Autor Tópico: Dicas de Baterista (Douglas Las Casas)  (Lida 1283 vezes)

Marcelo Rezende

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.398
  • Sexo: Masculino
    • Marcelo Rezende Fotografia
Online: 22 de Janeiro de 2014, 17:31:55
  Quando jovem  :assobi: eu quis ser baterista profissional. Estudei, toquei, sonhei, e nessas fiz aulas com grandes musicos como Giba Favery, Douglas Las Casas, Duda Neves e outros...enfim, com 26 anos tive que assumir com muita difuculdade e tristeza que eu não tinha talento para atuar profissionalmente no mercado e tirar meu sustento, enfim ganhar a vida com a bateria.
 Resumindo dali em diante fiz faculdade em outra área, me formei, me especializaei, trabalhei, casei, comprei a casa, viajei, fiz um filho e comprei uma maquina fotografia...ai tudo mudou de novo...
 Continuo apaixonado por bateria sempre acompanhando o trabalho de muitos bateristas...mas indo ao ponto, quero colocar aqui (me falta o poder de sintase, eu sei...) ontem assistindo um video com Douglas Las Casas ele disse duas coisas que gostaria de repartir com vcs:

  1) Faça diferente! Faça Melhor! Baterista tem em toda esquina...para se destacar vc tem que ter / oferecer algo a mais;
  2) Sempre que se sentir desanimado, desestimulado, sem saber se o caminho esta correto, ou qq outro adjetivo negativo que te leve a ligar o famoso FODA-SE, ligue o ESTUDA-SE.

  Gostei da 2...em varios momentos muitas pessoas ligam o foda-se...acontece nas melhores familias  :D. Lembremos pois de trocar o botao para ESTUDA-SE

  Abraço,
  M Rezende

  Só para ilustrar caso alguem se interesse:

  http://www.youtube.com/watch?v=6qa4faluoLs
  http://www.youtube.com/watch?v=_HAGDzFrwUs
 

 
« Última modificação: 22 de Janeiro de 2014, 17:44:30 por Rezende_SP »


Dioni

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 31
  • Sexo: Masculino
  • Aprendendo e evoluindo
Resposta #1 Online: 22 de Janeiro de 2014, 18:18:45
Belas palavras amigo! Belas palavras.

Tb sou barista, amadoríssimo. Tive que vender a batera para pagar a faculdade... ou seja, liguei o ESTUDA-SE. Enfim, estamos aí, tão feliz quanto estaria se fosse baterista, com toda a certeza.

Como eu disse num outro tópico, a vida não é fácil e ela coloca desafios enormes nas nossas vidas (pode acreditar, na vida de TODOS) e para vc ser feliz, só tendo coragem de enfrentá-los. Não significa que vc vai conseguir superá-los, mas de outro ponto de vista (o ponto que eu considero correto), o fato de vc enfrentá-lo, já é vitorioso!

Grande abraço;  sucesso e saúde pra vc e pra tua família!  :clap:


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.740
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #2 Online: 23 de Janeiro de 2014, 12:52:06
Acompanhando...



Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.164
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #3 Online: 23 de Janeiro de 2014, 13:15:48
  1) Faça diferente! Faça Melhor! Baterista tem em toda esquina...para se destacar vc tem que ter / oferecer algo a mais;
  2) Sempre que se sentir desanimado, desestimulado, sem saber se o caminho esta correto, ou qq outro adjetivo negativo que te leve a ligar o famoso FODA-SE, ligue o ESTUDA-SE.

Legal Marcelo, eu penso que a coisa é bem por aí mesmo. Não adianta ser um bom fotógrafo, isso tem de monte por aí, amadores e profissionais, é preciso se destacar no meio. Fazer o que todo mundo já faz vai te esconder no meio da multidão. Precisa oferecer uma visão diferente mesmo. E estudar muito, sempre estudar, aprendizado nunca é demais, em nenhuma área da vida!


coposdeagua

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.079
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 23 de Janeiro de 2014, 13:27:11
  1) Faça diferente! Faça Melhor! Baterista tem em toda esquina...para se destacar vc tem que ter / oferecer algo a mais;


Baterista tem em toda esquina? Me apresenta essa cidade que tem baterista pra tudo quanto é canto, por favor. Toda vez que eu resolvo montar uma banda eu demoro horrores para achar alguém disposto a tocar bateria. Certeza que ele não confundiu com guitarrista?  :hysterical:
Sony a77/a700/ Minolta 7000/ Zenit-ET
http://www.flickr.com/photos/coposdeagua
Participe você também do desafio Semana 50 2014!
http://forum.mundofotografico.com.br/index.php?topic=107462


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.740
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #5 Online: 23 de Janeiro de 2014, 14:55:25
Eu acho que as pessoas deveriam parar com essa moda de buscar ter um diferencial, pq mais atrapalha do que ajuda. Diferencial vc nao determina mas sim descobre (no sentido artistico da coisa). Eh praticando bastante e criando bastante ate chegar um momento que vc acha algo em comum no seu travalho e que tenha tudo a ve com o seu conceito, visao, linguagem e que apartie de entao vc pode realcar/desenvolver.

Diferencial por diferencial somente qualquer um pode ter tambem. A questao esta em:
-Achar um diferencial que atraia as pessoas a quererem adiquirir.
-Como tambem ser consistente no diferencial
-E ter o diferencial que nao entre em choque com o trabalho em si, como se fossem duas coisas separadas, determinando previamente um diferencial e trabalhando para empacotar o seu trabalho dentro dele.

E esse ultimo ponto traz um problema ainda pior, que eh a pessoa se limitar ao que deficil como diferencial (limitacao de experimentos, linguagens, visao, consequentemente aprendizado, etc).

Apenas trabalhe muito e seja sincero ao seu trabalho que o diferencial naturalmente aparece.

"Ser sincero ao seu trabalho" eu quero dizer expressar suas proprias visoes, expressoes, linguagens e nao ficar somente copiando e reproduzindo o que ve por ai.


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.164
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #6 Online: 23 de Janeiro de 2014, 15:15:13
Questão de semântica apenas, Marcio, essa sua citação eu considero buscar ter um diferencial:
"Ser sincero ao seu trabalho" eu quero dizer expressar suas proprias visoes, expressoes, linguagens e nao ficar somente copiando e reproduzindo o que ve por ai.


Mais do que o diferencial em si, o que eu quis dizer é que a pessoa não pode se acomodar em fazer tudo o que todo mundo já faz, porque isso só vai fazer com que você desapareça no meio de tantos bons fotógrafos que existem atualmente. Eu acho que devemos sempre buscar o diferencial, a inovação, a evolução. Mais do mesmo já tá cheio por aí. Mas claro que não pode ser algo forçado, tem que ser algo natural e próprio de cada um.

« Última modificação: 23 de Janeiro de 2014, 15:15:35 por Humberto Teté »


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.740
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #7 Online: 23 de Janeiro de 2014, 15:47:38
Eu penso que quando a pessoa tem o que dizer ela acaba tendo seu diferencial. E praticando bastante ela desenvolve a maneira que se expressa melhor, ou que melhor expressa as suas ideias. A propria identidade ou diferencial nao precisa ser necessariamente algo "diferente" ao pe da letras. O diferencial da sua linguagem, visao, expressao pode estar apenas na maneira que vc conta a historia, apresenta a ideia, sua aproximacao ao tema.

Um exemplo aparentemente ridiculo mas talvez possa ajudar a me fazer entender, um contador de historias nao precisa necessariamente ter novas historias para se diferenciar. William Shakespeare e Walt Disney se diferenciaram contando as mesmas velhas historias mas com uma linguagem visual/imaginativa diferente, propria. As vezes nem isso eh preciso, as vezes apenas as suas proprias relacao com a historia e emocoes te diferencia, fazendo aquele ator fazer aquele mesmo velho personagem de maneira unica apesar de usar as mesmas falas e semelhantes gestos. Em fotografia eh mais dificil de exemplificar.

Mas eh o que difere o artista/criador que se relaciona com o que esta criando/expressando e aqueles que estao apenas executando, mesmo que seja algo diferente e pessoal.

Eh o que eu acho.
« Última modificação: 23 de Janeiro de 2014, 15:49:18 por C R O I X »


Humberto Yoji

  • Trade Count: (23)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 7.164
  • Sexo: Masculino
    • Humberto Yoji - fotógrafo
Resposta #8 Online: 23 de Janeiro de 2014, 15:52:35
Marcio, eu concordo com você, só o que estou dizendo é que isso de "ser sincero ao seu trabalho" e não ficar copiando o que os outros fazem já é em si a busca do diferencial (mesmo que não seja "diferente" em sua essência). Como disse, apenas questão de semântica (diga-se de passagem, 90% do tempo nesse fórum as pessoas estão discutindo semântica).

O que as pessoas precisam parar é de buscar uma "fórmula mágica" para o sucesso. Isso existe em todas as áreas, mas parece que na fotografia é mais grave, toda hora alguém surge com alguma ideia que parece que vai resolver os problemas de uma hora pra outra. Assim como você, eu também acredito mesmo é no trabalho duro, na dedicação. Ironicamente, muitas vezes isso só já é um baita diferencial!

Abraços


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.740
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #9 Online: 23 de Janeiro de 2014, 16:57:11
 :ok:


Helena Bsb

  • Trade Count: (37)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.275
Resposta #10 Online: 24 de Janeiro de 2014, 10:03:10
eu ADOOOOOOOOOOOORO bateria...
Fiz aulas acho que uns 2 anos. Comprei uma bateria, que ficou aaaaaaaaaaanos pegando poeira no meu quarto, já que infelizmente nunca tive saco pra ficar praticando (toquei muito pouco). Obviamente não fui em frente... Foi a segunda tentativa frustrada de aprender um instrumento. A primeira foi com gaita, e tbém não tinha a menor paciência de ficar praticando. Infelizmente, apesar de amar instrumentos musicais, não tenho o "feeling" pra coisa, não tenho boa vontade de praticar e estudar. Só me resta mesmo curtir o som que os habilidosos estudiosos tiram.  :ok:


Dioni

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 31
  • Sexo: Masculino
  • Aprendendo e evoluindo
Resposta #11 Online: 24 de Janeiro de 2014, 10:37:19
eu ADOOOOOOOOOOOORO bateria...
Fiz aulas acho que uns 2 anos. Comprei uma bateria, que ficou aaaaaaaaaaanos pegando poeira no meu quarto, já que infelizmente nunca tive saco pra ficar praticando (toquei muito pouco). Obviamente não fui em frente... Foi a segunda tentativa frustrada de aprender um instrumento. A primeira foi com gaita, e tbém não tinha a menor paciência de ficar praticando. Infelizmente, apesar de amar instrumentos musicais, não tenho o "feeling" pra coisa, não tenho boa vontade de praticar e estudar. Só me resta mesmo curtir o som que os habilidosos estudiosos tiram.  :ok:
Nossos vizinhos agradecem!  :D
« Última modificação: 24 de Janeiro de 2014, 10:37:52 por Dioni »


Helena Bsb

  • Trade Count: (37)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.275
Resposta #12 Online: 24 de Janeiro de 2014, 10:44:03
Nossos vizinhos agradecem!  :D

acima deles, os outros habitantes da casa agradecem tbém.  :D


cltctba

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 357
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 24 de Janeiro de 2014, 10:58:21
Off Total

Também tentei alguma coisa na bateria de meu primo. Meus tios agradeceram quando fui embora.

E para quem curte uma "quebradeira" http://www.youtube.com/watch?v=BjMfdzjbl_Q#t=200
César L. T.


hugodanielf

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 538
  • Sexo: Masculino
    • Hugo Daniel Fotografia
Resposta #14 Online: 24 de Janeiro de 2014, 11:06:30

Baterista tem em toda esquina? Me apresenta essa cidade que tem baterista pra tudo quanto é canto, por favor. Toda vez que eu resolvo montar uma banda eu demoro horrores para achar alguém disposto a tocar bateria. Certeza que ele não confundiu com guitarrista?  :hysterical:


 :D eu tbm quero saber, essa "raça" ta entrando em extinção... to precisando de um urgente....