Autor Tópico: Quanto pode render um filme escaneado?  (Lida 12728 vezes)

Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Resposta #15 Online: 28 de Junho de 2013, 20:12:18
Já que o assunto está em evidência e o tópico bastante aquecido, aproveito pra perguntar:

Senhores!
  • Fazer ou não escaneamento molhado (aqui me refiro ao Epson V750)?
  • Fazer ou não escaneamento com duas ou mais passadas?

Por favor, o quê pensam a respeito?


--------------------------

editando para dizer também que....

... na 1ª pergunta, o fluído pode ser um empecilho, um obstáculo, por ser caro e difícil de comprar mesmo lá fora. Mas uma alternativa barata e bastante acessível seria o fluido de isqueiro (preferencialmente o da marca Zippo).
« Última modificação: 28 de Junho de 2013, 20:17:00 por Braga.SP »
-22.352971,-48.775582


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.977
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #16 Online: 28 de Junho de 2013, 20:16:05
Wet scan é controverso, tem gente que diz que adianta e outros que nao vale o trabalho.

Se o negativo esta muito/pouco denso, ajuda sim. Já usei até 10 passadas em casos especiais
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


Braga.SP

  • Trade Count: (14)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.858
  • Sexo: Masculino
Resposta #17 Online: 28 de Junho de 2013, 20:18:14
-22.352971,-48.775582


lsd

  • Trade Count: (8)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 889
  • Sexo: Masculino
Resposta #18 Online: 28 de Junho de 2013, 22:30:21
Braga, o wet scan pode ser feito com o acessório que vem com o V750, e o fluído é o bom e velho Zippo, para isqueiro. Sim, isso mesmo. Eu nunca quis testar aqui, pois quase não tenho nada que me interesse em médio formato, em 35mm até tenho mas não sei se vale a pena. Acho que um dia, com tempo, vou testar.

Quanto ao foco desses scanners, sim é fixo, mas dá pra mudar a altura do filme, mudando a altura do suporte. Dá diferenças às vezes enormes.


pauloh

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 211
  • Sexo: Masculino
Resposta #19 Online: 29 de Junho de 2013, 14:46:15
Respondendo a pergunta principal do tópico...
Pelos testes que realizei, pude chegar a conclusão que usando uma câmera e lentes excelentes, fazendo um foco preciso, usando um disparador de cabo para evitar o movimento da câmera durante a exposição, um cromo 35mm teria o potencial de fazer excelentes impressões de 300dpi até um tamanho de 90 x 60cm, ou seja, uma ampliação linear de 25 vezes. Como esse espaço é de médio e grande formato, uma imagem no filme de 86 x 56mm daria para fazer uma ampliação de 2,15 x 1,40m, isso esgotando a capacidade do filme. O grande problema é como conseguir extrair isso do filme e quanto iria custar. Andei realizando uma pequena pesquisa na internet e achei um lugar que faz digitalização de filmes usando o scanner de tambor Heidelberg Tango,  de 12000 dpi (?). Para um filme 35mm 36x24mm usando uma profundidade de 48 bits por pixel e sem compressão geraria um arquivo de 1.1GB. Como essa empresa
cobra pelo tamanho do arquivo, uma digitalização de um único frame sairia por em torno de $ 130.00 (ou R$ 290,00 hoje). Uma brincadeira um tanto cara, não?

O site é este: http://www.colorfolio.com/pricing/drum_scan_pricing.htm


Agora em se tratando de grande formato os resultados podem ser muito mais espetaculares. Um "maluco" criou um projeto chamado Gigapxl, para produzir imagens em grande formato 18 x 9" (45,7 x 22,9cm) que superassem o equivalente a 1GP (gigapixel) de resolução em uma única exposição. Se não me engano, esse cara criou a câmera e usou nela negativo usado em fotografia aérea. Aí em baixo vai uma imagem dessas, que está disponível no Google Earth. A primeira imagem é a completa e as outras duas cortes de aproximação.Vale lembrar que esta imagem é uma digitalização e como tal tem uma resolução inferior ao original.








Abaixo uma foto da câmera:



A "monstrinha" em ação:






pauloh

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 211
  • Sexo: Masculino
Resposta #20 Online: 29 de Junho de 2013, 18:48:14
Ah, só pra dar uma ideia, esta é a imagem completa daquele crop que eu postei. A qualidade da imagem não é muito boa, pois a foto foi feita com celular. O teste foi impresso em papel comum e pregado na parede para que fosse fotografado.





pauloh

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 211
  • Sexo: Masculino
Resposta #21 Online: 30 de Junho de 2013, 00:02:17
Quanto ao negativo descobri esta imagem abaixo na internet, feita numa Leica M6 e filme Kodak Ektar 100 (35mm) e digitalizada num drum scanner de 11000dpi. Pela análise da imagem cheguei a conclusão que com este negativo dá pra fazer ótimas impressões de até uns 60x40cm a 300dpi, o que daria um arquivo de 7200x4800 pixels. O fator de ampliação é de aproximadamente 17 vezes, o que fica fácil de calcular para médio e grande formato.
A imagem completa é essa abaixo:




Essas outras 3 são os cortes 100% que fiz da imagem redimensionada para 7200x4800 pixels:







Como a imagem possui uma granulação fina dá pra aplicar mais um pouco de sharp. Não fiz pois a imagem não foi salva na qualidade máxima do Photoshop, o que faria os artefatos de compressão ficarem bem nítidos.
A imagem está disponível em http://www.flickr.com/photos/castorscan/8027728540/ para quem tiver a curiosidade de ver.

E desculpem o excesso de imagens, mas achei necessário para exemplificar...


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.977
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #22 Online: 30 de Junho de 2013, 02:36:03
É são 34 MP, mas COM qualidade. E isso em um 35mm. Se pegar a imagem e tratar direito da um couro em qualquer dslr.
Eu gostaria de ver um tiff em vez de um jpeg. Os artefatos atrapalham mais que o grão haha !
« Última modificação: 30 de Junho de 2013, 02:48:00 por AFShalders »
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


pauloh

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 211
  • Sexo: Masculino
Resposta #23 Online: 30 de Junho de 2013, 11:26:44
É são 34 MP, mas COM qualidade. E isso em um 35mm. Se pegar a imagem e tratar direito da um couro em qualquer dslr.
Eu gostaria de ver um tiff em vez de um jpeg. Os artefatos atrapalham mais que o grão haha !

Pois é. O arquivo de 9000dpi que o cara disponibilizou é muito pequenino (apenas 13,5MB) para uma imagem tão grande (13075x8858).
Ele salvou na qualidade 9 do Photoshop. Se fosse na 12 dava pra fazer um tratamento melhor. Tiff então nem se fala.
Sim, são 34MP, com qualidade em um NEGATIVO 35mm. Fico sonhando eu brincando aqui com esse scanner e meus cromos. Claro que minha F100 não é tão boa quanto uma Leica, mas eu acho que dá pra fazer um estrago... hehe
Usando um Velvia ou Provia 100 daria um resultado melhor que o negativo. Isso dá pra ver naquele corte que eu postei lá em cima (é um corte de 40MP), que tem uma uma imagem mais nítida que a do exemplo do Ektar. Obviamente, para uma comparação mais justa eu teria que ter digitalizado neste drum scanner também. Quanto a granulação, eu a adoro. Mas uma granulação bem fininha, tipo a do cromo. A granulação para mim é uma arte, é a alma da imagem. Na tela do PC nem tanto, mas impressa dá um efeito muito legal.
Um dia quando eu tirar uma foto muito boa eu acabo fazendo uma loucura de pagar algumas centenas de reais em digitalização num drum scanner, pagar mais uma nota para imprimir num tamanho de 120x80cm, colocar em um quadro e pregar na parede.... kkkk
« Última modificação: 30 de Junho de 2013, 11:38:10 por pauloh »


Lucas Estêvão

  • Trade Count: (22)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.162
  • Sexo: Masculino
Resposta #24 Online: 01 de Julho de 2013, 21:02:00
E eu tri feliz que ia comprar um V500 que "dá pro gasto" pros meus 35mm e os caras tocando pau no V700. tsc tsc tsc

Isso não se faz. É muita maldade com o cara. :(


Ashkenazzi

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 567
  • Casei com a Canon, mas a Nikon é minha amante...
Resposta #25 Online: 02 de Julho de 2013, 09:35:58
Projetores de cinema usam 35mm e ampliam daquele tamanho que todos veem.
Filmes de Steven Spielberg e James Cameron foram exibidos há anos e ainda são exibidos, com frequencia, nos cinemas nacionais, em projetores de 35mm.
Acho que isto reponde a pergunta de até quanto pode-se ampliar para projeção uma boa pelicula 35mm (slide) bem exposta e bem "fotografada" (fotografada, diga-se, várias vezes por segundo).
Mudando de filme, quando saiu o Matrix 2, na estréia, em 2003, eu cheguei atrasado no cinema e tive que sentar na primeira fila...percebi que o Keanu Reeevs tem uma cicatriz na boca (que depois fui conferir na internet pq nunca tinha percebido/sido informado sobre isto.) e dava para perceber o rosto acinzentado da barba do cara. Se uma imagem daquele tamanho fosse para um outdoor, teria uma definição muito acima do que se utiliza em oudoors. Eu não sei se aquele cinema projetava 65mm (o que duvido porque nao tinha nenhuma indicação daquele cinema ter qualidade superior) ou 35mm. Mas sei que muitos projetam e projetaram durante anos 35mm.
Posso garantir que todos que assistiram Titanic no cinema o viram em, no máximo 65mm, e náo conheco ninguém te tenha visto embaçado, interpolado ou quadriculado.
Atualmente, sim, já fui em uns Cinemark que tão embaçando a imagem (e até legenda). Aí já não sei se é culpa do cinema ou de máquina digital

« Última modificação: 02 de Julho de 2013, 09:53:16 por Ashkenazzi »
Nikon D800E + MB-D12 + SB-910 com AF-S NIKKOR 85mm f/1.4G + AF-S NIKKOR 24mm f/1.4G ED
Canon EOS 1D X com EF 24-105mm f/4L IS USM + EF 100-400mm f/4.5-5.6L IS USM
Sony Camcorder HDR-FX1000
Testes com 3 lentes 85mm diferentes em bokeh e luzes: http://www.flickr.com/photos/103484384@N04/


pauloh

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 211
  • Sexo: Masculino
Resposta #26 Online: 02 de Julho de 2013, 13:47:58
Projetores de cinema usam 35mm e ampliam daquele tamanho que todos veem.
Filmes de Steven Spielberg e James Cameron foram exibidos há anos e ainda são exibidos, com frequencia, nos cinemas nacionais, em projetores de 35mm.
Acho que isto reponde a pergunta de até quanto pode-se ampliar para projeção uma boa pelicula 35mm (slide) bem exposta e bem "fotografada" (fotografada, diga-se, várias vezes por segundo).
Mudando de filme, quando saiu o Matrix 2, na estréia, em 2003, eu cheguei atrasado no cinema e tive que sentar na primeira fila...percebi que o Keanu Reeevs tem uma cicatriz na boca (que depois fui conferir na internet pq nunca tinha percebido/sido informado sobre isto.) e dava para perceber o rosto acinzentado da barba do cara. Se uma imagem daquele tamanho fosse para um outdoor, teria uma definição muito acima do que se utiliza em oudoors. Eu não sei se aquele cinema projetava 65mm (o que duvido porque nao tinha nenhuma indicação daquele cinema ter qualidade superior) ou 35mm. Mas sei que muitos projetam e projetaram durante anos 35mm.
Posso garantir que todos que assistiram Titanic no cinema o viram em, no máximo 65mm, e náo conheco ninguém te tenha visto embaçado, interpolado ou quadriculado.
Atualmente, sim, já fui em uns Cinemark que tão embaçando a imagem (e até legenda). Aí já não sei se é culpa do cinema ou de máquina digital

É uma questão meio complicada. Temos que levar em consideração a distância que enxergamos a tela. Aquele filme 35mm usado em projeção no cinema é uma cópia de 4° geração (considerando o original como 1° geração), ou seja, tem uma qualidade bem inferior ao original, além do fato de cada quadro do filme ter uma área inferior a meio quadro de uma imagem 36x24mm. Normalmente uma boa projeção de um filme 35mm tem uma resolução de imagem por volta de 2K, ou seja, uma largura de 2048 "pixels". Isso nem se compara a um Velvia bem fotografado e bem revelado, que pode chegar a uma resolução de 320 linhas por milímetro, ou seja, uma largura de 11500 "pixels" de largura ou 11K.
Já vi projeções digitais (2K) e cheguei a conclusão que ela tem uma imagem mais nítida que a analógica, mas por outro lado não é muito agradável ver essa imagem nas primeiras fileiras, pois dá pra perceber os pixels, além de um pouco de aliasing. Já a imagem analógica quando vista de perto tem um efeito mais suave e dá pra perceber uma leve granulação dinâmica, o que é mais tolerável de se ver. Quanto à reprodução de cor prefiro a imagem analógica, já que a projeção digital tem uma cor parecida com uma boa TV de alta definição.
Atualmente os cinemas que possuem a mais alta qualidade são os IMAX (só os analógicos), que usam filme 70mm correndo na horizontal e possuem uma área de imagem de 3400mm². Se não me engano, a cópia projetada na sala é de 2° geração, o que permite um menor grau de perdas em relação ao original.
No cinema 35mm, o negativo original possui uma resolução equivalente entre 4 e 6K. A imagem abaixo ilustra a perda de resolução e definição de uma cópia para outra (a última imagem é o que sobrou para ser projetado na tela). É importante destacar que esta imagem é uma cópia digital e como tal não reproduz fielmente o que está registrado em cada um destes filmes, mas dá uma noção. Aquele cálculo nada mais é que o MTF a 50 pl/mm. No original é 33% de contraste. Como cada filme usado para cópias transfere só 70% de contraste a 50 pl/mm, o produto indica a perda de um para o outro, ou seja, como disse o Shalders nada mais é que uma propagação de erros. O erro de cada etapa acumula o próprio erro e o das etapas anteriores.






Ashkenazzi

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 567
  • Casei com a Canon, mas a Nikon é minha amante...
Resposta #27 Online: 03 de Julho de 2013, 04:19:29
Então cinema é só 2k ?   :(
Caramba, eu na primeira fila, em 2003,  percebi os tons cinzas da barba do Keanu Reeves (que estava feita) e descobri que ele tinha cicatriz na boca...
com apenas 2k ?  :ponder:
O cinema teria resolução igual ao da minha TV LCD ?  :shock: É isso mesmo ?
« Última modificação: 03 de Julho de 2013, 04:28:13 por Ashkenazzi »
Nikon D800E + MB-D12 + SB-910 com AF-S NIKKOR 85mm f/1.4G + AF-S NIKKOR 24mm f/1.4G ED
Canon EOS 1D X com EF 24-105mm f/4L IS USM + EF 100-400mm f/4.5-5.6L IS USM
Sony Camcorder HDR-FX1000
Testes com 3 lentes 85mm diferentes em bokeh e luzes: http://www.flickr.com/photos/103484384@N04/


AFShalders

  • Trade Count: (27)
  • Referência
  • *****
  • Mensagens: 6.977
  • Sexo: Masculino
  • "Bela câmera, mas mostre as fotos..."
    • Old Good Light
Resposta #28 Online: 03 de Julho de 2013, 12:28:17
Sim. A diferença é que a ótica usada é muuuuuito superior. Não dá para comparar uma objetiva para cinema com uma usada em TV, nem muito menos as câmeras.
« Última modificação: 03 de Julho de 2013, 12:30:35 por AFShalders »
Ética não é negociável.

Viciado em Fotografia desde 1980
www.oldgoodlight.blogspot.com
www.flickr.com/groorj


pauloh

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 211
  • Sexo: Masculino
Resposta #29 Online: 03 de Julho de 2013, 13:55:16
Então cinema é só 2k ?   :(
Caramba, eu na primeira fila, em 2003,  percebi os tons cinzas da barba do Keanu Reeves (que estava feita) e descobri que ele tinha cicatriz na boca...
com apenas 2k ?  :ponder:
O cinema teria resolução igual ao da minha TV LCD ?  :shock: É isso mesmo ?

Veja só isto: http://www.cst.fr/IMG/pdf/35mm_resolution_english.pdf

É uma avaliação que fizeram sobre a projeção de um filme 35mm em uma sala de cinema. A área de imagem no filme avaliada foi de 20,96x11,33mm, que é uma área padrão de projeção de um filme 35mm com relação de aspecto 1.85:1.
Os gráficos dos MTF mostram a quantidade de linhas em 11,33mm, ou seja, linhas ao longo da altura da imagem. Note que o MTF a 10% da cópia usada na projeção corresponde a 1000 linhas ou uma resolução de 1850x1000.
É importante destacar que apesar de uma TV full HD possuir uma resolução real de 1920x1080pixels, uma imagem lançada nesta tela não possuiu esta resolução toda. Isso se deve ao fato da imagem ser suavizada para evitar aliasing e efeito moiré. Portanto, se fosse feito um teste para avaliar a imagem que você vê na sua TV ela teria bem menos que 1080 linhas de resolução.
Eu cheguei a fazer uns cálculos aqui....
Assistindo uma TV full HD de 42" a 1,80 de distância da tela (isso dá uma distância de 2x a largura da tela) para que se possa diferenciar 1080 linhas, uma imagem nela deveria ter esse aspecto:




Agora para ver essa imagem de um modo mais agradável, temos que suavizá-la, gerando como consequência uma perda de resolução e definição. A imagem abaixo vista numa TV de 42" a 1,80m dá para diferenciar no máximo umas 750 linhas.



Agora eu te pergunto: qual imagem você prefere assistir?

Voltando ao cinema...

Nesse mesmo pdf mostra um teste com especialistas sentados numa sala de cinema numa distância de 1,5x a altura da tela. Na melhor das salas eles conseguiram diferenciar cerca de 850 linhas no centro da tela. A média das salas ficou em torno de 750 linhas. Isso equivale a aproximadamente uma boa tela de TV ou talvez um pouco mais, mas não assistindo qualquer coisa em HD, como telejornais ou jogos de futebol, pois nestes nem deve dar para diferenciar umas 500 linhas por causa das cameras, lentes, compressão de vídeo, etc. Falo de um filme bem gravado em Blu-ray com uma taxa de transfêrencia de dados mais alta ou outra coisa do tipo.
Já o cinema 65/70mm equivale a cerca de 4K de resolução, mas não tenho nenhum conhecimento de alguma sala funcionado no Brasil.