Autor Tópico: Fotometria - Detalhada  (Lida 3192 vezes)

Maike Wiilie

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
  • A morte não é o fim de tudo, É apenas o principio
Online: 13 de Fevereiro de 2014, 20:30:18
Olá sou novo aqui no fórum e também em fotografia....sei que aqui no fórum temos vários tópicos sobre este assunto, No entanto a conversa é sempre a mesma.....Fotógrafos que na verdade não estão nenhum pouco interessados em ajudar começam a falar sobre zerar fotometro...exposição matricial-ponderada e pontual e por ai vai...........Pois bem,  Eu sei quando usar o modo de exposição em matricial, pontual e etc....Equilibrar a velocidade, abertura e iso para se ter uma boa exposição da foto e etc......Minha duvida é a seguinte.....Por exemplo as vezes vejo alguem falando assim...A foto tal eu fotometrei no céu azul e depois enquadrei a modelo para fazer a foto,,,,para que o assunto saia bem iluminado e o céu não estoure...................Agora é que bate a duvida :ponder:  como assim fotometrar no céu e depois fazer a foto......Alguém pelo amor de Deus pode me explicar em detalhes essa equação :aua:


felippe.rosa

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 660
  • Sexo: Masculino
    • Flickr
Resposta #1 Online: 13 de Fevereiro de 2014, 21:26:43
Cara, sou leigo e novato também. Mas pelo que entendo nesses casos a pessoa zera o fotômetro utilizando o modo pontual e apontando pro céu, e depois faz a foto normalmente. Isso é um tanto qto arriscado dependendo da amplitude que vc tiver, pois pode deixar o céu ótimo mas o seu motivo subexposto


Diego Gin

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 365
  • Sexo: Masculino
Resposta #2 Online: 13 de Fevereiro de 2014, 22:02:48
Cara dá uma pesquisada em modo de medição matricial, parcial, pontual que você vai ter um clareamento.

Sobre "fotometrar o céu" significa que você vai ajustar a câmera (ISO, abertura e velocidade) de acordo com a luminosidade do céu, e assim, não subexpondo nem superexpondo o céu. Porém se fizer isso, a probabilidade do resto ficar sub exposto é muito grande. Não tem jeito de deixar o motivo e o céu bem fotometrados, geralmente um sempre estoura um pouco devido à diferença de luz. O jeito no caso é bater a foto zerando o fotômetro na medição o matricial do sensor, que faz uma leitura uniforme da cena, usar um flash de preenchimento no motivo, ou corrigir na pós, ou usar filtros para as lentes, ou fazer HDR, mas não funciona bem em retratos  :ok:


markes51

  • Trade Count: (12)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 569
Resposta #3 Online: 13 de Fevereiro de 2014, 22:29:24
ola

deixa eu falar que eu faço:

- no setup (nikon) coloco para "congelar"foco e leitura de luz quando eu pressionar o botão do obturado ate a metade ( enquanto ele estiver apertado ate este ponto tudo fica aonde eu fiz a leitura - abertura , velocidade, foco)

- se quiser uma leitura de luz media do que voce ve no quadro ( encontrar uma formula magica aonde a camera acerte na parte mais escura da cena e  na mais   clara - estando em latitudes muiiito diferentes, não existe), coloco a leitura de luz no modo central ( nao spot ou matricial - que é o modo mais "burro"que existe, e que só  uso quando estou com muuuuuita preguiça) e usando a maquina em prioridade de velocidade ( eu a comando e a maquina se vira com a abertura), focalizo a parte mai clara da cena ...memorizo o n f ( 18  por ex) , entao focalizo a area mais escura da cena ( f 9 por ex)....mentalmente somo os dois...divido por 2 18+9 = 27/2=13,5....e por experiência ( são mais de 30 anos)procuro na cena pelo f13 ( + ou -), sem soltar o botao de disparo reenquadro ... ai click.
sei que parece complicado ( e explicando em palavras realmente é)..mas com pratica voce sera capaz de tirar fotos até de pássaro voando...
este é meu método, se quiser ver os resultados é so ir no meu site ( na minha assinatura)
e sobre sua pergunta..o que o pessoal quer dizer é  que viram a maquina para o ceu , travam a fotometria ( usando a maquina no modo manual..ou o half-button do setup como expliquei acima) reenquadram o que querem..e clik...mas isto é um modo muito primario...é com certeza haver problemas de exposição dependendo das condições do dia ( mais nublado menos problemas...ensolarado...problemao nas sombras..podendo-se usar um fill flash para amenizar...mas ai é outro assunto...rsrsr)
abraço
marques
« Última modificação: 13 de Fevereiro de 2014, 22:31:20 por markes51 »
olhar atento e equipamento sempre pronto!
portfolio:  http://markes51-photo.photoshelter.com/


agalons

  • Trade Count: (10)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.870
Resposta #4 Online: 13 de Fevereiro de 2014, 22:54:36
ola

deixa eu falar que eu faço:

- no setup (nikon) coloco para "congelar"foco e leitura de luz quando eu pressionar o botão do obturado ate a metade ( enquanto ele estiver apertado ate este ponto tudo fica aonde eu fiz a leitura - abertura , velocidade, foco)

- se quiser uma leitura de luz media do que voce ve no quadro ( encontrar uma formula magica aonde a camera acerte na parte mais escura da cena e  na mais   clara - estando em latitudes muiiito diferentes, não existe), coloco a leitura de luz no modo central ( nao spot ou matricial - que é o modo mais "burro"que existe, e que só  uso quando estou com muuuuuita preguiça) e usando a maquina em prioridade de velocidade ( eu a comando e a maquina se vira com a abertura), focalizo a parte mai clara da cena ...memorizo o n f ( 18  por ex) , entao focalizo a area mais escura da cena ( f 9 por ex)....mentalmente somo os dois...divido por 2 18+9 = 27/2=13,5....e por experiência ( são mais de 30 anos)procuro na cena pelo f13 ( + ou -), sem soltar o botao de disparo reenquadro ... ai click.
sei que parece complicado ( e explicando em palavras realmente é)..mas com pratica voce sera capaz de tirar fotos até de pássaro voando...
este é meu método, se quiser ver os resultados é so ir no meu site ( na minha assinatura)
e sobre sua pergunta..o que o pessoal quer dizer é  que viram a maquina para o ceu , travam a fotometria ( usando a maquina no modo manual..ou o half-button do setup como expliquei acima) reenquadram o que querem..e clik...mas isto é um modo muito primario...é com certeza haver problemas de exposição dependendo das condições do dia ( mais nublado menos problemas...ensolarado...problemao nas sombras..podendo-se usar um fill flash para amenizar...mas ai é outro assunto...rsrsr)
abraço
marques

basico, e muito correto, :clap: :clap: :clap:
muito bom!!!
« Última modificação: 13 de Fevereiro de 2014, 22:55:00 por agalons »


rafael ferreira

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 386
  • Sexo: Masculino
  • quando tudo estar perdido sempre existe uma luz
Resposta #5 Online: 18 de Fevereiro de 2014, 18:39:45
Achei muito interessante o modo do markes,
mais eu como não tenho tanta pratica,
procuro fazer o seguinte:
fotometro na modelo, que no caso é o ponto com menos
quantidade de luz, aí com certeza o céu estoura.
Mais como fotografo em RAW diminuo a super-exposição
das demais áreas.
Bem é a maneira que eu faço e gosto dos resultados!

abraços! :ok:


Kokimoto

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.091
    • Mototuristas
Resposta #6 Online: 18 de Fevereiro de 2014, 18:46:10
O risco eh que, as vezes, estoura tanto que nao tem mais como recuperar na pos. Fica so uma area vazia, sem informacao nenhuma. :ok:
D600 - E-M10


rafael ferreira

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 386
  • Sexo: Masculino
  • quando tudo estar perdido sempre existe uma luz
Resposta #7 Online: 18 de Fevereiro de 2014, 19:30:25
verdade! :)


markes51

  • Trade Count: (12)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 569
Resposta #8 Online: 19 de Fevereiro de 2014, 09:21:13
ola

uma técnica que uso para fotografar pássaros ( garças..principalmente), que são motivos com uma alta reflectância ( inverso do escrito acima) e o uso do ev ....outra fonte de discussões...e um assunto um tanto misterioso  :shock:..   para muitos
nestes casos, para não perder informações nas altas luzes ( estouro do branco) geralmente uso ev -1 e funciona bem ( a subexposição no resto da cena é bem aceitável e facilmente corrigida no ps)...
 o inverso ( para áreas escuras usar ev positivo) para " salvar informações"  nas áreas de baixa, também funciona muito bem.
e com pessoas o uso do flash de preenchimento ( ou outra técnica de iluminação artificial) é perfeita para equalizar a luz.
abraço
marques
olhar atento e equipamento sempre pronto!
portfolio:  http://markes51-photo.photoshelter.com/


rafael ferreira

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 386
  • Sexo: Masculino
  • quando tudo estar perdido sempre existe uma luz
Resposta #9 Online: 19 de Fevereiro de 2014, 09:50:22
a fotometria é uma das coisas mais complexas
que tenho encontrado na fotografia, tenho
estudado muito, praticado muito e mesmo
assim ainda não consegui dominar.
Reconheço que é um quesito muito difícil
e também muito importante. valeu  gostei do tópico! :)


Lindsay

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.312
  • Sexo: Masculino
Resposta #10 Online: 19 de Fevereiro de 2014, 16:16:22
Maike Willie, aquele ponteirinho ali serve só como referência, não existe exposição certa ou errada, o que existe é foto boa ou ruim. Faz assim óh, tira a foto e olhe no visor. Se não ficou  boa aumenta ou diminui a exposição. Se a luminosidade do seu monitor não serve como referência, da uma entendida no histograma. Na hora da edição no computador analisa os dados das fotos, e assim vc vai se habituando com a resposta de seu equipamento.  Depois de algum tempo, vc ja vai saber como a câmera vai responder, e vai entender a melhor regulagem para ela.
« Última modificação: 19 de Fevereiro de 2014, 16:17:42 por Lindsay »
Fotografando com a memória


C R O I X

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.980
  • Sexo: Masculino
  • Fotografo Multiformato
    • Marcio Faustino
Resposta #11 Online: 19 de Fevereiro de 2014, 17:41:49
Meike, o meu conselho eh estudar zonas e luminosidade de cores. Eu estudei e por isso nao acho fotometria complicado.

De forma bem resumida e para simplificar pense como se houvesse 10 zonas que vai do puro preto ao puro branco. A zona numero 0 eh preto completo e a zona numero 10 eh branco puro.

Depois tenha em mente que todo fotometro (quando bem regulado) ira te dar a informacao do que vc fotometrou como se fosse a zona 5.

Tendo isso em mente vc olha para o objeto ou qualquer coisa que queira usar como referencia, por exemplo a pele de uma pessoa clara que vc vai fotografar. Observe o quanto de luz esta atingindo e a cor refletindo. Fotometre e olhe para os demais elementos da cena que estao mais claro e mais escuro. Tente deduzir o quanto de zonas (stops) vc tem que compensar para que a parte da cena mais clara nao chegue a zona 10 (puro branco) e a parte da zona mais escura nao chegue ao zero (puro preto).

Eu por exemplo, com camera digital eu uso o fotometro da camera para ler toda a cena. E o fotometro ira dar a leitura da parte mais clara da cena, observo qual eh a parte mais clara e sei que essa parte mais clara na imagem o fotometro esta indicando como zona 5. Digamos que eu queira essa parte clara na zona 8 (ceu), entao eu diminuo 3 stops a partis da indicacao do fotometro.

Mas digamos que a cena tem muito contraste, entao eu deuxo o ceu na zona 9 para perder menos informacao nas partes escuras. Ou se nao for uma cena com muito contraste eu posso deixar o ceu na zona 7 sabendo que a parte mais escura estara na zona 3, poe exemplo.

Eh uma maneira facil, rapido e simples de se fotometrar. Comece praticando com fotos em preto e branco e depois pratique com fotos coloridas, ja sabendo que cores aparecem mais escuras e que cores aparecem mais claras na mesma intensidade de luz, ou melhor, que cores reflete mais luz.

Em muitos casos, principalmente com fotos coloridas, e principalmente com foto digital, nao da para fazer a foto sem que nada perca informacao pelo ecesso ou falta de luz quando tem muito contraste. Mas usando filtro Neutral Grey ajuda um pouco a nao perder completamente as informacoes no highlifhts. E quando o filtro nao ajuda, e se for pussivel, flash eh a solucao para iluminar as partes mais escuras e sem perder informacoes dos highlights.

---

Outra dica eh esquecer esses termos tecnicos e ir logo ao ponto estudando as zonas e luminosidade de cores. As vezes, ficar indo atras de detalhes sobre o significado de termos tecnicos acaba te dando muita informacao que faz o tema soar complicado. E tem muita gente que gosta mais de ficar discutindo esses nomes complicados e curiosidades do que fotografar de fato. E muitas outras gostam de ficar complicando para soarem como conhecedores de algo complexo e profundo. Nada contra, mas se o seu negocio eh fotografar e ter resultados praticos va logo ao ponto estudando o basico, saindo para fotografar e ganhando conhecimento mesmo sem conhecer os nomes tecnicos. Eu mesmo nunca uso tais nomes, e raramente ouco falar desses nomes e quando ouco eh quando eu nao estou fotografando, quando estou fotografando eu nao preciso.

Tendo o basico e praticando bastante vc desenvolve sua propria maneira de fotometrar, que vc acha mais facil, pertinente, acurado, etc. Muito melhor do que pular o conhecimento basico e ficar sentado no computador procurando por metodos alheios.

---

Mais uma coisa, o classico diz que a foto boa nao tem perca de informacao, isso eh apenas uma regra entre inumeras outras que vc nao precisa seguir a risca. Muitas vezes eh mais conveniente, bonito ou somente possivel fotografar uma cena com algumas partes puramente branca e outras puramente pretas.
« Última modificação: 19 de Fevereiro de 2014, 17:51:09 por C R O I X »


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.904
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #12 Online: 19 de Fevereiro de 2014, 17:57:38
Muitos bons conselhos mas, resumindo tudo, vc, mesmo daqui a muitos anos e tendo conhecimento e experiência ainda vai perder fotos, vai errar, vai ficar as vezes com dúvidas.

Pratique muito, zerando, subexpondo, superexpondo, tentando, errando e acertando.....e vc logo vai sentir como deve fotometrar com sua camera, até prq cada equipamento é diferente de outro.

Tem cameras que perdem menos informações nas áres escuras e vice-versa, embora no geral subexpor é mais aconselhável ( no geral ).



d_acqua

  • Trade Count: (4)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 866
  • Sexo: Masculino
Resposta #13 Online: 24 de Fevereiro de 2014, 19:59:49
A galera deu uma aula de fotometria! Mas a pergunta acho que foi mais simples. Escuto e prático essa "coisa" de fotometrar o céu e reenquadrar quando quero fazer uma foto tipo silhueta. Sabe aquelas de praia que o céu sai lindo e a pessoa sai só a silhueta? Então, você mira a câmera pro céu e vê a abertura e velocidade pro céu sair azul. Ajusta a câmera pra  esses parâmetros, reenquadra e click! Como o céu tem mais luz que a pessoa, ela vai ficar subexposta, aparecendo só a silhueta. Fora essa situação não tem como se preocupar só com o céu, a não ser que use iluminação artificial, mas acho que sua pergunta não foi por aí, foi?
Daniel

Instagram: @danacqua