Autor Tópico: Casamento a noite sem teto branco  (Lida 2740 vezes)

Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Online: 19 de Janeiro de 2014, 23:11:33
Prezados,

Pela terceira vez fotografo um casamento a noite em um local (desta vez não era igreja) em que o teto era de madeira, daquelas bem vermelhonas mesmo.

Para melhorar esta ultima cerimonia se iniciou cerca de 45 minutos antes de o sol se por e em um "galpão" em que não haviam paredes com mais de 1 metro na lateral, Ou seja, para onde se apontasse haveria uma parte com o céu estourado e os convidados no escuro.

Assim que chegamos um "parceiro de guerra" se animou para meter um flash (uma bomba nuclear para ser bem claro) rebatendo no teto e logo de cara avisei que seria o mesmo que pintar a todos de tinta laranja, e não deu outra, ele tentou e na hora entendeu do eu estava falando.

Enquanto isso eu meti dois tripes, um antes do altar (que na verdade era apenas uma mesa entre a parte interna da parte coberta e a varanda - ou seja, atras de pastor ficaria claro quase até o final da cerimonia) e outro depois. Cada um com um SpeedLight, com modificadores de luz, para suaviza-la. Coloquei os tripés o mais alto quanto eu podia, para evitar sombras típicas de uma pessoa ao lado da outra e testei a luz, antes dos convidados chegarem, e para evitar que saíssem nas fotos e o resultado pareceu-me "aceitável".

Utilizar um pau de fogo na mao de um iluminador pareceu-me uma boa alternativa, mas não resolveria o problema dos convidados totalmente no escuro, uma vez que so seriam iluminados aqueles que estivessem perto do assistente, que não me sinto aa vontade em usar ISO maior que 1600 e 3200 em minhas câmeras, e que meus rádios teimam em não funcionar em TTL nem pelo k@ rai. Assim, acho que a alternativa de tripés aa media distancia, para utilizar a lei do inverso do quadrado da distancia, e em manual, me pareceram a alternativa possível.

Outro fator a se considerar era que não sou muito fa de flash direto /( do verbo apontando diretamente na cara do fotografado) na câmera.

Diante da citada experiencia gostaria de trazer aos senhores a seguinte discussão (afinal acho que é a isso que este fórum se propõe, certo?): como os senhores fotografam casamentos, nas condições relatadas e como o fazem quando no lugar do teto de madeira temos um evento aa luz da lua (sem teto e com pouquíssima luz)?

Abraço
D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.897
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #1 Online: 19 de Janeiro de 2014, 23:54:26
Cara, rebater no teto de madeira não tem erro, é só ajustar o balanço de brancos que fica tudo joia.  Se quiser ainda pode colocar um gel azul no flash, pra minimizar os efeitos, mas isso eu nunca experimentei, não sei se ajuda muito...

Quando faço eventos a céu aberto mesmo, onde não tem nada para rebater, daí não tem jeito, é flash direto mesmo. Eu tento usar um daqueles rebatedores presos na cabeça do flash, mas eles só são efetivos quando estamos próximos do assunto, se nos afastamos um pouco mais, daí a luz fica dura do mesmo jeito.

Eu tento aproveitar bem a luz do cinegrafista, se houver. E uso ISO alto, velocidades baixas e aberturas grandes pra captar o máximo de luz ambiente possível. No final do ano passado eu fiz um casamento a céu aberto, mas ao lado, um pouco afastado, tinha uma parte coberta com paredes brancas. A distância da parede mais próxima até o local da cerimônia era de pouco menos de 10m. Mesmo assim, com aberturas grandes e ISO alto, eu consegui rebater o flash ali, o que resultou em uma luz bem suave e direcional.

Outra vez fiz um casamento onde a única superfície para rebater era uma pilastra de cerca de 50cm de largura, mas que ficava bem na frente do altar. Praticamente todo flash que usei eu joguei nessa pilastra.

Às vezes nos assustamos com o local do evento, mas com ajuda de aberturas grandes e do ISO alto, dá pra rebater o flash nas superfícies mais inusitadas!


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.648
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #2 Online: 20 de Janeiro de 2014, 03:42:47
Reajustar o balanco de branco para qualquer cor que a luz rebatida voltava. Problema resolvido.

Usar um assistente como um tripe ambulante para segurar um flash (+modificador de sua preferencia) para ir te acompanhando enquanto vc faz as fotos.

Flash direto + flash nos cantos do ambiente para iluminar o ambiente, assim o seu flash direto nao sai com muito contrate com a luz ambiente e nem nem com luz muito dura.

Fotografar segurando a camera em uma mao e o flash com um "estensor" na outra mao para atingir um angolo menos direto (+um modificador de sua preferencia).

ISO extremamente alto e sem flash, ou apenas um flash fraco, se o granulado da imagem feita por sua camera for bonito, uniforme, etc.


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.868
Resposta #3 Online: 21 de Janeiro de 2014, 10:39:38
assistente com outro flash, pode ser em manual ou A,o ttl e muito instavel.
na maquina pode colocar um rebatedor, logo entao nao importa a cor do teto.
Ajuste de temperatura de cor.
Nos usavamos varias tochas para iluminar eventos, mas era outra epoca
filme iso 100-nada de wb-e varios assistentes um por cada tocha, e outra forma de trabalho,
hoje tudo e muitissimo mais simples
2 pessoas dao conta da coisa, maximo 3.
abs.


Soprani

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 713
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 22 de Janeiro de 2014, 22:22:58
Senhores,


Durante os últimos dias evitei comentar as potagens para não influenciar as respostas. Agradeço a participação/contribuição dos senhores.

Vamos ver se alguém mais se anima e compartilha conosco a saída que emprega nestes tipos de situações.

Abraço
D810, D4, 35mm 1.4 Art, 85mm 1.8G Nikon.


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.868
Resposta #5 Online: 27 de Janeiro de 2014, 21:55:01
Senhores,


Durante os últimos dias evitei comentar as potagens para não influenciar as respostas. Agradeço a participação/contribuição dos senhores.

Vamos ver se alguém mais se anima e compartilha conosco a saída que emprega nestes tipos de situações.

Abraço

ha muito tutorias sobre iluminaçao , para pesquisar,
pode aproveitar essa oportunidade, e muito util
abs.