Autor Tópico: dúvidas sobre RAW  (Lida 1045 vezes)

Gioanni

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
Online: 03 de Setembro de 2006, 03:11:04
Olá pessoal!

 :wallbash: Ainda estou engatinhando na fotografia, mas estou tentando usar o modo RAW.
Qual é a verdadeira vantagem de usá-lo?
Não consegui visualizar as fotos arquivadas no cartão usando o leitor no meu pc, sabem por quê? Isso é normal?
A transferência das fotos nesse formato demoram muito mesmo?
Eu uso uma Canon D60  e PS CS...
Desculpem a ignorância rsrs..

Obrigado a todos. :wallbash:  :heat:  


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 590
  • Sexo: Masculino
    • Câmara Obscura
Resposta #1 Online: 03 de Setembro de 2006, 09:20:53
Gioanni,

Há no fórum alguns tópicos sobre RAW que podem ajudá-lo a entender melhor como utilizar esse formato, recomendo que você faça uma pesquisa. Em relação às suas perguntas:

Citar
Qual é a verdadeira vantagem de usá-lo?

Basicamente, o RAW permite mais possibilidade de ajustes na foto sem perda de qualidade, ou com uma perda muito pequena quando comparada com alterações feitas direto em JPEG. Isso se reflete bem claramente nos ajustes de cores e tons.

Citar
Não consegui visualizar as fotos arquivadas no cartão usando o leitor no meu pc, sabem por quê? Isso é normal?

O Windows pode não reconhecer os arquivos como imagens e não conseguir usar o visualizador ou as miniaturas.

Citar
A transferência das fotos nesse formato demoram muito mesmo?

Sim, pois as fotos em RAW são significativamente maiores em tamanho do que as em JPEG.


Pictus

  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 9.119
  • Sexo: Masculino
    • http://www.flickr.com/photos/10986424@N02/sets/


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #3 Online: 04 de Setembro de 2006, 08:11:09
Para entender DE VERDADE qual é a vantagem do RAW, sem apenas ficar enumerando vantagens contingentes, é preciso saber como é feita a captura de uma imagem digital, como a chamada matriz de Bayer, que não tem pixels roxos, marrosn alaranjados, mas somente verdes, azuis e vermelhos, pode dar origem a uma imagem com tr~es componentes de cor por pixel.

Isso é feito através de um processo chamado Demosaico, ou Interpolação de Cor (não é só de cor, mas vá lá).

O RAW lhe permite controlar esse processo, e o controle desse processo dá a voc~e uma capacidade de definir a imagem como quer infinitamente maior do que ela em JPEG ou mesmo em TIFF.

Em uma metáfora. O RAW é como uma célula tronco que pode dar origem a vários tipos de células. O JPEG é como uma célula já definida, que não pode ser revertida à célula-tronco e nem pode dar origem às células variadas (pode sim, mas com danosíssimos efeitos à imagem).

Nos benefícios mais imediatos, se obtém aumento de latitude, definição melhor do sharp, controle absoluto do White Balance sem que o WB da hora da foto faça qualquer dfiferença, formas de interpolação (ampliação) da imagem já na conversão, etc.


nelson161

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 318
Resposta #4 Online: 04 de Setembro de 2006, 11:56:25
Legal, Ivan.
Esta foi a melhor e mais curta explicação sobre RAW que já lí. Já ví muitas revistas com textos longos e enrolados.
Uso pouco este formato porque meu cartão tem só 512MB, mas a fotos ficam muito melhores.
Nelson161
NIKON D50
OLYMPUS D540
KODAK XERETA


Gioanni

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 18
Resposta #5 Online: 05 de Setembro de 2006, 01:25:57
Legal gente, muito obrigado!
 :clap:   :thmbup:  


Livio Iago

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 24
Resposta #6 Online: 05 de Setembro de 2006, 20:33:47
Realmente, IVAN, essa foi a melhor explicaçao que já vi (resumidamente falando). Dá um apanhado geral, e faz um resumo da verdadeira importancia e utilidade do RAW...

Bom, eu confesso q ainda nao consegui trabalhar os meus RAWs, pois nao consigo usar o Bibble q tenho instalado, nao funciona direito...
Estou a procura de outro software que faça isso... pra ver a real qualidade.

Só confesso q nao entendo muito quando vejo: "latitude disso" "demosaico" enfim... esses nomes q nao entendo... mas enfim...


Parabéns pelo resumo.

 
Lívio Iago
Sou de Recife, mas atualmente estou na África - Moçambique

Canon 30D
Lens Canon 18-55
Lens Canon 75-300

www.flickr.com/photos/livioiago/


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #7 Online: 05 de Setembro de 2006, 20:57:29
Latitude = faixa entre a luz menos intensa e a mais intensa transcrita decentemente na fotografia antes de ficar tudo branco ou preto.

Simplificando: em JPEG o branco estoura um pouco antes.


------------------------

Demosaico = processo no qual uma posição-pixel no sensor, que é somente verde, vermelho OU azul, se transforma em um pixel colorido na imagem, por exemplo, cor de laranja ou cor-de-pele. Isso acontece porque o programa faz o demosaico pegando emprestadas informações de cor dos pixels vizinhos que são de outras cores. Esse processo de demosaico é crítico para a qualidade da imagem


fabio_yamauti

  • Trade Count: (17)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 3.576
  • Sexo: Masculino
  • Santo André - SP
Resposta #8 Online: 05 de Setembro de 2006, 21:20:44
Citar
Latitude = faixa entre a luz menos intensa e a mais intensa transcrita decentemente na fotografia antes de ficar tudo branco ou preto.

Simplificando: em JPEG o branco estoura um pouco antes.


------------------------

Demosaico = processo no qual uma posição-pixel no sensor, que é somente verde, vermelho OU azul, se transforma em um pixel colorido na imagem, por exemplo, cor de laranja ou cor-de-pele. Isso acontece porque o programa faz o demosaico pegando emprestadas informações de cor dos pixels vizinhos que são de outras cores. Esse processo de demosaico é crítico para a qualidade da imagem
Ivan, o Foveon não utiliza o demosaico certo? Pelo menos não o mesmo do CCD ou CMOS... Será que as imagens ficam MUITO melhores ou só um pouco?

 
Fotografia Karatê Ecoturismo Geocaching


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #9 Online: 05 de Setembro de 2006, 21:56:02
Considera-se que o Foveon produz resolução de cerca do dobro em relação a um sensor de Bayer comum. Nos teste do Dpreview da Sigma ela produzia imagens melhores que as 6mpx com que foi comparada, ligeiramente melhores só, mas não muito, o que é cerca do dobro da resolução do sensor Foveon (3,5mpx).

Há um RAW do sensor Foveon e é claro que os pixels das cores diversas, mesmo sobrepostos, são equilibrados em cor. Mas não há o demosaico pegando cores emprestadas do vizinho.

Jpa li alguma coisa alguns tipos de desquilíbrios das imagens devido ao fato de serem sobrepostos, mas aí é uma troca. Troca-se um problema ali por um problema aqui -risos.

É razoável considerar que eles sejam equivalente ao dobro de sua resuloção em comparação com sensores Bayer, mas não são "o bicho", pois os sensores bayer são mais baratos e mais desenvolvidos.


João

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
Resposta #10 Online: 13 de Setembro de 2006, 23:29:07
Lívio, você se queixou de não ter um programa para abrir o formato RAW. Eu uso o Capture One, cheio de recursos, uma beleza. Mas agora conheci a versão CS do photoshop e ela abre arquivos RAW. O ajuste de exposição e equilibrio de brancos é muito mais rápido no CS do que no Capture. Se não tem muita coisa para fazer na foto, agora vou direto no CS.


Livio Iago

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 24
Resposta #11 Online: 17 de Setembro de 2006, 12:35:02
Joao, olha...

Eu uso o CS mas o meu nao abre os meus RAWs, bom pelo menos nao que eu me lembre...
Tenho uma 30D e nao consigo abrir meus Raws... Mas consegui os softwares originais, quero ver agora quando instalar...

O CS abre direto é? Tipo fazendo um OPEN normal?? Vou tentar...

Mas o que fazer quando abrimos o RAW?? Tratamos a imagem, caso necessário, e depois salvamos em qual formato?? O que fazer ao certo??



Abraço
Lívio Iago
Sou de Recife, mas atualmente estou na África - Moçambique

Canon 30D
Lens Canon 18-55
Lens Canon 75-300

www.flickr.com/photos/livioiago/


Ivan de Almeida

  • Trade Count: (1)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.297
  • Sexo: Masculino
  • . F o t o g r a f i a .
    • Fotografia em Palavras
Resposta #12 Online: 17 de Setembro de 2006, 13:52:51
Cada câmera tem um RAW um tantinho diferente.

Por isso, os conversores de RAW mais antigos não aberem o RAW das cãmeras mais novas, pois não foram feitos para elas.

Pra abrir o RAW da 30D é preciso obter um conversor compatível, que pode ser o PS CS2 com o último pluguin de RAW (Adobe Camera RAW) ou o Silkypix, por exemplo (procure isso na rede).

O que acontece quando abrimos um RAW?

Pois bem, a imagem abre em uma janela do pluguin que de certa forma é externa ao PS, pois nela as ferramentas do PS não funcionam, só as do pluguin.

Neste pluguin há vpários controles parecidos com os do PS, só que estão na cara, sem precisar ir a menus. Mudando as regulagens, altera-se a característica da imagem.

Quando camos OK a imagem é então convertida para um TIFF temporário que aparece no PhotoShop. Se voc~e salválo, voc~e o retém, se fechá-lo o temporário será excluído.

Voc~e então pode tratar esse tiff temporário e depois salvá-lo como queiser.