Autor Tópico: Nikon ou Canon?  (Lida 519 vezes)

anapaulaap

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 1
  • Sexo: Feminino
Online: 12 de Fevereiro de 2018, 20:48:06
Olá, a todos. Estou iniciando minha jornada profissional na área e estou avaliando qual melhor equipamento para comprar.  Tenho uma Nikon D3100 e lente do kit há alguns anos e estou pensando em comprar uma D7200 ou D7500. Já estou acostumada com a Nikon, porém como fechou a loja oficial da Nikon, não sei o que isto implica a médio e longo prazo para os usuários da marca, mesmo em nota oficial a Nikon informando que garantias e assistências continuam operando. Se eu for migrar da Nikon para a Canon a hora é agora, pois não tenho muito investido. Me digam qual a preferencia pessoal de cada um, o que acham que acontecerá com o mercado brasileiro da Nikon, se eu vou sentir muita diferença mudando de marca, se me indicarem Canon, qual similar à D7500, e se me indicarem Nikon a D7500 compensa mais que a D7200 (custo-benefício).
Bom, foram muitas perguntas(mas nem metade das minhas dúvidas, rs), o que vocês puderem me ajudar agradeço imensamente! A propósito, de início usarei para retratos, ensaios internos e externos.
Um grande abraço a todos!


Rafa_Meira

  • Moderador(a) Global
  • Trade Count: (2)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 5.143
  • Sexo: Masculino
Resposta #1 Online: 12 de Fevereiro de 2018, 20:52:40
O fechamento da loja Nikon, pra mim como usuário da marca, implica em nada. Pode continuar indo na que preferir.


LeandroR

  • Trade Count: (2)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 993
    • Leandro Reichert
Resposta #2 Online: 12 de Fevereiro de 2018, 20:57:43
Tanto faz. Tem fotógrafo fazendo bons trabalhos com Nikon, Canon, Fuji, Olympus, etc, etc...
O mais lógico seria seguir na marca que você já tem familiriadade, mas caso queira tirar a dúvida arrume uma Canon e uma Nikon e use por algumas horas e veja qual você se sente mais confortável utilizando. Esqueça detalhes técnicos que no final terão impacto muito pequeno na sua fotografia.

Bons cliques.  :ok:
Indicações de livros, canais de YT, fotógrafos, artigos sobre fotografia e assuntos do cotidiano.
Postagens semanais! Acompanhe meu blog pelo link abaixo:
www.leandroreichert.com


Di Torres

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 417
Resposta #3 Online: 12 de Fevereiro de 2018, 21:33:07
A loja da Canon no Brasil está com preços destruidores.
Em diversas promoções as lentes ficaram mais baratas do que na gringa.
O mercado de usados ficou até meio estranho, já que as lentes novas divididas em 12x sem juros ficaram mais baratas do que muitos anúncios de usados.

Se você gosta da idéia de comprar seus equipamentos com preço justo diretamente da fabricante, a Canon BR já provou que pode oferecer isso.

No mais, a longo prazo a vida tende a ficar mais fácil pra usuários da Canon e mais difícil pros usuários de Nikon.
A Canon Brasil vai ganhar cada vez mais espaço com marketing e vendas, tornando o mercado em torno de seus produtos mais forte, e um mercado mais forte gera benefícios para seus usuários, com mais assistências especializadas, mais produtos no mercado de usados, mais produtos para alugar/pedir emprestado, etc.

Pra quem já está estabilizado no sistema Nikon, não faria tanta diferença mudar, mas pra quem está começando ou não tem muito investimento na linha, eu recomendo ir de Canon baseado nesse detalhe do mercado nacional.

A Canon equivalente a D7500 seria a Canon 80D que sai por uns R$4000.
Se quiser modelos mais básico mas que oferecem a mesma qualidade de imagem da 80D, também tem a Canon SL2 por cerca de R$2300, a Canon t7i por cerca de R$3300 e a Canon 77D por cerca de R$3600.
Também dá pra achar a Full Frame de entrada da marca, a Canon 6D, por cerca de R$4500.
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2018, 21:35:34 por Di Torres »


Checheel

  • Trade Count: (11)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 803
Resposta #4 Online: 12 de Fevereiro de 2018, 23:08:35
Olhar CxB entre câmeras Nikon e Canon pra decidir pra qual migrar não serve para muita coisa se você não comparar o ecosistema todo, corpo - lentes - acessórios. E pra isso você já precisa saber antecipadamente quais lentes vai precisar. Se não sabe é porque qualquer coisa serve. Se qualquer coisa serve pegue o mais barato.

Obs: d7200 tem um ótimo CxB. Diferente de uma D7500 nova (da quase pra pegar D500 usada ou D750 fx usada).

Obs2: Como você vai usar para ensaios, nessa faixa de preço já se encontra D800 usada, que é um tanque de guerra.
« Última modificação: 12 de Fevereiro de 2018, 23:10:44 por Checheel »


Antonio Miguel

  • Trade Count: (0)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 155
  • Sexo: Masculino
    • amikep
Resposta #5 Online: 12 de Fevereiro de 2018, 23:36:08
Se você não sabe onde vai, qualquer caminho te leva lá (Lewis Carroll)
A camera teaches you how to see without a camera - Dorothea Lange.


www.amikep.com


fabianob

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.370
  • Sexo: Masculino
Resposta #6 Online: 13 de Fevereiro de 2018, 08:46:49
Nikon!

Pq nikon? pq sou fã boy da Nikon... nunca usei profissionalmente Canon... talvez um dia experiente a 5DM4 8-)... mas também tenho curiosidade com a Pentax K1  :wub: :wub: ou talvez a Sony A9 :ponder:

 :(
Df, D750, D5300, YN565EX x2, YN622N, Alguns Kg de Vidro, e muitas histórias.


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.958
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #7 Online: 13 de Fevereiro de 2018, 13:10:42
Para mim é uma questão de postura. Acho imperdoável uma empresa que tem uma base de equipamentos vendida no país nada desprezível encerre as atividades aqui, e principalmente negue a assistencia técnica no periodo de um ano de garantia para equipamentos antes cobertos por uma garantia que se não era mundial, pelo menos era regional.

Tive diversos equipamentos Nikon ao longo da vida, mas esse tipo de postura me incomoda. Note que a Olympus fez o mesmo quanto a garantia mundial e passou a cobrir a regional (Americas, Europe, Asia). A Fuji tem garantia Brasil e regional, embora risível. A Pentax nunca teve assistencia técnica oficial aqui, só a Marinho como representante no passado.

Some a isso a imensa dificuldade que a Nikon sempre impos às assistencias técnicas independentes no tocante ao fornecimento de peças, aí a coisa complica. A Fotek, uma das mais tradicionais assistencias técnicas do Rio, simplesmente parou de atender Nikon por esse motivo.

Já a Canon entrou de sola no mercado brasileiro, tem de tudo a preço acessível e total apoio da fábrica. Qualquer assistencia técnica pode comprar o que quiser de peças sem frescura, fora que os preços estão excelentes.

A questão pode ser resumida a pontos bem simples:

1) Se você já tem equipamento (corpos, lentes, etc.) Nikon, fique na marca mesmo e assuma o risco ou dor de cabeça eventual com conserto. Ou faça como eu, quebrou, vende barato para retirada de peças. Verifique se existe alguma assistencia independente de sua confiança.

2) Se precisa de suporte da fábrica oficial, não tem nem o que discutir, é Canon

3) Se não se importa a mínima com assistencia oficial, use o que quiser. No meu caso uso Pentax, Fuji e Panasonic.

Não esqueça que tem empresas com representação aqui cujas assistências simplesmente são ruins demais, como a Sony e a Panasonic.

Resumindo é isso.


« Última modificação: 13 de Fevereiro de 2018, 13:12:41 por AFShalders »
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


hribeiro

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.232
  • Sexo: Masculino
Resposta #8 Online: 13 de Fevereiro de 2018, 17:15:29
Para mim é uma questão de postura. Acho imperdoável uma empresa que tem uma base de equipamentos vendida no país nada desprezível encerre as atividades aqui, e principalmente negue a assistencia técnica no periodo de um ano de garantia para equipamentos antes cobertos por uma garantia que se não era mundial, pelo menos era regional.

Tive diversos equipamentos Nikon ao longo da vida, mas esse tipo de postura me incomoda. Note que a Olympus fez o mesmo quanto a garantia mundial e passou a cobrir a regional (Americas, Europe, Asia). A Fuji tem garantia Brasil e regional, embora risível. A Pentax nunca teve assistencia técnica oficial aqui, só a Marinho como representante no passado.

Some a isso a imensa dificuldade que a Nikon sempre impos às assistencias técnicas independentes no tocante ao fornecimento de peças, aí a coisa complica. A Fotek, uma das mais tradicionais assistencias técnicas do Rio, simplesmente parou de atender Nikon por esse motivo.

Já a Canon entrou de sola no mercado brasileiro, tem de tudo a preço acessível e total apoio da fábrica. Qualquer assistencia técnica pode comprar o que quiser de peças sem frescura, fora que os preços estão excelentes.

A questão pode ser resumida a pontos bem simples:

1) Se você já tem equipamento (corpos, lentes, etc.) Nikon, fique na marca mesmo e assuma o risco ou dor de cabeça eventual com conserto. Ou faça como eu, quebrou, vende barato para retirada de peças. Verifique se existe alguma assistencia independente de sua confiança.

2) Se precisa de suporte da fábrica oficial, não tem nem o que discutir, é Canon

3) Se não se importa a mínima com assistencia oficial, use o que quiser. No meu caso uso Pentax, Fuji e Panasonic.

Não esqueça que tem empresas com representação aqui cujas assistências simplesmente são ruins demais, como a Sony e a Panasonic.

Resumindo é isso.

Shalders,
Você foi tão incisivo e verdadeiro que agora até eu estou com medo.  :eek:
Helvio

Nikon D610, Nikon D3100, Nikkor 18-35mm, Nikkor 24mm 2.8, Nikkor 50mm 1.8G  Nikkor 80-200mm 2.8D ED - Speedlight SB-700, Oloong SP660II manual, Flash Agfa.
Canon AE-1. Canon 50mm 1.8, Rolleiflex T K8
www.flickr.com/helviosilva   https://500px.com/helviosilva


Claudio Rombauer

  • Trade Count: (2)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.098
  • Sexo: Masculino
Resposta #9 Online: 13 de Fevereiro de 2018, 18:03:44
Eu acho ruim uma marca abandonar o país. Pode não significar nada na prática se o usuário não compra produtos pelas vias legais com nf e garantia, mas no fundo significa que o fabricante despreza os usuários que aqui vivem. É feio. Eu me sinto assim com o abandono da Loja Fuji no Brasil, e o que me fez ser usuário da marca foi justamente a loja, comprei tudo lá.

Se existe algo que me faria pensar em não ser mais usuário Canon, seria o caso da loja fechar e não existir mais suporte. Eu uso uma câmera no estúdio, ela tem 2 anos de garantia e 1 ano de seguro contra acidentes, todos adquiridos no momento em que eu comprei.

A grande diferença em existir garantia no país é no caso de um recall sério. Você compra uma câmera de 15 mil reais e não tem direito a recall, a não ser que leve ela pro exterior.

Mas realmente acho que para algumas pessoas isto não importa.