Autor Tópico: Magic Lantern - 60D, T2i, T3i  (Lida 17734 vezes)

alysson91

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 21
  • Sexo: Masculino
    • flickr
Online: 01 de Março de 2012, 17:36:55
Bom pessoal.. estou com a minha 60D em mãos! (finalmente!1  :hysterical:)

ai eu procurando algumas coisas na internet e achei um Firmware, a Magic Lantern.
Alguem aqui ja usou ?
é bom mesmo ? vale a pena atulizar a minha 60D ?
CANON EOS 60D + Canon EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS


Jean Chad

  • Trade Count: (0)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 1.045
  • Sexo: Masculino
    • Flickr Jean Chad
Resposta #1 Online: 01 de Março de 2012, 17:49:30
É bom, mas é mais voltado ao uso de vídeo. Recentemente adicionaram filmagem HDR, mas não testei. Na época o firmware não tinha isso, é um recurso novo. Em fotografia tem várias coisas interessante como time lapse embutido, Trap focus, brackting extendido etc. Aqui tem uma lista de adicionais:

http://magiclantern.wikia.com/wiki/Unified/UserGuide


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.414
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #2 Online: 01 de Março de 2012, 19:41:45
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Philipe3d

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 203
  • Sexo: Masculino
  • Visite o Mundo Gump
    • MUNDO GUMP
Resposta #3 Online: 03 de Março de 2012, 12:01:06
Vale a pena sim.


LucasCarvalho

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
    • BahTrilhieros - Aventura, Saúde e Adrenalina
Resposta #4 Online: 04 de Março de 2012, 08:58:26
então, utilizo ele a pouco tempo na minha T1i, e recomendo

Vídeo
- Com ele eu posso mudar a abertura da lente no modo video, o que não é possivel com o firmware da canon (e mais dezenas de aprimoramentos)
- Regulagens de audio
- Vídeo em HDR

Foto
- HDR com até 9 imagens, com incrementos de 0.5ev até 5.0ev
- Intervalometro
- "Audio Remote Shot", dispara a camera quando um som é feito
- "Trap Focus", dispara quando alguma coisa entrar em foco. (bom para macro e lentes manuais)

e mais muitas opções que não testei ainda...


Cristiano Oliveira

  • Trade Count: (9)
  • Conhecendo
  • *
  • Mensagens: 164
  • Sexo: Masculino
Resposta #5 Online: 04 de Março de 2012, 09:31:49
Lucas carvalho, o HDR de 9 fotos você tem que editar depois em pós produção... é Isso?
Clicar é fácil, difícil é não deixar o momento escapar para sempre. Qualquer um aperta o botão, mas poucos eternizam momentos. É por isso que eu preciso aprender mais... E não me canso! E sigo em frente!


LucasCarvalho

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 10
  • Sexo: Masculino
    • BahTrilhieros - Aventura, Saúde e Adrenalina
Resposta #6 Online: 05 de Março de 2012, 10:54:12
isso mesmo..


CHICANO

  • Trade Count: (0)
  • Novato(a)
  • Mensagens: 4
  • Sexo: Masculino
Resposta #7 Online: 22 de Março de 2012, 09:07:34
Olá pessoal,

Estou precisando fazer uns vídeos time lapse. Tenho uma Canon T3i. Já li sobre esse Magic Lanter, mas acima fiquei na dúvida quando o colega Lucas postou que o intervalômetro só "serve" em fotos. Isso procede?

Quer dizer que terei que tirar as fotos e depois fazer o vídeo time lapse?

Grato a todos


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.414
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #8 Online: 22 de Março de 2012, 17:02:35
Olá pessoal,

Estou precisando fazer uns vídeos time lapse. Tenho uma Canon T3i. Já li sobre esse Magic Lanter, mas acima fiquei na dúvida quando o colega Lucas postou que o intervalômetro só "serve" em fotos. Isso procede?

Quer dizer que terei que tirar as fotos e depois fazer o vídeo time lapse?

Grato a todos

Time lapse é feito com fotos... programa a câmera pra tirar fotos a casa "x" segundos e depois junto tudo num vídeo com um programa de edição, como o "Videomach" por exemplo..
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


marvenic

  • Trade Count: (3)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 294
  • Sexo: Masculino
    • Portfólio
Resposta #9 Online: 25 de Março de 2012, 21:42:34
Tomei coragem e instalei o ML, acho que a última versão, de dezembro de 2011. Nossa, parece que comprei outra câmera (60D). Habilitou tantas novas funções que estou impressionado. Sempre tive receio, mas resolvi encarar.

Encontrei um bug, mas não sei se é só na minha câmera que ocorre; ao acionar o intervalômetro ou remote sound, não consegui parar a função e quando mudei o botão seletor para outra função (Portrait, por exemplo) a câmera ficou travada (Busy... wait a moment).

Desliguei e liguei e fiz o mesmo procedimento, mas o "bug" não voltou. Percebi que a instabilidade é sazonal, depende da função e da velocidade de operação da câmera, como eu estava empolgado e ansioso, acho que apertei os botões rápido demais  :hysterical:

No mais, recomendo o uso, é fantástico!!  :ok:
Por maior que seja o mundo ele sempre caberá em um pequeno espelho.


Philipe3d

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 203
  • Sexo: Masculino
  • Visite o Mundo Gump
    • MUNDO GUMP
Resposta #10 Online: 28 de Março de 2012, 19:51:16
Eu uase morri quando cliquei inadvertidamente naquele Stress test chamado "stability tests". NÃO CLIQUE! O bagulho faz a maquina ficar possuída e fica uns 10 minutos fazendo TUDO que sua câmera pode fazer com todas as variações possíveis e imagináveis.


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.414
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #11 Online: 29 de Março de 2012, 08:36:33
Eu uase morri quando cliquei inadvertidamente naquele Stress test chamado "stability tests". NÃO CLIQUE! O bagulho faz a maquina ficar possuída e fica uns 10 minutos fazendo TUDO que sua câmera pode fazer com todas as variações possíveis e imagináveis.

 :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical: :hysterical:

acho que enfartava antes de entender o que ela estava fazendo e tendo paciência de esperar...

Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


Luciano.Queiroz

  • Trade Count: (30)
  • Colaborador(a)
  • ****
  • Mensagens: 4.414
  • Sexo: Masculino
    • Luciano Queiroz
Resposta #12 Online: 29 de Março de 2012, 08:37:20
to doido pra instalar isso, mas o firmware da minha câmera é mais recente que a versão recomendada.. acho que vou esperar até sair versão nova..
Luciano Queiroz
www.lucianoqueiroz.com
Facebook: @caminhotracado - https://goo.gl/pNRgQX
Instagram: @caminhotrtacado - https://goo.gl/Gou1E2
Youtube: www.youtube.com/c/caminhotracado


hugodanielf

  • Trade Count: (13)
  • Membro Ativo
  • ***
  • Mensagens: 538
  • Sexo: Masculino
    • Hugo Daniel Fotografia
Resposta #13 Online: 02 de Abril de 2012, 11:37:42
Eu uase morri quando cliquei inadvertidamente naquele Stress test chamado "stability tests". NÃO CLIQUE! O bagulho faz a maquina ficar possuída e fica uns 10 minutos fazendo TUDO que sua câmera pode fazer com todas as variações possíveis e imagináveis.


 :doh: .... kkkkk eu fiz isso tbm...quase tive um infarto...kkkk


isaacwga

  • Trade Count: (0)
  • Freqüentador(a)
  • **
  • Mensagens: 233
  • Sexo: Masculino
  • E fez-se a luz!
Resposta #14 Online: 13 de Abril de 2012, 22:48:49
Bom pessoal. Sou uma das pessoas que tinha/tenho dúvidas sobre o tão bem falado Magic Lantern :worship:.
Resolvi então tomar a liberdade de copiar este excelente artigo do http://www.videoguru.com.br/ para compartilhar aqui.
Bom, dados os devidos e merecidos créditos, vamos à matéria:

6 coisas que você deve saber sobre o Magic Lantern

O Magic Lantern é praticamente indispensável para sua Canon HDSLR. Mais detalhes podem ser obtidos aqui (http://www.videoguru.com.br/magic-lantern-o-upgrade-que-nao-pode-faltar-na-sua-hdslr.html). Mas sua popularidade cada vez maior traz algumas dúvidas aos usuários. Resolvemos, então, esclarecer seis questões importantes sobre esse programa incrível.

1 – O Magic Lantern pode danificar minha câmera?
São raríssimos os casos de câmeras danificadas associadas ao uso do Magic Lantern. O programa em si é muito seguro e, até agora, não apresenta nenhum risco à sua preciosa câmera. O maior risco está no processo de instalação em si. E a maior causa de problemas é a instalação do programa com a versão errada do firmware oficial da Canon.

Existem várias versões do Magic Lantern, cada uma específica para um número de firmware oficial. Portanto, antes de instalar o Magic Lantern, certifique-se de que a versão do programa corresponde à versão instalada em sua câmera. Para saber qual a versão instalada, pressione o botão Menu de sua HDSLR e utilize o cursor até aparecer a tela com a versão de seu firmware.

Câmera com a versão 1.0.9 do firmware instalado (e rodando o Magic Lantern)

Em seguida, procure a versão do Magic Lantern correspondente ao seu firmware. Caso haja uma versão para um firmware oficial da Canon mais recente, baixe a versão oficial do site do fabricante, instale e depois instale o Magic Lantern correspondente.

É bem provável que sua câmera não sofra danos permanentes caso você, acidentalmente, instale a versão errada do Magic Lantern. Geralmente o que acontece e que sua câmera trave e você nem consiga desligá-la. Caso isso aconteça, veja o item número 2.
O maior perigo, tanto na instalação do Magic Lantern quanto na do firmware original, está em interromper o processo no meio. Neste caso, sim, você poderá danificar sua câmera. Para que isso não aconteça, basta tomar os seguintes cuidados. Primeiro, nunca instale nenhum firmware se sua bateria não estiver 100% carregada.

O problema é que, se sua bateria estiver com pouca carga, pode desligar sua câmera de uma hora para outra, sem nenhum aviso. Caso isso aconteça, o firmware não terminará sua instalação e sua câmera poderá ficar inutilizada. Portanto, sempre verifique a carga de sua bateria antes de inciar o processo.
Segundo, formate o cartão de memória na própria câmera utilizando a função “Low Level” (ou sua equivalente em português) para ter certeza de que o cartão não apresenta problemas. Copie o firmware do computador para o cartão com calma, utilizando um leitor de cartões de confiança. Aguarde o fim do processo de  cópia e ejete o cartão devidamente antes de retirá-lo.


Finalmente, depois que o processo de instalação foi iniciado, não mexa em nenhum botão da câmera e muito menos desligue-a. Aguarde a mensagem de que a instalação foi feita com sucesso e, aí sim, é seguro desligá-la.

2 – Minha câmera travou. E agora?
Bate o desespero! Nada funciona, nem o botão de desligar. Mas não se preocupe, porque a solução é simples: retire a bateria de sua câmera. Ela irá desligar, obviamente, e irá acontecer um Reset natural. Depois é só inserir novamente a bateria que tudo volta ao normal. Mas faça isso imediatamente, pois se a câmera ficar travada durante muito tempo, o sensor pode superaquecer.

Sua câmera geralmente trava porque você tentou instalar a versão errada do Magic Lantern ou por algum problema durante o funcionamento. Outra causa frequente é um cartão de memória defeituoso ou vagabundo. No primeiro caso, não adianta tentar re-inicializar a câmera com o cartão contendo a versão errada do Magic Lantern que a câmera travará novamente.

Você vai ter que apagar o Magic Lantern do cartâo ou formatá-lo para poder utilizá-lo novamente. Nessa caso, primeiro formate-o em seu computador como FAT 32 e depois formate-o novamente na câmera. Aliás, nunca utilize um cartão formatado em seu micro sem depois formatá-lo em sua Canon.

Baixe a versão correta do Magic Lantern para o firmware original de sua Canon e instale-o normalmente. As versões atuais do programa estão muito estáveis e raramente apresentam problemas. Mas algumas versões mais antigas tinham bugs que podiam travar sua câmera durante o funcionamento. Embora seja raro isso acontecer, a solução é a mesma: retire a bateria e coloque-a de volta  para tudo voltar ao normal.

Quanto aos problemas com cartões de memória, é necessário primeiro identificar os culpados. Se sua câmera trava frequentemente, troque de cartão e veja se isso continua acontecendo. Se parar, é provável que seja problema do cartão específico. Repita o teste para ter certeza e, se for o caso, deixe de utilizar o cartão problemático.

Infelizmente, no Brasil, temos muitos cartões falsificados à venda no mercado – principalmente os de capacidades mais altas. É relativamente simples para o falsificador alterar informações em um cartão de menor capacidade para que este apareça como maior. Na prática, isso causa problemas sérios porque a câmera pensa que o cartão é maior e os dados acabam corrompidos. Por isso, só compre cartões de memória de primeira linha em lojas de confiança, com nota fiscal.

Outro fator importante é a velocidade do cartão. No caso dos SD, o mínimo recomendado para vídeo são os classe 6. São raros os classe 4 – e só mesmo os de primeira linha – que conseguem manter o fluxo de dados necessário para uma gravação em vídeo. Mesmo assim, trabalham no limite. Este é um item ainda mais fácil de falsificar, bastando trocar a etiqueta do cartão. Portanto, utilize boas marcas compradas em lojas de confiança.

3 – O Magic Lantern afeta a garantia da minha câmera?
A resposta é simples: Não. O Magic Lantern roda por cima do firmware original da câmera e precisa estar instalado em cada cartão de memória utilizado (ver item 4) para funcionar. Portando, se você inicializar a câmera com um cartão sem o programa, a sua Canon volta a funcionar como veio originalmente de fábrica.

O que você deve fazer, porém, é re-instalar o firmaware original da Canon caso precise enviar sua câmera para manutenção dentro da garantia. Assim você elimina totalmente qualquer vestígio do uso do Magic Lantern. Se sua câmera quebrar de vez dentro da garantia, as chances da Canon descobrir o uso do programa e colocar a culpa nele são mínimas. Aliás, nunca ouvi falar de um caso sequer em qualquer lugar do mundo.

Se sua câmera cair do alto de um viaduto, quicar 4 vezes no asfalto e ainda for atropelada por um caminhão, certamente não será coberta pela garantia original – assim como qualquer dano semelhante. Levando tudo isso em consideração, e adicionando as vantagens que o programa proporciona, pode usar o Magic Lantern em sua câmera nova sem medo.

4 – Instalei o Magic Lantern em um cartão, mas o programa só funciona com ele
Justamente por não alterar nada na câmera a não ser um pequeno “flag” para aceitar rodá-lo, o Magic Lantern precisa ser instalado em cada cartão de memória utilizado. Ou seja, não adianta instalar só em um que o programa só rodará a partir dele em sua Canon, sendo que a câmera funcionará como veio de fábrica com os outros cartões. Portanto, antes de sair para filmar, certifique-se que todos seus cartões de memória tenham a mesma versão do Magic Lantern instaladas.

5 – O Magic Lantern não roda na minha 7D
É, não roda mesmo. A 7D utiliza um processador diferente das outras HDSLRs da Canon. Até agora as tentativas de adaptar o Magic Lantern para rodar nesse processador não foram bem sucedidas. Os responsáveis pelo programa tem trabalhado bastante para criar uma versão única para quase todas as outras HDSLRs da Canon.
Mas, até a data da publicação deste artigo, esta versão funciona para a 60D, 50D, t2i (550D), t1i (500D) e t3i (600D). A 5D Mk II ainda não faz parte da versão unificada e tem duas versões diferentes – o clássica e a AJ. Essa última, assim como a versão unificada, tem recursos a mais e mais novos.

6 – Mudei de cartão no meio da filmagem e a imagem ficou totalmente diferente.
É, isso pode acontecer se a opção Config Autosave do menu CF Config do Magic Lantern estiver selecionada. Esta é uma opção extremamente útil pois permite a gravação automática das configurações do programa. Ou seja, se você vai filmar um evento em um ambiente controlado como um estúdio, durante vários intervalos ou dias seguidos, sua câmera lembrará de todos os parâmetros e a imagem permanecerá igual.

Você pode utilizar esse recurso, também, para igualar diversas câmeras bastando copiar o arquivo MAGIC.CFG do cartão da câmera master para os cartões das outras. O que acontece, porém, é que muitas vezes o mesmo arquivo acaba ficando diferente entre os diversos cartões utilizados em uma única câmera, em um único dia de filmagem.

Complicou? Eu explico. Digamos que você comece a rodar uma sequência em um ambiente que exija um ajuste de temperatura de cor diferente dos demais e seja forçado a modificar este ajuste durante a filmagem. O Magic Lantern guardará este ajuste no arquivo MAGIC.CFG. Tudo ótimo. Você pode desligar a câmera para ela esfriar, por exemplo, e tudo estará idêntico quando ligá-la novamente.


Agora vamos supor que você tenha que mudar para um ambiente com uma temperatura de cor totalmente diferente. Como vai ser uma entrevista longa, embora ainda haja espaço disponível no primeiro cartão, você resolve trocar por um vazio só para garantir. Você ajusta a temperatura de cor para o novo ambiente e começa a filmar.

A entrevista corre bem e enche seu cartão todo. Você resolve, então, colocar seu primeiro cartão de volta para gravar umas tomadas para insert. Só que, de repente, as cores ficam bem diferentes. O que acontece é que o arquivo MAGIC.CFG deste cartão contém ainda os parâmetros do ambiente anterior, e não deste último. Daí a diferença na temperatura de cor.

Existem três soluções. A primeira é desabilitar a função Config Autosave. Isso evita essas mudanças, mas também  impede a gravação dos parâmetros e obriga ajustes frequentes. Essa é a pior solução. A segunda é você estar sempre se lembrando que, ao mudar de cartões, deve verificar se os parâmetros dos dois estão iguais.

Dá um certo trabalho, pois você deve confirmar item por item – no mínimo os que afetam diretamente a imagem. Se o Magic Zoom estiver ativado em um cartão e no outro não, por exemplo, você pode sentir falta do recurso durante a filmagem mas as imagens dos dois cartões sairão equilibradas. Claro que você pode sempre ativar qualquer função que estiver diferente. Mas em uma filmagem corrida de evento nem sempre isso é possível.

A terceira opção é a melhor, mas exige acesso a um laptop durante a filmagem. Ela consistem em copiar o arquivo MAGIC.CFG de um cartão para os outros sempre que forem feitas mudanças importantes nas configurações de imagem.

O Magic Lantern é um programa extremamente útil e versátil. Sabendo como utilizá-lo corretamente, você terá acesso a funções fantásticas que tornarão seu trabalho bem mais eficiente e agradável.


**** Agradecimentos a Paulo M. de Andrade, do site videoguru.com.br ******