Autor Tópico: Carta aberta de fotógrafo para a Canon  (Lida 2366 vezes)

Álvaro Fraga

  • Trade Count: (1)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 257
  • Sexo: Masculino
Online: 02 de Fevereiro de 2014, 19:47:50

O texto está rolando no site slrlounge, já foi parar no Facebook, onde o encontrei, e é de autoria do fotógrafo irlandês Carsten Krieger, freelance que trabalha com arquitetura, interior, retratos, publicidade e que confessa que seu grande amor é fotografar paisagem. As críticas que ele faz à Canon são polêmicas. Por isso trouxe o post para o MF.

http://www.slrlounge.com/open-letter-canon
Nikon D810 + Sigma 150-600mm contemporary + Nikon 50mm f/1.8
http://500px.com/AlvaroFraga


Gularth

  • Trade Count: (2)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 240
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 02 de Fevereiro de 2014, 21:23:20
Bem polêmico, mas também sinto falta de atualizações da canon, principalmente nas lentes, a 50mm 1.4 é uma que já passou da hora de ter um foco interno que tornaria o foco muito mais rápido, até mesmo algumas L estão com anos de defasagem.
Canon 6D / Canon EOS 30 + Grip
Flash 550 EX / Flash 580 EX II
Objetiva EF 24-85mm USM / EF 35-135mm USM / EF 50mm 1.4 USM / EF 85mm 1.8 / EF 24-105mm 4.0 L


NATTIS

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.230
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 13:22:44
 Por é... é o que venho resmungando a muito tempo, a Canon foi ultrapassada em várias frentes e a distancia vem aumentando, DSLR, Mirrorless, lentes, etc. Com o lançamento das SL1/T5i e agora 70D fica claro a falta de um sensor mais descente para FOTOGRAFIA, eu particularmente fiquei totalmente decepcionado. O mount mirrorless OES-M tinha tudo para ser um sucesso e esta ai abandonado a mais de 1 ano, neste tempo a Sony e outros lançaram linhas completas de mirrorless. Queria trocar a minha T3 por qualquer outra Canon APS com um dynamic range maior e até agora isso não é possível. Enquanto isso a Nikon lança sensores com dynamic range esmagadoramente superior.
 
 Acho fantástico lentes com projetos de 15 anos ainda serem boas e "atuais", mas ter lentes com resultados medíocres para o padrão de qualidade de hoje todo este tempo é no mínimo o abandono de um projeto. Quando marcas "paralelas" começam a ditar tendencias do mercado é sinal de que alguma coisa não esta bem.

 Até onde sei o carro chefe da Canon são as câmeras e lentes, ela não pode se dar ao luxo de virar "lanterninha", a Canon não é uma gigante como a Sony ou uma Samsung. Tendo isto em mente deve ser preocupante o estado atual da marca.


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.866
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #3 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 15:20:18
Acho que vou mandar uma carta para a FIAT, e não vai ser pequena heim .... :assobi: :assobi:

Ah toma no C".  :eek:


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.188
  • Sexo: Masculino
Resposta #4 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 15:38:12
Depois dessa, acho que vou mudar pra Nikon...
Fotografando com a memória


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.249
Resposta #5 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 15:40:26
Na realidade, infelizmente o que acontece é exatamente o contrário.

O que dita o ritmo das inovações é o mercado, e a Canon é lider disparada no mercado de câmeras a muitos anos. É aquela coisa, se o produto tem suas limitações e vende muito mais do que a concorrência, porquê iríamos fazer um novo produto sem estas limitações ?? Significa que outros fatores ainda são os mais levados em conta entre os clientes. Vamos deixar a correção das limitações para quando a concorrência realmente apertar.

A questão das mirrorless é clássica. As mirrorless chegaram próximas a 20-25% do mercado global, muito longe ainda das DSLR's. Canon e Nikon podem se dar ao luxo de praticamente ignorar este mercado, mas sempre com um olho aberto. No momento, e se, as mirrorless de custo médio-alto avançarem para 30 ou 40% do mercado, no outro dia teremos mirrorless Canon e Nikon, já que a tecnologia para produzi-las ambas possuem.

O pessoal pode reclamar a vontade, mas estas empresas não brincam em serviço e sabem bem o que estão fazendo a nível de mercado. O produto que é ofertado é consequência direta da expectativa do consumidor.

Até onde sei o carro chefe da Canon são as câmeras e lentes

Na realidade, a maior divisão é a "Office Business Unit", depois vem a área de imagem.

« Última modificação: 03 de Fevereiro de 2014, 15:47:49 por AlexandreS »

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.742
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #6 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 15:43:07
Acho que vou mandar uma carta para a FIAT, e não vai ser pequena heim .... :assobi: :assobi:

Ah toma no C".  :eek:

 :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical:


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.828
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 16:50:25
É o que eu digo, nós que superamos as dificuldades de usar Canon, temos que fotografar muito pra competir com os usuários de outras marcas. É a superação que nos torna fotógrafos melhores a cada ano.

Gosto de desafios, vou ficar.

 :fight:
"Objetivas não alteram perspectiva. O que altera perspectiva (já diz o nome) é mudar de posição."
http://500px.com/rombauer
http://www.flickr.com/rombauer


NATTIS

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.230
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 17:36:12
Foi com este pensamento que a GM e a Crysler, até então lideres no maior mercado do mundo quase faliram...

Na realidade, infelizmente o que acontece é exatamente o contrário.

O que dita o ritmo das inovações é o mercado, e a Canon é lider disparada no mercado de câmeras a muitos anos. É aquela coisa, se o produto tem suas limitações e vende muito mais do que a concorrência, porquê iríamos fazer um novo produto sem estas limitações ?? Significa que outros fatores ainda são os mais levados em conta entre os clientes. Vamos deixar a correção das limitações para quando a concorrência realmente apertar.

A questão das mirrorless é clássica. As mirrorless chegaram próximas a 20-25% do mercado global, muito longe ainda das DSLR's. Canon e Nikon podem se dar ao luxo de praticamente ignorar este mercado, mas sempre com um olho aberto. No momento, e se, as mirrorless de custo médio-alto avançarem para 30 ou 40% do mercado, no outro dia teremos mirrorless Canon e Nikon, já que a tecnologia para produzi-las ambas possuem.

O pessoal pode reclamar a vontade, mas estas empresas não brincam em serviço e sabem bem o que estão fazendo a nível de mercado. O produto que é ofertado é consequência direta da expectativa do consumidor.

Na realidade, a maior divisão é a "Office Business Unit", depois vem a área de imagem.


NATTIS

  • Trade Count: (1)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.230
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 17:43:09
Acho que vou mandar uma carta para a FIAT, e não vai ser pequena heim .... :assobi: :assobi:

Ah toma no C".  :eek:

 O mundo dos automóveis pode mostrar bem como o mercado pode ser cruel com até os grandes. Fiat, WV, GM e Ford eram a referencia em todas as categorias, graças a inércia de lançamentos realmente novos perderam e nunca mais recuperar várias categorias como sedan médio, sedan luxo. Fazendo uma analogia, o que a Canon faz com seus sensores parece o que a VW fizeram com seus chassis. 


Rodrigo Eduardo

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.819
  • Sexo: Masculino
  • Rodrigo
Resposta #10 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 18:01:02
pô,legal reclamar por atualizações e tals...
mas vamos lá.

se uma canon 50mm 1.4 está custando em média 1.200 reais,imagina ela atualizada! vai la pra casa dos 2 pau.
não adianta de nada a marca atualizar um equipamento se eu não puder comprar.

poxa quem não quer um sedan de luxo ? mas minha grana só da pra ter um uno  :doh: kkkkk

eu por exemplo me sentiria muito bem com uma Hassel H4D, mas só da pra ter canon  :ok: e uma de 2005 kkkk


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.249
Resposta #11 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 18:17:54
Pera aí, não se pode comparar câmeras fotográficas com carros. Um carro, desde a prancheta até ficar pronto para rodar nas ruas, leva uns 10 anos ou mais. Hoje estão sendo pensados carros que serão lançados depois de 2020. O tempo de reação é muito longo e além da análise mercadológica, essa baseada no consumo quase imediato, ainda deve-se ter uma boa previsão do futuro. Um erro e pode-se perder o mercado.

Já câmeras fotográficas tem um ciclo curtíssimo. Por exemplo, a Canon já tem um sensor capaz de foco por fase de maneira eficiente, o da 70D. É só pegar a 70D, tirar o espelho e o sensor de foco por fase, substituir o OVF por um EVF, programar o firmware para estar sempre em liveview e pronto, teremos uma mirrorless mais leve, com EVF e com um custo mais baixo do que a 70D atual. E isso pode ser feito em meses, quando muito, já que todo o restante da parte eletrônica já existe.

E porquê isso não é feito então ?? Simples, porque mirrorless vendem muito menos que DSLR's. A câmera mais vendida no mundo é a T3i, seguida das Nikon de entrada.  No momento que o pessoal se acostumar com o EVF e as limitações da falta de um sensor específico para autofoco - limitações estas que provavelmente um dia serão superadas - tanto Canon quanto Nikon rapidamente se adequarão.

Além disso, junto com as câmeras vem normalmente um bom investimento em acessórios que dificulta uma migração. É fácil trocar de Fiat para Ford, mas quando se tem que vender alguns milhares de dólares em equipamento usado para comprar tudo novamente de outra marca, as coisas se tornam mais difíceis.

E o mais importante, tudo depende da importância que cada característica tem para cada um. Para o cara do blog, o DR da Nikon é o fator mais importante. Para outros, a qualidade e disponibilidade das lentes da Canon é o mais importante. Não existe uma marca, ou mesmo uma câmera, que agrade a todos em todos os aspectos.

O que mais vejo é blogueiro-fotógrafo posando de analista de negócios de nível internacional, colocando a sua necessidade (e suas escolhas) na frente de tudo, esquecendo-se que estas empresas não faturam bilhões de dólares anualmente por acaso e que provavelmente tem um grupo de analistas que deve ser bem mais capacitado do que eles próprios.

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.828
  • Sexo: Masculino
Resposta #12 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 18:20:47
Eu sou do tempo que a gente reclamava justamente o contrário, de lançamentos de novos produtos, desvalorizando os atuais. Então é assim, se lançam a gente reclama, se não lançam, a gente reclama também.
"Objetivas não alteram perspectiva. O que altera perspectiva (já diz o nome) é mudar de posição."
http://500px.com/rombauer
http://www.flickr.com/rombauer


AlexandreS

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.249
Resposta #13 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 18:46:57
Eu sou do tempo que a gente reclamava justamente o contrário, de lançamentos de novos produtos, desvalorizando os atuais. Então é assim, se lançam a gente reclama, se não lançam, a gente reclama também.

Tive que rir agora  :D :D  :ok: :ok:

Canon 60D - Canon 450D XSi
Tamron 17-50 f/2.8 VC - EF 50mm f/1.8 - EF 28-135 USM IS - EF-S 55-250 IS
SMC Takumar 50mm f/1.4 - S-M-C Takumar 135mm f/2.5 e mais alguns vidrinhos M42
Speedlite 430EX II - YongNuo YN460


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.188
  • Sexo: Masculino
Resposta #14 Online: 03 de Fevereiro de 2014, 18:57:52
Então né, eu sei que para melhorar a minha fotografia, de tudo o que eu preciso, quase nada por modernidade dos equipamentos. Porque o momento magico, a construção de uma boa foto e a poesia das imagens, não estão conectados à essas vantagens operacionais que a modernidade pode trazer.

Eu to achando que essa declaração ai, é uma especie de viral patrocinado por alguma empresa ou marqueteiro interessado em promover a discussão. Conversar sobre o inexplicável, pra dar uma aquecida no mercado. Esse é o mundo selvagem dos sites de fazem analises de equipamentos, acessando o publico da mídia denominada "internet", sempre patrocinados pelos grandes fabricantes/anunciantes.

Por aqui (BR) ninguém fala de Phase One, de seu novo sensor 645 CMOS, pq essa empresa não tem grana suficiente ou interesse pra patrocinar esses sites e toda essa discussão.
« Última modificação: 03 de Fevereiro de 2014, 19:01:38 por Lindsay »
Fotografando com a memória