Autor Tópico: Vcs se preocupam em ter um estilo bem definido pra si?  (Lida 3285 vezes)

Di Torres

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 465
Resposta #15 Online: 13 de Setembro de 2017, 09:03:25
Não tenho muita experiência profissional na fotografia ainda, mas posso falar sobre marketing com um pouco mais de base.

Isso é extremamente importante no aspecto comercial e de marketing.

Primeiramente pois evita confusões com os clientes.
Se você tem um estilo consistente no portfolio e redes sociais, eles sabem exatamente o que vão receber te contratando.

E como o Roberto disse, isso te ajuda a se separar da multidão.

Se separando da multidão, você tem algumas vantagens e mais liberdade comercialmente.
Uma vantagem comercial é que você terá mais liberdade para ajustar seus preços.
Se seu trabalho é igual o de todo mundo, seus clientes ficam mais inclinados em olharem para o preço e você vai ter que investir muito mais em relacionamento para conseguir mantê-los ou conquistá-los caso você queira trabalhar com um preço acima da média, já que eles podem conseguir o mesmo resultado com outros fotógrafos. Mas se você for o único que oferece o seu estilo e seus clientes quiserem isso, vai ficar muito mais difícil deles darem tanta importância pro preço.

Um bom exemplo de mercado dessa lógica é a Apple.
Muita gente paga mais caro em um produto da Apple que oferece menos desempenho que dos concorrentes pois eles querem ter um produto da Apple.
E se você for reparar, não existe um fanatismo por outra marca de tecnologia como você vê com os clientes da Apple.
Não se vê pessoas malucas por LG ou Samsung assim como pela Apple. No máximo rola uma guerrinha entre IOs vs Android/Windows, ou seja, Apple vs todos os outros. Se você quiser um android/windows, pode escolher entre inúmeras marcas do mercado, procurar o melhor preço e ser feliz, mas se quiser um IOs, vai ter que ir pra Apple.

Um detalhe que já reparei é que o estilo de muitos fotógrafos começam com um propósito. Eles saem pra fotografar sabendo o que querem fazer.
David LaChapelle passa meses construindo os cenários e iluminação de suas fotografias que lembram o estilo de pinturas clássicas. E se um artista quiser uma foto do David, ele vai ter que contratar ele. Não tem outro que faça igual.

Pegando um exemplo mais modesto, Brandon Woelfel. Sempre fotografa de noite, na blue hour, ou em ambientes fechados com luzes de led. Pegou um horário/situação não tão popular na fotografia e criou um estilo próprio em cima disso. No primeiro ano de fotografia já tinha fotos na Vogue e outras revistas de moda.

Ou seja, o estilo do fotógrafo começa antes do click, com planejamento.
Pense em um estilo que te agrada, pegue suas fotos favoritas, veja o que há de comum nelas e saia pra fotografar com o proprósito de replicar esses aspectos, com o tempo seu estilo vai se aprimorando e as pessoas vão passar a reconhecê-lo também.


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.718
  • Sexo: Masculino
Resposta #16 Online: 13 de Setembro de 2017, 09:22:38
Eu tento manter meu estilo na fotografia, sempre saio pra fotografar de óculos escuros e com jaqueta de couro.


 :hysterical:
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


cfcsosa

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (3)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.718
  • Sexo: Masculino
Resposta #17 Online: 13 de Setembro de 2017, 09:23:54
Há 3 anos, escrevi um texto sobre esse assunto. Se alguém tiver paciência pra ler...

http://camaraobscura.fot.br/estilo-fotografico/

Nós gostamos de criar conceitos. Nomes, categorias, rótulos. Sua função é nos ajudar a descrever e entender o mundo. Olhamos para o mundo e, a partir dele, inventamos palavras que significam algo. É muito prático: em vez de termos que descrever ou olhar para o mundo toda vez que queremos nos referir a ele, podemos usar apenas uma ou duas palavras e pronto. Mas, com o tempo, esquecemos que a linguagem não é o mundo, e que os conceitos que criamos não existem por conta própria: eles são apenas uma representação simplificada de algo que vai muito além.

Um desses conceitos é o de estilo na criação fotográfica. Olhamos para os trabalhos de alguns fotógrafos e percebemos que há algo ali. Um padrão, uma repetição, uma conjugação de elementos. No assunto, na estética, na forma de fazer. Algo que, após vermos algumas obras, nos permite identificar outras. O estilo é aquilo que torna as obras reconhecíveis. É a coesão.

Muitos fotógrafos iniciantes acreditam que precisam criar, inventar ou descobrir seu estilo, como se o estilo surgisse antes da produção. Querer encontrar um estilo antes de se aprofundar no fazer fotográfico é como querer estar bronzeado antes de sair no sol. É colocar o carro na frente dos bois.

Esquecem-se que o estilo, como algo isolado, não existe: é apenas uma palavra para descrever uma linha tênue e abstrata que percorre a produção de um autor. Em termos concretos, não há estilo, há apenas o trabalhos. O fotógrafo cria fotografias, ele vê o mundo e o retrata. O que chamamos de estilo é uma criação mental, um conceito, uma interpretação que deriva das obras na visão do espectador. Se nos prendermos demais ao conceito de estilo, perderemos o contato com a obra. Pior, podemos artificializar demais a nossa própria fotografia ao querer enquadrá-la em uma ideia sem que haja conteúdo que a sustente.

Se admiramos o “estilo” de um fotógrafo, na verdade admiramos o que ele faz, como ele faz. É a força do seu trabalho. Quando o trabalho é intenso, quando há dedicação, há o resultado. Para quem cria, é o processo que conta. Se olharmos apenas para o resultado, sem entender o caminho até lá, ficaremos perdidos.

Esqueça o estilo e concentre-se na busca. O que existe, o que você faz, o que os outros veem é a sua fotografia. O que chamamos de estilo é apenas uma consequência, que acontece dependendo da força do seu fazer fotográfico. Estilo é o resultado natural de uma busca sincera.


Perfeito, estilo é o que os outros veem em nós, o que acaba nos rotulando, mas pelos outros não por nós mesmos.
-------------------
flickr.com/photos/cfcsosa
instagram.com/cfcsosa
500px.com/cfcsosa1978


kleberpicui

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 856
  • Sexo: Masculino
    • Shutterstock
Resposta #18 Online: 13 de Setembro de 2017, 09:26:24
Lee,

Esse vídeo foi feito pra você:

https://www.youtube.com/watch?v=skgqeUqIwvA

*Edit: Pra mim o vídeo não apareceu. Caso não apareça para os demais, pesquisar no Youtube por "10 Tips to find your photographic style. Is it important to have a photography style?" no canal do Joe Edelman.
« Última modificação: 13 de Setembro de 2017, 09:28:08 por kleberpicui »
Kléber

Vender fotos na internet: http://submit.shutterstock.com/?ref=976367


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.850
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #19 Online: 13 de Setembro de 2017, 10:21:54
Muitos fotógrafos iniciantes acreditam que precisam criar, inventar ou descobrir seu estilo, como se o estilo surgisse antes da produção. Querer encontrar um estilo antes de se aprofundar no fazer fotográfico é como querer estar bronzeado antes de sair no sol. É colocar o carro na frente dos bois.

Esqueça o estilo e concentre-se na busca. O que existe, o que você faz, o que os outros veem é a sua fotografia. O que chamamos de estilo é apenas uma consequência, que acontece dependendo da força do seu fazer fotográfico. Estilo é o resultado natural de uma busca sincera.

Para mim esse texto resume tudo.
Quem nunca se perdeu criando coisas desinteressantes só pra manter um padrão ou estilo que atire a primeira pedra.
Ao cair nesse erro refletimos e amadurecemos.

Acho que estilo, padrão, característica, é algo que surge com o tempo, assim como ( ou junto ) com a maturidade, mas eu não acho que isso tenha que ser forçado, obrigatório, pois ai deixa de ser identidade e se torna artificial. O estilo tem que ser uma consequência da sua intenção, e na real ele é.

Se a sua intenção é diversificada, instável ( no bom sentido ), mutante, aproveite prq esse é um estilo praticamente só seu, Lee.

O estilo está ligado a intenção: Vc quer passar um sentimento, seja bom ou ruim, e usa a imagem ( cena, luz, enquadramento, tratamento ). O estilo está ali, geralmente padronizado prq elegemos detalhes no processo que nos agradam, repetindo esses a exaustão, as vezes nos privando de tentar algo diferênte e até melhor.

Aproveite a sua diversidade de estilo, isso pode ser algo inusitado. Seja livre, seja feliz!


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.357
  • Sexo: Masculino
Resposta #20 Online: 13 de Setembro de 2017, 11:39:28
Eu me preocupo com sim com tudo isso.

Mas foi um processo de auto conhecimento, demorou bastante, anos, para eu me perceber e descobrir as coisas que naturalmente saiam de dentro de mim. Precisei da ajuda dos amigos, de mestres e da convivência em sociedade.
A partir dai comecei a entender quais os assuntos realmente me interessavam, que lentes eu realmente achava bacana, como seria o acabamento das fotos, etc... isso tem a ver com o reconhecimento de minha própria estética, ou esteticamente daquilo que eu acho bacana (perdoe as palavras, não encontrei um jeito melhor de explicar isso aqui), e a partir dai comecei a deixar de lado as influencias momentâneas que passam todos os dias pela minha frente, e me concentrar mais naquilo que entendi que deveria buscar.
O resultado disso é que hoje eu fotografo menos as coisas que não interessam, e tenho mais tempo para trabalho e raciocínio em cima daquilo que gosto, e penso que faço com mais qualidade (ao menos do meu ponto de vista).
Fotografando com a memória


Raphael Sombrio

  • Trade Count: (0)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.850
  • O RAW é um diamante...bruto
Resposta #21 Online: 13 de Setembro de 2017, 11:49:43
e a partir dai comecei a deixar de lado as influencias momentâneas que passam todos os dias pela minha frente, e me concentrar mais naquilo que entendi que deveria buscar.

Ídem. Ao ponto de achar trabalhos que anteriormente tinha como referência ( falando de outros fotógrafos ) hj muitos deles desagradáveis.


O resultado disso é que hoje eu fotografo menos as coisas que não interessam, e tenho mais tempo para trabalho e raciocínio em cima daquilo que gosto, e penso que faço com mais qualidade (ao menos do meu ponto de vista).

Ídem novamente. Ao ponto de rever minhas imagens antigas e pensar: Prq que eu fiz essa foto?  :shock:


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.357
  • Sexo: Masculino
Resposta #22 Online: 13 de Setembro de 2017, 11:56:46
Ídem novamente. Ao ponto de rever minhas imagens antigas e pensar: Prq que eu fiz essa foto?  :shock:
:hysterical: Eu tbm, muita foto que joguei fora, outras estou reeditando...

Fotografando com a memória


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.109
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #23 Online: 13 de Setembro de 2017, 12:00:25
...e descobrir as coisas que naturalmente saiam de dentro de mim...

Credo!


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.357
  • Sexo: Masculino
Fotografando com a memória


Roberto Dellano

  • Trade Count: (11)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.109
  • Sexo: Masculino
  • RTFM
    • Roberto Dellano Fotografia
Resposta #25 Online: 13 de Setembro de 2017, 12:11:26
:shock:
pensou naquilo???

rapaz, eu nem pensei, nem me atrevo ...  :eek:

 :hysterical: :hysterical:


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.357
  • Sexo: Masculino
Resposta #26 Online: 13 de Setembro de 2017, 12:11:56
 :hysterical: :hysterical: :hysterical:
Fotografando com a memória


Lindsay

  • Trade Count: (16)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 2.357
  • Sexo: Masculino
Resposta #27 Online: 13 de Setembro de 2017, 12:12:58
rapaz, eu nem pensei, nem me atrevo ...  :eek:

 :hysterical: :hysterical:
Só no formato fotográfico, ok???

 :hysterical: :hysterical: :hysterical:
Fotografando com a memória


RFP

  • Colunista
  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • *****
  • Mensagens: 625
  • Sexo: Masculino
Resposta #28 Online: 13 de Setembro de 2017, 13:34:56
Prq que eu fiz essa foto?  :shock:

Essa é sempre uma ótima pergunta. Pra que?


augustobt

  • Trade Count: (3)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 955
  • Predador de Luz
Resposta #29 Online: 13 de Setembro de 2017, 15:04:49
Esse post veio muito a calhar, venho passando por essas mesmas questões, e muitas respostas aqui já me elucidaram.

Interessante que as redes sociais parecem deixar ainda mais explicito se você tem consistência no estilo ou não.

o instagram mesmo exige além do estilo uma manutenção em cores e harmonização das fotos pra causar uma boa impressão, e venho me puxando bastante pra conseguir isso, mas realmente tem que ser algo que venha de dentro, acabar se fechando e se colocando em uma "caixinha" pra manter um visual bonita na rede social não é o caminho.