Autor Tópico: Abertura de Estúdio  (Lida 992 vezes)

tiagocardosorj

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 4
  • Sexo: Masculino
  • Tiago Cardoso
Online: 21 de Janeiro de 2014, 16:39:47
Olá pessoal,

Sou novo no fórum e venho pesquisando a respeito de criação de estúdio fotográfico e gostaria da ajuda de vocês se possível.

Eu tenho interesse na abertura de um estúdio de pequeno/médio porte, voltado para locação.

Pretendo ter a capacidade de atender as demandas principalmente relacionadas a fotografia de produtos, catálogos, moda e books diversos, principalmente vindo de fotógrafos iniciantes que desejam oferecer um trabalho mais profissional mas que não possuem estúdio e etc...

A minha dúvida se baseia em duas coisas:

- Qualidade dos equipamentos: Pelo que tenho visto as marcas ATEK e MAKO parecem ser as melhores. Vale pagar por essas marcas ou conseguimos a mesma qualidade com equipamentos mais baratos? Vale a pena importar?

- O que priorizar?

Já vi em diversos lugares a oferta de todo tipo de equipamento, tripés, flashes, luzes, fundos.... mas se tratando de fotos de book e produtos o que é essencial (se você fosse alugar um estúdio esperaria ter no mínimo) ?

Ja vi que para fotos de produtos existem mesas específicas e tal, mas tem mesas de R$1.000 e de R$5.000  :(

O que já vou comprar com certeza:

- Fundos infinitos de diversas cores
- 5 tripés que variam entre 1m e 4m
- luz de fundo
- 3 tochas
- sombrinhas
- hazy

entre outras coisas....

Considerando esses cenários que falei o que vocês acham que faltaria para poder começar?

Desde ja muito grato.

Tiago Cardoso :) :) :ok:






Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.157
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 21 de Janeiro de 2014, 17:00:56
Olha só, não sei em que cidade vc esta, nem se vc ja fez um plano de negócios, principalmente porque se vc esta perguntado é porque é novo na área, e esta pesquisando e procurando conhecimento pra poder entender melhor sobre o negocio, e ainda tem outras questões que precisam ser analisadas para viabilizar, mas...

É assim oh, em grandes centros como São Paulo, o pessoal ta vendendo aluguel de estúdio a preço de banana, muito difícil conseguir remuneração decente neste tipo de atividade.

« Última modificação: 21 de Janeiro de 2014, 17:01:10 por Lindsay »
Fotografando com a memória


tiagocardosorj

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 4
  • Sexo: Masculino
  • Tiago Cardoso
Resposta #2 Online: 21 de Janeiro de 2014, 17:23:52
Oi Lindsay,

Sim, eu estou começando agora a pesquisa e elaborando um plano de negócio ainda. Falo de um grande centro, no caso o Rio de Janeiro.

De fato tenho visto que a remuneração nesse tipo de negócio é limitada, já que a cobrança é feita por hora/diária..... e tenho visto empresas já abrindo a possibilidade de aluguel até por fração de hora, o que não é um bom sinal. Mas quanto a isso se eu obtiver um lucro liquido entre 3-5 mil para mim já tornaria o negócio viável.

A princípio o que venho tentando é obter parceria com alguns profissionais que conheço para que eles utilizem o estúdio, mas isso ainda em conversa embrionária.

Tenho analisado a viabilidade do negócio e uma das coisas que preciso saber é justamente dimensionar esse gasto com equipamentos, errar nesse dimensionamento pode inviabilizar tudo. 





agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.856
Resposta #3 Online: 21 de Janeiro de 2014, 17:52:08
Olha só, não sei em que cidade vc esta, nem se vc ja fez um plano de negócios, principalmente porque se vc esta perguntado é porque é novo na área, e esta pesquisando e procurando conhecimento pra poder entender melhor sobre o negocio, e ainda tem outras questões que precisam ser analisadas para viabilizar, mas...

É assim oh, em grandes centros como São Paulo, o pessoal ta vendendo aluguel de estúdio a preço de banana, muito difícil conseguir remuneração decente neste tipo de atividade.

 Um colega aluga seu estudio simples, para otros colegas, que fazem festas simples, e os sabados esta cheio de noivas, ganha muito bem.
Cada caso e um caso.


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.157
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 21 de Janeiro de 2014, 18:13:29
Um colega aluga seu estudio simples, para otros colegas, que fazem festas simples, e os sabados esta cheio de noivas, ganha muito bem.
Cada caso e um caso.
Sim, cada caso é um caso, isso é assim desde a época de meu avô!!! O estúdio de seu colega deve características, diferenciais e segredos legal se vc pudesse explicar e compartilhar!!!

Fotografando com a memória


RafaZ

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
  • Devagar e quase sempre.
Resposta #5 Online: 21 de Janeiro de 2014, 18:30:13
Andei dando uma pesquisada em estúdios para locação em SP. Procure no Google que a maioria tem a lista de equipamentos e o material disponível.

Converse com esses profissionais que você conhece e veja o que eles priorizam: Marca dos equipamentos, localização, serviços extras, sofisticação do ambiente...

Se eu fosse abrir um estúdio para locação, iria priorizar conforto e comodidade. Ar condicionado, estacionamento, limpeza, som ambiente, WiFi, ótima sala de maquiagem, ótimo camarim e equipamentos honestos: nada de ponta mas tudo novinho e funcionando perfeitamente.

Depois conta aqui pra gente o resultado. Boa sorte e sucesso!
Kodak Ektra 100 | Flash Magicube


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.856
Resposta #6 Online: 21 de Janeiro de 2014, 20:18:28
Sim, cada caso é um caso, isso é assim desde a época de meu avô!!! O estúdio de seu colega deve características, diferenciais e segredos legal se vc pudesse explicar e compartilhar!!!
nao ha nenhum segredo,desde a epoca do teu avo,
e so trabalhar, com persistencia, seriedade,procurar seu espaço no mercado.
esse e so um estudio pequeno, comum, numa casa.
O dono se relacionou com colegas que alugam , baratinho.
Somente isso. 


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.157
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 21 de Janeiro de 2014, 21:51:17
nao ha nenhum segredo,desde a epoca do teu avo,
e so trabalhar, com persistencia, seriedade,procurar seu espaço no mercado.
esse e so um estudio pequeno, comum, numa casa.
O dono se relacionou com colegas que alugam , baratinho.
Somente isso.
Grato pela resposta, mas olha só, em minha opinião esse dica ai é meio genérica...

Fotografando com a memória


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.157
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 21 de Janeiro de 2014, 22:04:02
Ao colega Tiago, por favor, não tome o meu comentário como puramente pessimista não, mas mercado é mercado.

Vc falou:

"Pretendo ter a capacidade de atender as demandas principalmente relacionadas a fotografia de produtos, catálogos, moda e books diversos, principalmente vindo de fotógrafos iniciantes que desejam oferecer um trabalho mais profissional mas que não possuem estúdio e etc..."

A realidade é a seguinte óh:

Fotografia de produto qq pessoa faz na mesa da própria cozinha da casa dele. Por exemplo, veja as fotos do Luiz Laércio aqui deste fórum, fotos de alto nível, a maioria ele faz em cima da cama do quarto dele, e da mesa da cozinha.

Catalogo tbm, normalmente fica muito mais barato o fotografo levar um fundo, os flashes e modificadores no cliente e fazer a foto la na fabrica, na loja ou no distribuidor, os produtos ja estão lá, não tem que ficar transportando, via de regra, principalmente para objetos de pequeno e médio porte, o pessoal leva o estúdio para o local, e não os produtos vem para o seu estúdio.

Moda: Para moda dos clientes que pagam bem, a moda agora é fotografar moda em locações. De uma olhada nos catálogos por ai, a maioria deles em locações externas. Mas quem sabe, pode ser que vc consiga alguma coisa.

Book, ok aqui sim vc pode conseguir clientes, porem fotografo iniciante são aqueles que em sua maioria não tem grana e não tem condições de pagar o ideal, e preferencialmente vão no estúdio que for mais barato.

Tiago, não to querendo te desanimar não, mas neste perfil vc vai estar concorrendo com os estúdios de baixo custo, então estuda direitinho os custos e as coisas ai pra não levar prejuízo!!!
« Última modificação: 21 de Janeiro de 2014, 22:17:12 por Lindsay »
Fotografando com a memória


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.157
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 21 de Janeiro de 2014, 22:15:31
Quanto aos equipamentos é os seguinte:

Equipamento nacional é caro, mas tem assistência técnica
Equipamento importado normalmente é bem mais barato e melhor, porem a maioria não tem assistência técnica.

Investe o menos possível em equipamentos, da uma planejada em sua sala como vai ser antes de decidir o que vc vai comprar.
Vc falou de fundos de diversas cores, o que é isso é TNT??? Fundo de TNT não é tão bom assim, cuidado com o TNT, fundo de papel é mais caro e melhor. Não compre um monte de cores não, preto, branco e um cinza ja ta bom, se precisar arruma um jogo de gelatina pra dar uma coloridinha nos fundos.

Se fosse eu, comprava equipamentos usados, é mais barato, e vc consegue encontra algo em boas condições de uso. Vc investe menos e o seu investimento desvaloriza menos tbm, qq coisa vc vende depois pelo o mesmo preço.

Sim, tripés de luz, flashes, sombrinhas, hazy, soft, strip light, panelas, rebatedores e tapadeiras (grande e pequeno), tripé para câmera e os acessórios que vc conseguir.

« Última modificação: 21 de Janeiro de 2014, 22:22:43 por Lindsay »
Fotografando com a memória


tiagocardosorj

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 4
  • Sexo: Masculino
  • Tiago Cardoso
Resposta #10 Online: 22 de Janeiro de 2014, 11:56:24
Oi pessoal,

Toda opinião é bem-vinda. Estou considerando tudo que estão falando, Lindsay não acho que esteja sendo pessimista, esta mostrando um lado importante por isso pretendo fazer com planejamento, tenho que saber onde estou pisando e as vezes somos influenciados por nossas empolgações.

De fato eu tenho visto com cuidado, a questão do papel eu não estava falando de TNT mas vi que são vendidos vários rolos de papel, pretendia comprar pelo menos 1 colorido, mas como já deram a dica de que o preto e o branco já são suficientes começarei com eles.

Pode deixar que eu aviso a todos se o negócio vai para frente de fato ou todas essas análises me farão desistir por não ser viável.

Mas vou atualizar o que já tenho visto, assim alguém que futuramente tenha o mesmo interesse que eu poderá acompanhar aqui.

O que pretendo mostrar é o levantamento que venho fazendo, não significa que eu tenha feito e não sei se vale para todas as cidades, falo do Rio de Janeiro.

Para começar a parte burocrática de abertura e registro de empresa isso vai custar em média R$5,000

Pelo que tenho pesquisado o imóvel precisa ter pelo menos 30m² úteis e um pé direito de 3m  onde o ideal é que se tenha 4m de largura, 7m de profundidade.

Além disso é importante que se tenha ar-condicionado, camarim, banheiro....

Um imóvel comercial (sala) com aproximadamente 45m² no RJ o aluguel sai entre 2000 - 4000 reais ( com condomínio ), dependendo da região que se encontra onde 2000 é mais localizado no centro da cidade e 4000 nos bairros mais nobres.

Existe um custo fixo mensal de aproximadamente 1200 reais que são referente a contas diversas (telefone, luz, agua, internet....)

A compra de todos os equipamentos básicos é o item mais variável, mas vamos colocar um investimento inicial de 5 mil que seria suficiente para comprar os suportes, tripés, flashes....

Dessa forma a princípio temos:

Abertura de empresa: R$5,000 (custo único)
Manutenção da empresa: R$1,000 (custo fixo)
Compra de equipamentos: R$5,000 (custo inicial, é necessário manter um investimento em equipamentos sempre)
Aluguel: R$2,000 - R$4,000 ( custo fixo )
Contas diversas:R$1,200 (custo fixo)

Além disso é necessário um capital de giro que estimo que seja em torno de R$10 mil

Com isso para se tornar minimamente viável, é necessário que o estúdio tenha um faturamento que cubra os custos fixos então seria necessário um faturamento mínimo entre 4,500 e 6,500 ( dependendo do aluguel ) com esse faturamento o estúdio se torna inviável

Para se tornar viável estimo que o faturamento tenha que ser de 2x a 3x esse valor ou seja aproximadamente entre 10 e 15 mil dessa forma seria possível pagar todos os custos fixos, direcionar uma parte para o capital de giro, direcionar uma parte para a manutenção e aquisição de equipamentos e ainda obter lucro.

Considerando um mês com 26 dias úteis (só fechando domingo) seria necessário um faturamento médio diário entre  R$400,00 e R$600,00

Mas claro, estou falando superficialmente, ainda preciso me aprofundar nesses valores.






agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.856
Resposta #11 Online: 22 de Janeiro de 2014, 12:20:06
Grato pela resposta, mas olha só, em minha opinião esse dica ai é meio genérica...

nao e dica , e somente um comentario sobre o que uma pessoa faz para viver,
montou um estudinho e se vira para alugar,
penso que o mais importante , em qualquer area e o relacionamento.
Montar uma loja , qualquer um monta, o assunto e de onde sai o cliente!!
abs.


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.157
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 22 de Janeiro de 2014, 12:35:03
Oi pessoal,

Toda opinião é bem-vinda. Estou considerando tudo que estão falando, Lindsay não acho que esteja sendo pessimista, esta mostrando um lado importante por isso pretendo fazer com planejamento, tenho que saber onde estou pisando e as vezes somos influenciados por nossas empolgações.

De fato eu tenho visto com cuidado, a questão do papel eu não estava falando de TNT mas vi que são vendidos vários rolos de papel, pretendia comprar pelo menos 1 colorido, mas como já deram a dica de que o preto e o branco já são suficientes começarei com eles.

Pode deixar que eu aviso a todos se o negócio vai para frente de fato ou todas essas análises me farão desistir por não ser viável.

Mas vou atualizar o que já tenho visto, assim alguém que futuramente tenha o mesmo interesse que eu poderá acompanhar aqui.

O que pretendo mostrar é o levantamento que venho fazendo, não significa que eu tenha feito e não sei se vale para todas as cidades, falo do Rio de Janeiro.

Para começar a parte burocrática de abertura e registro de empresa isso vai custar em média R$5,000

Pelo que tenho pesquisado o imóvel precisa ter pelo menos 30m² úteis e um pé direito de 3m  onde o ideal é que se tenha 4m de largura, 7m de profundidade.

Além disso é importante que se tenha ar-condicionado, camarim, banheiro....

Um imóvel comercial (sala) com aproximadamente 45m² no RJ o aluguel sai entre 2000 - 4000 reais ( com condomínio ), dependendo da região que se encontra onde 2000 é mais localizado no centro da cidade e 4000 nos bairros mais nobres.

Existe um custo fixo mensal de aproximadamente 1200 reais que são referente a contas diversas (telefone, luz, agua, internet....)

A compra de todos os equipamentos básicos é o item mais variável, mas vamos colocar um investimento inicial de 5 mil que seria suficiente para comprar os suportes, tripés, flashes....

Dessa forma a princípio temos:

Abertura de empresa: R$5,000 (custo único)
Manutenção da empresa: R$1,000 (custo fixo)
Compra de equipamentos: R$5,000 (custo inicial, é necessário manter um investimento em equipamentos sempre)
Aluguel: R$2,000 - R$4,000 ( custo fixo )
Contas diversas:R$1,200 (custo fixo)

Além disso é necessário um capital de giro que estimo que seja em torno de R$10 mil

Com isso para se tornar minimamente viável, é necessário que o estúdio tenha um faturamento que cubra os custos fixos então seria necessário um faturamento mínimo entre 4,500 e 6,500 ( dependendo do aluguel ) com esse faturamento o estúdio se torna inviável

Para se tornar viável estimo que o faturamento tenha que ser de 2x a 3x esse valor ou seja aproximadamente entre 10 e 15 mil dessa forma seria possível pagar todos os custos fixos, direcionar uma parte para o capital de giro, direcionar uma parte para a manutenção e aquisição de equipamentos e ainda obter lucro.

Considerando um mês com 26 dias úteis (só fechando domingo) seria necessário um faturamento médio diário entre  R$400,00 e R$600,00

Mas claro, estou falando superficialmente, ainda preciso me aprofundar nesses valores.
Ta ótimo é por ai mesmo, pra vc ganhar alguma coisa.

Acho que vc esqueceu o salário de uma pessoa pra ficar cuidando do estúdio, sempre precisa fazer o atendimento aos clientes durante as seções de foto, atender outros pelo telefone, carrega coisa pra ca e pra la, enfim, se realmente vc vai conseguir alugar bastante o seu estúdio eu pensaria em um funcionário fixo, registrado. Registra ai meu, pq senão depois vai dar merda, única pessoa que não vai te colocar na justiça é o pai e a mãe.

Quanto à empresa, tem uma nova categoria que empresa pequena que não requer contador pra funcionar. Vc faz tudo pela web, abre pela web, faz as declarações de movimento pela web, e paga por mês um valor fixo de imposto, cerca de R$ 40,00. Algumas limitações, entre elas não pode emitir mais que R$ 60mil de nota por ano (faturamento). Se não me engano chama-se MEI


« Última modificação: 22 de Janeiro de 2014, 12:36:25 por Lindsay »
Fotografando com a memória


_Stark_

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 115
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 22 de Janeiro de 2014, 14:11:43
Acompanhando  :snack:
Fuji s4000
D5100 / 18-55


www.flickr.com/photos/thiagosdp


RafaZ

  • Trade Count: (4)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.330
  • Sexo: Masculino
  • Devagar e quase sempre.
Resposta #14 Online: 22 de Janeiro de 2014, 14:12:04
Tá indo no caminho certissimo, Tiago! Parabéns!

Alguns palpites:

- Acho que você vai gastar bem mais em equipamentos. Faça uma planilha considerando 3 opções, uma com equipamento completo, uma com mediano e uma com básico/usado.
- Pense que será necessária uma reforma no imóvel. Vai depender muito do estado, mas no mínimo uma pintura e fundo infinito você vai ter que fazer. Muito provalvelemnte uma reforma na rede elétrica tb.
- Lembre que precisará comprar, além do equipamento de iluminação: móveis, geladeira, espelho, cadeira de maquiagem, cortinas, itens de camarim, telefone, computador, roteador, aparelho de som, decoração...
- Conforme já foi dito, uma pessoa para cuidar do lugar e acompanhar os clientes.
- Seguro. Imagina fazer um investimento desses e depois perder tudo em um incêndio ou roubo. O risco é alto.
- Pense em serviços extras cobrados a parte: aluguel de fotômetro, tripé para câmera, rádio, cabeleireiro, maquiador.

Pense sempre no seu público-alvo: o que ele espera? Um estúdio com preço acessível? Ou um estúdio com muito conforto? Ou que tenha todos equipamentos de ponta? Ou que seja super acessível, com fácil aceso de ônibus e metrô e com amplo estacionamento (com sombra)?

Com base nisso você pode decidir:
- Quero que o meu estúdio seja o mais completo e moderno da cidade, sem firulas.
- Quero que o meu estúdio seja simples porém aconchegante
- Quero que o meu estúdio seja limpo e arrumado, e tenha o melhor preço
- Quero que o meu estúdio seja sofisticado e elegante.

Só para terminar, neste momento o Excel é seu melhor aliado. Coloque tudo lá e você vai conseguir visualizar todos os possíveis cenários com facilidade. Se precisar de alguma ajuda manda MP aí.

Sucesso!
Kodak Ektra 100 | Flash Magicube