeiras grudadas. Existe alguma forma segura de limpar os filmes (há poeiras no lado da emulsao também)? E para guardá-los, há forma melhor do que aqueles saquinhos nos quais os minilabs entragam os filmes revelados? Obrigado pela ajuda.


talesp

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.659
  • Sexo: Masculino
    • http://www.talesp.inf.br
Resposta #1 Online: 19 de Agosto de 2006, 18:53:44
Extraido do livro "Revelação em preto e Branco: a imagem com qualidade"

"Limpeza do negativo
    Um negativo bem guardado e manipulado com cuidado, sempre pelas bordas, não deve apresentar nada além  de poeiras, que saem facilmente com um pincel de pêlo macio, um pincel antiestatico ou com um soprador de ar (pera de borracha). Essa é a situação ideal.
    Mas podem aparecer manchas de secagem ou marcas de gordura, que, apesar de comuns, devem ser evitadas. As manchas de secagem podem provir de goticulas de água ou de um filme oleoso que aparece na base, proveniente das soluções de Photo-flo 200 (Kodak) ou Aspergol (fabricado pela fotoquimica Edict). As marcas de gordura ou de digitais no negativo são extremamente nocivas, pois além de alimentar o crescimento de fungos, os acidos da gordura interagem quimicamente com a emulsão.
A Kodak e outros autores recomendamo uso do Kodak Film Cleaner para a remoção dessas marcas. Um cotonete embebido nessa solução e aplicado localmente promove a limpeza. Esse produto é um fluorcarbonato - o tricloro-fluor-metano (Freon 11). Por ser um solvente organico, dissolve a gordura. Dependendo do tempo de contato pode também dissolver o gelatina. Mesmo sendo levemente toxico, a inalação de grandes concentrações pode causar narcose. O seu uso não é aconselhado, pois provoca muitos danos a camada de ozonio.
    Outros produtos para limpeza de filmes são os à base de hidrocarbonetos clorados. São narcoticos altamente fortes e causam danos aos rins e ao figado. Dissolvem as gorduras da pela por onde ocorre sua absorção. Possuem aum efeito sinergico com bebidas alcoolicas, que pode ser letal. O contato com fogo, brasa de cigarros ou irradiação ultravioleta decompoem esse produtos formando um gas altamente toxico, o fosgenio (utilizado em guerra quimica). Também causam danos à camada de ozônio. Os mais comuns são:

Tetracloreto de carbono - TLVTWA - 2ppm³
    Um dos mais nocivos, mesmo em pequenas quantidades, por contato com a pele, inalação ou ingestão. Também é cancerigeno. Seu uso não é indicado.

Triclocoetileno - TLVTWA - 50ppm³
    Moderadamente nocivo por contato com a pele, mas de alta toxidado por inalação e ingestão. É cancerigeno e causa dados cronicos ao sistema nervoso, coração e figado. Seu uso não é indicado.

Tricloroetano - TLVTWA - 350ppm³
É o menos perigoso de todos. Levemente tóxico por contato com a pele e por ingestão, moderadamente se inalado. A exposição crônica a grandes quantidads causa danoshepaticos. O seu potencial cancerigeno ainda não foi totalmente estudado.

Para remover gordura e sugeira, a Kodak recomenda que o negativoseja imerso numa solução fraca de bicarbonato de sodiopor 10 a 15 minutos, esfregando-se suavamente a superficie com algodão embebido na propria solução. Sem duvida uma alternativa menos toxica e mais ecologica."

Agora, além de ter uma boa noção de limpeza de negativos, já sabe como fabricar uma arma quimica :risada2:  
Tales Pinheiro de Andrade
São Bernardo do Campo/SP/Brasil
I think computer viruses should count as life. I think it says something about human nature that the only form of life we have created so far is purely destructive. We've created life in our own image.
Stephen Hawking